• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2013.tde-10122013-115118
Documento
Autor
Nome completo
Domingos Alexandre Ciccone Botte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Mello, Suzana Beatriz Verissimo de (Presidente)
Castrucci, Ana Maria de Lauro
Schainberg, Claudia Goldenstein
Malheiros, Denise Maria Avancini Costa
Soriano, Francisco Garcia
Título em português
Avaliação do efeito anti-inflamatório do hormônio alfa estimulador de melanócito (Alfa MSH) em modelo experimental de lúpus
Palavras-chave em português
alfa-MSH
Artrite
Citocinas
Lúpus eritematoso sistêmico
Modelos animais
Nefropatias
Resumo em português
O hormônio alfa estimulador de melanócito (alfa-MSH) é um neuropeptídeo com atividade anti-inflamatória que apresenta efeitos benéficos em modelos experimentais de doenças autoimunes. Entretanto pouca atenção tem sido dada a seus efeitos no lúpus eritematoso sistêmico (LES). No presente estudo utilizou-se o tratamento com o super análogo NDP-MSH em modelo experimental de LES induzido por pristane. Grupos de camundongos fêmeas foram tratados diariamente com 1,25 mg/Kg de NDP-MSH ou solução salina por 180 dias. Foram avaliados os seguintes parâmetros séricos: isotipos de IgG, anticorpos antinucleares (FAN) e citocinas. A intensidade da artrite foi mensurada por graduação de edema e eritema. A função renal foi estimada por proteinúria e escore histopatológico. A expressão de IgG, alfa-SMA, iNOS, C3, CD3, MC1R, CRF e alfa-MSH glomerular foi quantificada por imunohistoquímica. Camundongos com LES apresentaram aumento de IgG, FAN, IL-6, IL-10 e TNFalfa, escore de artrite, disfunção renal e celularidade mesangial quando comparados aos animais controle normais. O tratamento dos animais LES com NDP-MSH reduziu os títulos de IgG1 e IgG2a (p < 0,05 e p < 0,001 respectivamente), bem como a incidência de FAN+ (p < 0,05). Níveis séricos de IL-6 e IL-10 foram abrandados e houve aumento dos níveis de TNFalfa (p < 0,05). O escore de artrite foi reduzido em 70% (p < 0,01). A proteinúria não foi afetada pelo tratamento, entretanto houve 50% de redução do grau de lesão glomerular (p < 0,05). A avaliação imunohistoquímica mostrou que o tratamento reduziu os depósitos de IgG e a expressão de alfa-SMA e iNOS glomerular (p < 0,01; p < 0,01 e p < 0,05 respectivamente). A expressão do receptor MC1R foi menor nos grupos LES, tratados ou não. A expressão de alfa-MSH e CRF estavam diminuídas somente no grupo tratado com NDP-MSH enquanto a expressão de C3 e CD3 não diferiu entre os grupos. Em conjunto nossos resultados sugerem, pela primeira vez, que a o tratamento com o análogo de alfa-MSH melhora a atividade da doença em modelo experimental de LES
Título em inglês
alfa-MSH, Lúpus eritematoso sistêmico, Citocinas, Nefropatias, Modelos animais, Artrite
Palavras-chave em inglês
Evaluation of the anti-inflammatory effect of alpha-melanocyte stimulating hormone (alpha MSH) in an
Resumo em inglês
Alpha-melanocyte stimulating hormone (alfa-MSH) is a neuropeptide with anti-inflammatory activity that has beneficial effects in experimental models of autoimmune diseases. However little attention has been paid to its effects on systemic lupus erythematosus (SLE). Herein we employed the treatment with the super analogue NDP-MSH in experimental SLE induced by pristane. Groups of female mice were treated daily with 1.25 mg/Kg of NDP-MSH (SLE-MSH) or saline for 180 days. The following parameters were evaluated: serum IgG isotypes, antinuclear antibodies (ANA) and cytokines. Arthritis was graded by edema and erythema in each paw. Renal function was estimated by proteinuria and histopathological score. The expression of IgG, alfa-SMA, iNOS, C3, CD3, MC1R, CRF and alfa-MSH was quantified by immunohistochemistry in glomerulus. SLE mice presented increased IgG levels, ANA, IL-6, IL-10 and TNFalfa, arthritis incidence, renal dysfunction and mesangial cellularity when compared with normal animals. Animals SLE-MSH presented reduction of IgG1 and IgG2a titles (p < 0.05 and p < 0.001 respectively), as well as the incidence of FAN+ (p < 0.05). The treatment reduced IL-6 and IL-10 serum levels and increase of TNFalfa levels (p < 0.05). Arthritis score was reduced in 70% in SLE-MSH animals (p < 0.01). Proteinuria was not affected by the treatment, however it was registered a 50% reduction of the glomerular lesion (p < 0.05). The immunohistochemical evaluation revealed reduced IgG deposits and glomerular expression of alfa-SMA and iNOS in SLE-MSH animals (p < 0.01, p < 0.01 and p < 0.05 vs.LES, respectively). MC1R was sub expressed in SLE animals, treated or not. The expression of alfa-MSH and CRF were impaired only in the SLE-MSH group. Taken together our results suggest for the first time that treatment with alfa-MSH analogue improve disease activity in an experimental model of SLE
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-12-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.