• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.5.2020.tde-09032020-105218
Document
Author
Full name
Beatriz Araujo Oliveira
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2019
Supervisor
Committee
Bydlowski, Sergio Paulo (President)
Rodrigues, Alessandro
Maximino, Jessica Ruivo
Teodoro, Walcy Paganelli Rosolia
Title in Portuguese
Ação dos oxisteróis na diferenciação osteogênica e adipogênica de células-tronco mesenquimais de tecido adiposo
Keywords in Portuguese
Células-tronco
Colesterol
Diferenciação celular
Oxisteróis
Abstract in Portuguese
As células-tronco mesenquimais (CTMs) são o tipo de célula-tronco (CT) mais frequentemente utilizado para pesquisa e propósitos clínicos. São caracterizadas por sua capacidade de autorrenovação e diferenciação em múltiplas linhagens celulares. O colesterol é um componente estrutural da membrana celular que pode ser facilmente oxidado por oxidação enzimática ou não enzimática em produtos conhecidos como oxisteróis. Sabe-se que os oxisteróis exercem ação em diversos processos fisiopatológicos, dentre eles a determinação da linhagem celular durante a diferenciação de CTMs. A característica pró-osteogênica dos oxisteróis tem despertado o interesse de pesquisadores a respeito de sua ação potencial no tratamento de doenças ósseas, sendo propostos como substitutos das BMPs. Neste estudo foi avaliada a ação do colesterol, assim como dos oxisteróis 7-cetocolesterol (7-KC) e Colestane-3Beta,5Alfa,6Beta-triol (Triol) na diferenciação de células-tronco mesenquimais derivadas de tecido adiposo (CTMTAs). Os resultados sugerem que o colesterol e o 7-KC exercem uma ação pró-osteogênica e anti-adipogênica na diferenciação de CTMTAs, promovendo a expressão mais rápida de marcadores de diferenciação osteogênica inicial (RUNX2 e ALPL) e inibição dos marcadores de diferenciação adipogênica (PPAR-Gama e C/EBPAlfa). Estes efeitos foram causados pela ativação da via de sinalização Wnt/Beta-catenina, sem intervenção da via de sinalização Sonic Hedgehog (SHh). O oxisterol Triol foi anti-osteogênico e anti-adipogênico nas CTMTAs apesar de induzir maior expressão da Beta-catenina
Title in English
Ação dos oxisteróis na diferenciação osteogênica e adipogênica de células-tronco mesenquimais de tecido adiposo
Keywords in English
Células-tronco
Colesterol
Diferenciação celular
Oxisteróis
Abstract in English
As células-tronco mesenquimais (CTMs) são o tipo de célula-tronco (CT) mais frequentemente utilizado para pesquisa e propósitos clínicos. São caracterizadas por sua capacidade de autorrenovação e diferenciação em múltiplas linhagens celulares. O colesterol é um componente estrutural da membrana celular que pode ser facilmente oxidado por oxidação enzimática ou não enzimática em produtos conhecidos como oxisteróis. Sabe-se que os oxisteróis exercem ação em diversos processos fisiopatológicos, dentre eles a determinação da linhagem celular durante a diferenciação de CTMs. A característica pró-osteogênica dos oxisteróis tem despertado o interesse de pesquisadores a respeito de sua ação potencial no tratamento de doenças ósseas, sendo propostos como substitutos das BMPs. Neste estudo foi avaliada a ação do colesterol, assim como dos oxisteróis 7-cetocolesterol (7-KC) e Colestane-3Beta,5Alpha,6Beta-triol (Triol) na diferenciação de células-tronco mesenquimais derivadas de tecido adiposo (CTMTAs). Os resultados sugerem que o colesterol e o 7-KC exercem uma ação pró-osteogênica e anti-adipogênica na diferenciação de CTMTAs, promovendo a expressão mais rápida de marcadores de diferenciação osteogênica inicial (RUNX2 e ALPL) e inibição dos marcadores de diferenciação adipogênica (PPAR-Gama e C/EBPAlpha). Estes efeitos foram causados pela ativação da via de sinalização Wnt/Beta-catenina, sem intervenção da via de sinalização Sonic Hedgehog (SHh). O oxisterol Triol foi anti-osteogênico e anti-adipogênico nas CTMTAs apesar de induzir maior expressão da Beta-catenina
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2020-03-09
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.