• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2016.tde-03022016-110748
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Ambar Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Nahas, Sergio Carlos (Presidente)
Bin, Fang Chia
D'Ippolito, Giuseppe
Jorge, Jose Marcio Neves
Rocha, Manoel de Souza
Título em português
Eficácia da ultrassonografia endorretal tridimensional em relação ao exame anatomopatológico nas neoplasias de reto extraperitoneal
Palavras-chave em português
Endorretal
Estadiamento de neoplasias
Neoplasias retais
Patologia
Ultrassonografia
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O câncer do reto médio e distal ainda é assunto bastante controverso, especialmente no que se refere ao estadiamento locorregional e opções terapêuticas. Busca-se um método sensível e específico para a avaliação da profundidade de invasão da parede retal e o envolvimento linfonodal. O adequado estadiamento da neoplasia do reto extraperitoneal é de suma importância no manejo terapêutico e prognóstico do paciente. Diversos métodos têm sido descritos para a avaliação da disseminação locorregional das neoplasias do reto, que variam desde o toque retal até a ressonância magnética da pelve e a ultrassonografia endorretal bi e tridimensional. OBJETIVO: Correlacionar os achados da profundidade de invasão tumoral na parede retal (T), comprometimento linfonodal (N), extensão e porcentagem de acometimento da lesão à ultrassonografia endorretal tridimensional (USER-3D) com o exame anatomopatológico (AP) de pacientes portadores de neoplasia de reto extraperitoneal submetidos a procedimento cirúrgico após o diagnóstico e estadiamento clínico prévio. MÉTODO: Estudo prospectivo foi realizado com pacientes portadores de neoplasia de reto médio e distal seguidos no Instituto Central (IC) e no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) que foram submetidos a USER-3D pré-operatório. Os parâmetros analisados por meio do USER-3D foram comparados aos achados da anatomia patológica do espécime cirúrgico obtido após o procedimento. Os exames de USER-3D foram realizados pelo mesmo médico, sendo cego dos outros métodos diagnósticos e dos achados da patologia, a qual também não tinha os resultados do estadiamento clínico pré-operatório. Todos os pacientes foram submetidos a enema evacuatório no dia anterior e na manhã do exame. Foram avaliados a sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo e negativo, área sobre a curva e o índice Kappa do USER-3D em comparação ao anatomopatológico, considerado exame padrão ouro. O coeficiente de correlação intraclasse (CCI) foi utilizado para analisar a extensão e porcentagem de acometimento da lesão na parede retal. RESULTADOS: No período de 3 anos, 44 pacientes foram estudados, 27 mulheres, com idade média de 63,5 anos. Houve 12 lesões benignas e 32 malignas de reto, sendo 30 submetidas à ressecção local e 14 à radical. O USER-3D determinou a diferenciação da profundidade de invasão tumoral na submucosa com sensibilidade de 77,3% (CI95% - 54,6%-92,2%), especificidade de 86,4% (CI95% - 65.1%-97.1%), valor preditivo positivo de 85% (CI95% - 62,1%-96,8%), valor preditivo negativo de 79,2% (CI95% - 57,8%-92,9%) e área sobre a curva de 0,82% (CI95% - 0,7%-0,96%). O índice Kappa ponderado para profundidade de invasão da parede retal (T) foi de 0,672 (IC95%: 0,493; 0,850), considerado grau de concordância substancial. Para o envolvimento linfonodal (N) não houve concordância adequada entre o USER-3D e o anatomopatológico (k=-0,164) nos 14 casos analisados. A CCI calculada para extensão da lesão foi moderada (0,45) para a extensão em centímetros, mas adequada (0,66) para porcentagem de envolvimento da circunferência. O gráfico de Bland-Altman mostrou que lesões com extensão de até 5 cm e 50% de acometimento têm melhor correlação com o espécime cirúrgico. CONCLUSÕES: USER-3D foi eficaz para a determinação da invasão da parede retal, sendo seguro na determinação da extensão de lesões até 5 cm e porcentagem de acometimento da circunferência até 50%. O método mostrou baixa eficácia na avaliação linfonodal, em subgrupo limitado de pacientes
Título em inglês
Efficacy of three-dimensional endorectal ultrasound in comparison to histopathology for evaluation of extra peritoneal rectal neoplasms
Palavras-chave em inglês
Endorectal ultrasonography
Histopathology
Rectal neoplasms
Rectal tumor
Staging
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Loco-regional staging and treatment of extra peritoneal rectal neoplasms is still a controversial subject. There is no perfect method, substantially sensitive and specific for staging rectal wall invasion and lymph node involvement. Adequate oncologic staging of rectal neoplasias has major importance in both, treatment and prognostic evaluation. Therefore, the use of supplementary diagnostic methods such as endorectal ultrasound (ERUS) and magnetic resonance imaging (MRI) of the pelvis can promote an accurate assessment of tumor invasion in the rectal wall and lymph node involvement. OBJECTIVE: To correlate the findings of three-dimensional (3D) ERUS with pathology specimen of extra peritoneal rectal neoplasia referred directly to surgery after diagnosis, in regards to depth of rectal wall invasion (T), lymph node involvement, percentage of circumferential rectal wall invasion and tumor extension. METHODS: A prospective study was performed in patients with middle and distal rectal tumors followed at University of São Paulo, School of Medicine and Cancer Institute of State of São Paulo (ICESP), who underwent 3D-ERUS for preoperative evaluation. The parameters analyzed with 3D-ERUS were compared with pathology findings of the surgical specimen obtained after the procedure. A single doctor who performed the exams reported the 3D-ERUS studies and was blind of other methods as well as the pathologic findings. All patients underwent retrograde bowel enema the day before and in the morning of the test. The authors evaluated sensitivity, specificity, positive and negative predictive values, area under curve and kappa index of the 3D-ERUS as compared to pathologic findings, considered the gold standard. For extension and percentage of tectal wall involvement intraclass correlation index was applied. RESULTS: At 3-years period, 44 patients were studied, 27 females, with a mean age of 63.5 years, who had 12 rectal adenomas and 32 adenocarcinomas and underwent local resection (30) or radical resection (14). Value for 3D-ERUS to determine depth of rectal wall invasion sensitivity was 77.3% (CI95% - 54.6%-92.2%), specificity was 86.4% (CI95% - 65.1%- 97.1%), positive predictive value was 85% (CI95% - 62.1%- 96.8%), negative predictive value was 79.2% (CI95% - 57.8%-92.9%) and area under curve was 0,82% (CI95% - 0.7%-0.96%). The weighted kappa index for the depth of invasion in the rectal wall (T) evaluation was 0.67 (IC95%: 0.49; 0.85), considered substantial agreement. For N involvement there was any agreement between 3D-ERUS and histopathology, with K=-0.164. Intraclass correlation was calculated for lesion extension and was moderate (0.45) for extension in centimeters and adequate (0.66) for percentage of circumference involvement. A Bland-Altman graph was performed and showed that tumor extensions until 5 cm and 50% of wall involvement have a good correlation to specimen size. CONCLUSION: 3D-ERUS was effective for determining rectal wall invasion and evaluation of extension of lesions until 5 cm and 50% of rectal wall involvement. However, this method showed a lack of efficacy for evaluation of lymph node involvement for early rectal tumors in this limited subset of patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RodrigoAmbarPinto.pdf (1.96 Mbytes)
Data de Publicação
2016-02-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.