• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2017.tde-11052017-160736
Documento
Autor
Nome completo
Marleny Novaes Figueiredo de Araújo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Campos, Fábio Guilherme Caserta Maryssael de (Presidente)
Seid, Victor Edmond
Araujo, Sergio Eduardo Alonso
Chaim, Elinton Adami
Jorge, Jose Marcio Neves
Título em português
Tratamento cirúrgico da doença de Crohn:estudo comparativo entre desfechos precoses após laparoscopia primária, laparoscopia repetida ou laparoscopia após laparotomia na recidiva
Palavras-chave em português
Doença de Crohn
Endoscopia
Laparoscopia
Morbidade
Período pósoperatório
Procedimentos cirúrgicos do sistema digestório
Recidiva
Resumo em português
Introdução: o uso da videolaparoscopia na doença de Crohn (DC) teve seu início nos anos 90, com ressalvas à possível dificuldade técnica que a DC complexa ou recorrente poderia impor à sua realização. Diversos estudos ao longo das décadas de 90 e 2000 mostraram ser a mesma factível, quando comparada à laparoscopia para DC primária, além de demonstrarem maior benefício da laparoscopia comparada à cirurgia aberta/convencional nos casos de DC recorrente. Entretanto, não houve estudos sobre resultados cirúrgicos após repetidas ressecções laparoscópicas. Objetivo: avaliar resultados pós-operatórios em curto prazo no tratamento da DC, comparando pacientes submetidos a uma segunda ressecção intestinal laparoscópica e pacientes sem cirurgia prévia. Além disso, comparar os mesmos resultados pós-operatórios entre pacientes submetidos a uma segunda ressecção intestinal laparoscópica e pacientes sendo submetidos a laparoscopia para DC e história prévia de ressecção intestinal prévia por laparotomia. Materiais e métodos: foi realizado análise retrospectiva a partir de base de dados mantida prospectivamente de pacientes submetidos a laparoscopia para tratamento da DC no Hospital Beaujon, França, entre 2005 e 2010. Os desfechos analisados foram: conversão para cirurgia aberta, tempo operatório, taxa de enterotomias inadvertidas no intra-operatório, morbidade, necessidade de reintervenção (cirúrgica ou radiológica) e tempo total de hospitalização. Resultados: foram analisados 18 pacientes com laparoscopia prévia (grupo A), 90 pacientes sem cirurgia prévia (grupo B) e 26 pacientes com laparotomia prévia (grupo C). Em nossa análise principal, comparando os grupos A e B, vemos grupos semelhantes em relação a dados demográficos, exceto maior número de casos complexos no grupo A (83,3 vs 46,7%; p=0,005) e tipo de operação realizada (p < 0,001). Quanto aos resultados, apenas o tempo operatório foi significativamente mais longo no grupo A (180 minutos vs. 150 minutos; p=0,013). A taxa de conversão, enterotomia inadvertida, morbidade, necessidade de reintervenção e tempo de hospitalização foram similares entre os grupos. Em nossa segunda análise, entre os grupos A e C, não houve diferença significativa quanto aos mesmos resultados analisados. Conclusão: apesar de um maior tempo operatório, uma segunda ressecção laparoscópica mantém os mesmos benefícios vistos em uma ressecção intestinal laparoscópica primária. Os mesmos benefícios são vistos quando os resultados são comparados com pacientes submetidos previamente a uma ressecção intestinal por laparotomia, em especial quando nas mãos de equipe experiente
Título em inglês
Surgical treatment of Crohn's Disease: a comparative study between short-term outcomes after primary laparoscopy, repeated laparoscopy or laparoscopy after laparotomy for recurrent disease
Palavras-chave em inglês
Crohn disease
Digestive system surgical procedures
Endoscopy
Laparoscopy
Morbidity
Postoperative period
Recurrence
Resumo em inglês
Introduction: the use of laparoscopy in Crohn's disease (CD) had its beginning in the 90s, despite the possible challenge of technical difficulty that the complex or recurrent CD could impose to its realization. Numerous studies over the decades of 90 and 2000 showed laparoscopy in recurrent CD to be feasible compared to laparoscopy for primary CD, and have also shown the benefits of laparoscopic compared to open conventional surgery in patients with recurrent CD. However, there were no studies on surgical outcomes after repeated laparoscopic resections. Objective: 1. to evaluate postoperative short-term results regarding surgical treatment of CD, comparing patients who underwent a second laparoscopic bowel resection and patients without prior surgery. 2. to compare the same postoperative results among patients who underwent a second laparoscopic bowel resection patients and patients undergoing laparoscopic resection with history of prior intestinal resection by laparotomy. Materials and methods: a retrospective analysis from prospectively maintained database of patients undergoing laparoscopy for treatment of CD in Hospital Beaujon, France, between 2005 and 2010, was performed. The outcomes analyzed were: conversion to open surgery, operative time, intraoperative inadvertent enterotomy, morbidity, need for re-intervention (surgical or radiological) and length of hospitalization. Results: 18 patients with previous laparoscopy (group A), 90 patients without previous surgery (group B) and 26 patients with previous laparotomy (group C) were included. In our main analysis, comparing the groups A and B, groups were similar in respect to demographic data, except number of complex cases in group A (83.3 vs 46.7%; p = 0.005) and type of surgery performed (p < 0.001). As for the results, operative time was significantly longer in group A (180 minutes vs. 150 minutes; p = 0.013). Conversion rate, inadvertent enterotomy, morbidity, need for re-intervention and hospital stay were similar between groups. In our second analysis, between groups A and C, there was no significant difference between groups regarding the same variables. Conclusion. In spite of a longer operative time, a second laparoscopic resection guarantees the same benefits seen in a primary laparoscopic bowel resection. The same benefits are kept compared to patients who underwent prior bowel resection by laparotomy, especially when in the hands of experienced staff
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-05-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.