• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-22012016-104146
Documento
Autor
Nome completo
Ketti Gleyzer de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Pinho, João Renato Rebello (Presidente)
Ferraz, Maria Lúcia Cardoso Gomes
Ribeiro Júnior, Ulysses
Título em português
Níveis de expressão de miR-33a e miR-122 em pacientes cronicamente infectados pelo vírus da Hepatite C genótipos 1 e 3
Palavras-chave em português
Expressão hepática
Infecção pelo HCV
Metabolismo de lipídios
miR-122
miR-33a
Resumo em português
Estima-se que 3% da população mundial esteja infectada pelo vírus da hepatite C (HCV). O HCV tem como alvo o tecido hepático e a maioria dos pacientes infectados desenvolvem infecção crônica. Nos últimos anos, estudos in vitro têm demonstrado interações entre o miRNA-122 (miR-122) da célula hospedeira e dois sítios localizados na região 5' UTR do genoma do vírus da hepatite C (HCV), os quais são essenciais ao processo de replicação viral. O miR-122 é altamente expresso no fígado, onde atua na regulação do metabolismo de lipídios juntamente com outro miRNA, o miRNA-33a (miR-33a), porém, o mecanismo envolvido nesta regulação ainda é pouco conhecido. Sabe-se que a infecção pelo HCV altera a expressão de genes envolvidos na biossíntese e transporte de lipídios, resultando na estimulação do metabolismo de lipídios e criando um ambiente favorável para sua replicação. Neste contexto os objetivos deste trabalho foram avaliar a expressão de miR-33a e miR-122 em indivíduos cronicamente infectados pelo HCV-1 e HCV-3 em amostras obtidas antes do início da terapia. Os miRNAs foram isolados a partir de amostras de sangue periférico e de tecido hepático. A quantificação da expressão relativa de ambos miRNAs foi pela técnica de PCR em tempo real. Os níveis de miR-33a no sangue periférico foram mais elevados do que no tecido hepático em indivíduos infectados pelo HCV-1(p < 0,0001) e HCV-3 (p=0,0025). Observou-se uma correlação inversa entre os níveis de miR-33a no sangue periférico e tecido hepático dos indivíduos infectados pelo HCV-1 (r=-0,281, p=0,039) e correlação positiva para os indivíduos infectados pelo HCV-3 (r=0,9286, p < 0,0001). Correlação inversa entre os níveis hepáticos de miR-33a com o nível sérico de insulina (r=-0,371, p =0,005) nos indivíduos infectados pelo HCV-1 e correlação positiva entre os níveis no sangue periférico com os níveis séricos de GGT (r=0,553, p=0,049) foram observadas. Em relação ao miR-122, de maneira geral o nível hepático foi mais elevado do que o sérico (p < 0,0001). Entretanto, o nível hepático de miR-122 em indivíduos infectados pelo HCV-3 foi maior quando comparado aos infectados pelo HCV-1 (6,22 vezes, p < 0,001). Uma correlação inversa entre os níveis séricos de ApoA-II e os níveis de expressão de miR-122 no sangue (r=-0,330; p=0,014) e tecido hepático (r=-0,311; p=0,020) foi observada nos pacientes infectados pelo HCV-1. Os pacientes infectados pelo HCV- 3 mostraram correlação positiva entre os níveis hepáticos de miR-122 e os níveis de HDL (r=0,412, p=0,036) e insulina (r=0,478, p=0,044). O miR-33a e o miR-122 atuam regulando genes que controlam o metabolismo dos lipídios no fígado. Até o presente momento, não existem relatos que associem a expressão do miR-33a e do miR-122 com o perfil lipídico na infecção pelo HCV. Além disso, o acúmulo de lipídio (esteatose) intensamente descrito na infecção pelo HCV-3 pode sugerir interação diferenciada desse genótipo com os mecanismos envolvidos na regulação do metabolismo lipídico, envolvendo o miR-33a e miR-122
Título em inglês
G.mir-33a and mir-122 levels in patients chronically infected with hcv genotype 1 and 3
Palavras-chave em inglês
HCV infection
Hepatic expression
Lipid metabolism
miR-122
miR-33a
Resumo em inglês
The prevalence of infection by hepatitis C virus (HCV) is about 3% of the world population. HCV targets the liver tissue and the majority of infected patients develop chronic infection. In recent years, in vitro studies have demonstrated interactions between miRNA-122 (miR-122) the host cell to two places located in the 5' untranslated region of the HCV genome which are essential for virus replication process. miR-122 is highly expressed in the liver, which has been implicated as a fatty acid metabolism regulator. Another mine has also been described as a key regulator of lipid metabolism, miRNA-33a (miR-33a), however, the mechanisms involved in this regulation are still little known. It is known that HCV infection changes the expression of genes involved in the biosynthesis and transport of lipids, resulting in stimulation of the lipid metabolism and creating a favorable environment for replication of the virus. To our knowledge, there are no reports linking the expression of miR-33a with lipid profile in HCV infection. In this context the objectives of this study were to evaluate the expression of miR-33a and miR-122 in chronically infected individuals with HCV-1 and HCV-3 in samples obtained prior to initiation of therapy. MiRNAs were isolated from peripheral blood samples and liver tissue. The quantification of relative expression of both miRNAs was by PCR in real time. MiR-33a levels in peripheral blood were higher than in liver tissue in patients infected with HCV-1 (p < 0.0001) and HCV-3 (p=0.0025). Levels in the peripheral blood of miR-33a were lower in patients infected with HCV-3 (p=0.0169). There was an inverse correlation between hepatic levels of miR-33a with serum insulin levels (p=0.005) in individuals infected with HCV-1 and a positive correlation between the levels in the peripheral blood serum levels of GGT (p=0.049). Hepatic levels of miR-122 were higher than the levels in the peripheral blood of individuals infected by HCV-1 and HCV-3 (p < 0.0001). Hepatic miR-122 levels were higher in patients infected with HCV-3 than those infected with HCV-1 (6.22 times, p < 0.001). There was a positive correlation between miR-122 levels in the blood and liver tissue of patients infected with HCV-1 (r=0.302, p=0.026). An inverse correlation between serum ApoA-II was observed in these patients the levels of expression of miR-122 in blood (r=-0.330; p =0.014) and liver tissue (r=-0.311; p=0.020). Patients infected with HCV-3 showed a positive correlation between hepatic miR-122 levels to HDL levels (r=0.412, p=0.036) and insulin levels (r=0.478, p=0.044). The miR-33a and miR-122 act by regulating genes that control lipid metabolism in the liver. The different interactions with lipid metabolism exerted by HCV-3 may explain why his relationship with the miR-33a and miR-122 was different when compared with HCV-1
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.