• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2017.tde-31072017-153717
Documento
Autor
Nome completo
Ernesto Quaresma Mendonça
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Chaves, Dalton Marques (Presidente)
Martins, Bruno da Costa
Montagnini, André Luis
Torrez, Franz Robert Apodaca
Título em português
Tratamento endoscópico versus cirúrgico para adenomas de papila: revisão sistemática e metanálises
Palavras-chave em português
Adenoma
Ampola hepatopancreática
Duodenoscopia
Endoscopia
Ensaio clínico
Estudo comparativo
Estudos retrospectivos
Neoplasias duodenais
Procedimentos cirúrgicos operatórios
Resumo em português
Objetivos: Avaliar os desfechos da ressecção endoscópica em comparação à cirurgia no tratamento dos adenomas de papila. Métodos: Foi realizada uma revisão sistemática com metanálise de acordo com as recomendações do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA). As bases de dados Medline, Embase, Cochrane, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scopus and Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL) foram escaneadas. Os estudos incluíram pacientes com adenoma de papila e dados de comparação dos tratamentos endoscópico e cirúrgico para os seguintes desfechos: Ressecção primária completa; Sucesso primário; Recorrência; Sucesso final; e Complicações. A análise foi baseada em modelos de efeito randômico e fixo. Resultados: Cinco estudos de coorte retrospectivo foram selecionados, com um total de 465 pacientes. Todos os estudos tinham dados de ressecção primária completa disponível, mostrando uma diferença favorável ao tratamento cirúrgico (Diferença de riscos = -0,22; Intervalo de confiança de 95% = -0,41 a -0,04). Dados de Sucesso primário também foram identificados em todos os cinco estudos. A análise mostrou que a abordagem cirúrgica supera o tratamento endoscópico neste desfecho (DR = -0,13; IC 95% = -0,24 a -0,02). Dados de recorrência foram encontrados em todos os estudos (465 pacientes), com benefício para o tratamento cirúrgico (DR = 0,12; IC 95% = 0,01 a 0,22). Analisando o desfecho de Sucesso final, disponível em todos os estudos, não encontramos diferença entre as duas abordagens terapêuticas (DR = -0,06; IC 95% = -0,15 a 0,04). Três estudos (251 pacientes) apresentaram dados de complicação, e a análise não mostrou diferença entre os tratamentos endoscópico e cirúrgico (DR = -0,15; IC 95% = -0,53 a 0,23), sem a possibilidade de descartar o viés de seleção para este desfecho. Conclusões: Considerando os desfechos de ressecção primária completa, sucesso primário e recorrência na comparação do tratamento cirúrgico com o tratamento endoscópico para adenomas de papila, a abordagem cirúrgica tem resultados significativamente melhores. Com relação ao sucesso final, não houve diferença entre os dois tratamentos. No desfecho das taxas de complicação, esta revisão sistemática não permite uma conclusão confiável devido à presença de alta heterogeneidade e provável viés de publicação nesta comparação
Título em inglês
Endoscopic versus surgical treatment of ampullary adenomas: systematic review and meta-analysis
Palavras-chave em inglês
Adenoma
Ampulla of Vater
Clinical trials
Comparative studies
Duodenal neoplasms
Duodenoscopy
Endoscopy
Retrospective studies
Surgical procedures operative
Resumo em inglês
Objectives: To address the outcomes of endoscopic resection compared to surgery in the treatment of ampullary adenomas. Methods: A systematic review and meta-analysis was performed according to Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA) recommendations. Medline, Embase, Cochrane, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scopus and Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL) databases were scanned. Studies included patients with ampullary adenomas and comparison data considering endoscopic treatment and surgery for the following outcomes: Complete primary resection; Primary success; Reccurence; Final success; and Complications. The analysis were based on both random and fixed effects model. Results: Five retrospective cohort studies were selected, with 465 patients. All five studies had complete primary resection data available, showing a difference that favours surgical treatment (Risk Difference = -0.22, 95% Confidence Interval = -0.41 to -0.04). Primary success data were identified in all five studies too. Analysis showed that surgical approach overcome endoscopic treatment in this outcome (RD = -0.13, 95% CI = -0.24 to -0.02). Recurrence data was found in all studies (465 patients), with benefit for the surgical treatment (RD = 0.12, 95% CI = -0.01 to 0.22). Analyzing the final success outcome, available in all studies, we found no difference between the two therapeutic approaches (RD = -0.06, 95% CI = -0.15 to 0.04). Three studies (251 patients) presented complication data and analysis shown no difference between the approaches (RD = -0.15, 95% CI = -0.53 to 0.23), not discarding the possibility of presence of selection bias for this outcome. Conclusions: Considering complete primary resection, primary success and recurrence outcomes, surgical approach achieves significantly better results. Regarding the final success, there was no difference between the two treatments. Addressing complication data, this systematic review does not allow for a reliable conclusion due to the presence of high heterogeneity and likely publication bias in this comparison
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.