• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-20052016-155024
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Peruzzo Rotta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Tanaka, Clarice (Presidente)
Malbouisson, Luiz Marcelo Sá
Yamauchi, Liria Yuri
Título em português
Assistência de fisioterapia na UTI está relacionada a redução de custos de internação?
Palavras-chave em português
Fisioterapia, Custos hospitalares
Respiração artificial
Unidades de terapia intensiva
Resumo em português
Introdução: A unidade de terapia intensiva (UTI) é conhecida por ser um setor de alta complexidade dos pacientes e por seu alto custo ao sistema hospitalar. A gravidade da doença, o tempo de internação na UTI e a necessidade de ventilação mecânica invasiva (VMI) são fatores conhecidos como influenciadores no custo destas unidades, sendo que aproximadamente 30% dos pacientes internados em UTI necessitam de VMI. Os objetivos deste estudo foram avaliar os custos de internação em UTI comparando unidades com assistência de fisioterapia 24 horas e unidades com assistência de fisioterapia 12 horas e analisar o impacto da fisioterapia nos referidos custos. Método: Este é um estudo observacional, prospectivo, realizado em um hospital geral, público e de grande porte, localizado na cidade de São Paulo. Foram incluídos pacientes clínicos e cirúrgicos com 18 anos de idade ou mais, que estiveram em VMI por um período >= 24 horas e que receberam alta da UTI para a enfermaria. A coleta de dados incluiu diagnóstico de internação hospitalar, diagnóstico de admissão na UTI, gravidade do paciente no momento da admissão na UTI através do Acute Physiology and Chronic Health Disease Classification (APACHE II), tempo de VMI e tempo de internação na UTI; para a análise de custos utilizamos a ferramenta Omega French Score. Um modelo de regressão linear múltipla foi construído para verificar a associação entre o custo de internação em UTI com o turno diário de assistência fisioterapêutica. Resultados: Foram incluídos na amostra 815 pacientes, distribuídos em dois grupos conforme o turno de fisioterapia existente na UTI: 332 pacientes em UTI's com 24 horas de assistência fisioterapêutica (PT-24) e 483 pacientes em UTI's com 12 horas de assistência fisioterapêutica (PT-12). Os grupos não apresentaram diferença quanto ao APACHE II (p=0,65); comparado ao grupo PT-12 o grupo PT-24 era mais velho (p < 0,001), apresentou menor tempo de VMI (p < 0,001) e de internação na UTI (p=0,013). Quanto a análise de custos o grupo PT-24 apresentou custos menores indicados pela menor pontuação no Omega 3 (p=0,005) e Omega Total (p=0,010), menor custo direto, custo com equipe médica e enfermagem (p=0,010). A análise de regressão linear múltipla indicou associação do custo da internação em UTI com as variáveis APACHE II (p < 0,001), tempo de internação da UTI (p < 0,001) e assistência fisioterapêutica em turnos de 24 horas (p=0,05). Conclusão: O grupo com assistência de fisioterapia em turnos de 24 horas apresentou custos menores sendo que a severidade da doença, o tempo de internação na UTI e a assistência de fisioterapia foram variáveis preditoras para redução de custo de internação na UTI
Título em inglês
Is physical therapy assistance related to lower costs?
Palavras-chave em inglês
Artificial respiration
Hospital costs
Intensive care unit
Physical therapy specialty
Resumo em inglês
Background: Intensive care unit (ICU) is considered a complex and expensive hospital department. The severity of illness, the length of ICU stay and the need for invasive mechanical ventilation (IMV) are known as influencing factors of costs to these units and approximately 30% of patients admitted at ICU will need IMV. Our aim is to address the costs related to ICU stay by comparing units with the provision of a daily 24-hour physiotherapy shift to a regular 12-hour PT shift and to analyze the impact of physical therapy in ICU costs. Method: This is a prospective, observational study, carried out in a general, public and large hospital, located in the city of São Paulo. Were included in the sample clinical and surgical patients, aged >=18 years old, invasive mechanically ventilated (IMV) >= 24 hours and discharged to ward were included. Data collection included reason of hospital admission and reason of ICU admission; Acute Physiology and Chronic Health Disease Classification System II (APACHE II); IMV duration; ICU-LOS; for cost analysis we use the Omega French Score. A multiple linear regression model was constructed to verify the association between costs of ICU stay and daily shift of physiotherapy. Results: 815 patients were included, distributed into two groups: 332 patients at ICUs with 24-hour physiotherapy shift (PT-24) and 483 patients in ICUs with 12-hour physiotherapy shift (PT-12). There was no statistical difference between the groups regarding the APACHE II (p=0,65); the PT-24 group was older (p < 0,001), and featured better clinical outcome when compared to the PT-12 group with shorter IMV (p < 0,001) and duration of stay in the ICU (p=0,013). About cost analysis the PT-24 group showed lower scores on Omega 3 (p=0,005) and Omega (p=0,010), lower direct cost, cost of medical and nursing staff (p=0,010). Multiple linear regression reveal that costs of ICU hospitalization to be associated to APACHE II (p < 0,001), length of ICU stay (p < 0,001) and 24-hour physiotherapy assistance (p=0,05). Conclusion: Patients in the group with the assistance of physiotherapy in 24-hour shifts presented decreased total and staff costs, physiotherapy assistance were considered predictor for cost reduction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-05-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.