• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Carina Carvalho Correia Coutinho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Casarotto, Raquel Aparecida (Presidente)
Alfredo, Patricia Pereira
Schmitt, Ana Carolina Basso
Silva, Talita Naiara Rossi da
Título em português
Efeito da associação do alongamento do tronco aos exercícios de estabilização segmentar na lombalgia crônica inespecífica: um ensaio clínico randomizado
Palavras-chave em português
Dor lombar
Ensaio clínico controlado aleatório
Estabilização segmentar
Exercícios de alongamento muscular
Modalidades de fisioterapia
Reabilitação
Resumo em português
Objetivo: Verificar a eficácia da associação do alongamento do tronco com exercícios de estabilização segmentar em pacientes com dor lombar crônica inespecífica (LCI). Métodos: Trinta e quatro indivíduos com diagnóstico de lombalgia crônica inespecífica de ambos os sexos, com idade entre 18 e 65 anos, foram randomizados em dois grupos: Grupo Alongamento Placebo + Estabilização Segmental (GAPES) e Grupo Alongamento + Estabilização Segmentar (GAES). Cada grupo realizou 12 sessões de tratamento de uma hora, duas vezes por semana. Os desfechos primários foram: intensidade da dor (Escala Numérica de Dor-END); avaliação qualitativa da dor (Questionário McGill-QMG); e incapacidade funcional (Questionário de Incapacidade de Rolland e Morris-QRM). Os desfechos secundários foram: percepção do efeito global (PEG); estado emocional (Inventário de Depressão de Beck-IDB e Escala Visual Analógica para Ansiedade-EVA-A); sinais e sintomas adversos; e satisfação do paciente (MedRisk). Cada sujeito foi avaliado no início e no fim do tratamento (seis semanas) e seguido três e seis meses após a intervenção. O nível de significância definido em alfa é igual a 0,05. Resultados: Não houve diferença significativa entre os dois grupos de tratamento na redução da intensidade e na qualidade da dor, na incapacidade funcional, na ansiedade e nos índices emocionais após o término do tratamento e durante o follow up. Conclusão: As duas propostas são efetivas no tratamento de LCI, com resultados estatisticamente significantes nos desfechos estudados. No entanto, a associação de exercícios de alongamento de tronco com os de estabilização segmentar não foi mais efetiva do que o uso isolado de estabilização segmentar lombar (ESL)
Título em inglês
Effect of the association between trunk stretching and segmental stabilization exercises on low back pain: a randomized controlled trial
Palavras-chave em inglês
Low back pain
Muscle stretching exercise
Physical therapy modalities
Randomized controlled clinical trial
Rehabilitation
Segmental stabilization
Resumo em inglês
Objective: To verify the effectiveness of the association of trunk stretching with segmental stabilization exercises in patients with non-specific chronic low back pain (LCI) Methods: Thirty-four individuals with a diagnosis of non-specific chronic low back pain of both sexes, aged between 18 and 65 years. They were randomized into two groups: Group Stretching Placebo + Segmental Stabilization (GSPSS) and Group Stretching + Segmental Stabilization (GSSS), each group received 12 sessions of one hour, twice a week. The primary outcomes were pain intensity (Numerical Rating Scale-NRS); qualitative pain assessment (McGill Questionnaire); functional disability (Rolland and Morris Questionnaire-RMQ). The secondary outcomes were perception of the overall effect Global Effect; emotional state (Beck Depression Inventory-BDI and Analog Visual Scale for Anxiety-VAS-A); adverse signs and symptoms; and patient satisfaction (MedRisk). Each subject was assessed at the baseline and in the end of treatment (six weeks) and followed up three and six months post-intervention. The significance level set at Alpha = 0.05. Results: There was no significant difference between the two treatment groups in reducing intensity and quality of pain, functional disability, anxiety and emotional indexes after the end of the treatment and during follow up. Conclusion: The two treatment proposals are effective in the treatment of LCI, with statistically significant results in the outcomes studied, but the association of trunk elongation exercises with those of segmental stabilization was not more effective than the isolated use of ESL
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.