• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.55.2017.tde-02082017-104605
Documento
Autor
Nome completo
Kamila Takayama Lyra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2017
Orientador
Banca examinadora
Isotani, Seiji (Presidente)
Brandão, Anarosa Alves Franco
Prates, Raquel Oliveira
Queiroz, Salete Linhares
Título em português
Impacto do uso de infográficos como materiais de aprendizagem e suas correlações com satisfação, estilos de aprendizagem e complexidade visual
Palavras-chave em português
Classificação de infográficos
Estilos de aprendizagem
Infográficos
Satisfação
Visualização de informação
Resumo em português
O crescente uso de ambientes virtuais de aprendizagem faz com que os professores e desenvolvedores precisem avaliar qual o melhor formato de visualização a ser utilizado. Infográfico é tipo de visualização de informação que vem ganhando popularidade no contexto educacional. Ele utiliza figuras, gráficos e curtas explicações textuais associados à elementos de design, para transformar informações complexas em visualizações simples. No entanto, poucos trabalhos empíricos investigam a interferência do formato infográfico no processo de aprendizagem e consideram a influência dos estados afetivos (em particular a satisfação) e a preferência (i.e. estilo de aprendizagem) do aluno na sua capacidade de reter informação quando o material apresentado é o infográfico. Esse trabalho de mestrado tem como objetivo investigar os benefícios educacionais do uso de infográficos como material de aprendizagem comparando-os com materiais tradicionais, texto puro e gráfico+texto. Também visa analisar a influência de outras variáveis experimentais no processo de aprendizagem como complexidade do infográfico, satisfação e estilo de aprendizagem. Para isso, foi executado um experimento com 74 alunos de graduação distribuídos entre três formatos de materiais de aprendizagem (i.e. infográficos, gráficos+texto e texto puro) em uma sessão de aprendizagem individual suportada por computador. Os sujeitos foram avaliados quanto à aprendizagem imediata, retenção e perda de conhecimento, satisfação, estilos de aprendizagem e tempo. Os resultados obtidos sugerem que os infográficos são tão bons para a aprendizagem e retenção de conhecimento quanto os materiais tradicionais. Não foram encontradas evidências de que os estilos de aprendizagem visual ou verbal têm impacto na aprendizagem ou na satisfação dos alunos. Além disso, foram encontrados indícios de que satisfações positivas podem resultar em uma maior retenção de conhecimento. Para analisar a variável complexidade, foi proposto um framework para classificação dos infográficos. Pode-se concluir que, de fato, infográficos classificados como de baixa complexidade proporcionam maior aprendizagem. No entanto, o aprendizado por meio dos infográficos de complexidade alta não foi significativamente menor. É possível atribuir essa queda não significativa à natureza explicativa dos infográficos, capaz de estabilizar o aprendizado do aluno a partir de um determinado nível de complexidade, mesmo que a complexidade aumente.
Título em inglês
Impact of using infographics as learning materials and their correlation with satisfaction, learning styles and visual complexity
Palavras-chave em inglês
Enjoyment
Infographics
Infographics classification
Information visualization
Learning styles
Resumo em inglês
The increasing use of virtual learning environments lead teachers and developers to assess what is the best visualization format to use. Infographic is an information visualization format that has gained the educational context. It uses figures, graphs, and short textual explanations associated with design elements, to transform complex information into simple display. However, few empirical studies investigate the interference of the infographic format in the learning process and consider the influence of affective states (in particular enjoyment) and preference (i.e., learning styles) in students information retention when using infographics. This masters dissertation aims at investigating the educational benefits of using infographics as learning material and comparing them to traditional materials, pure text and graphic+text. In addition, it aims at analysing the influence of other experimental variables such as infographics complexity, students satisfaction and learning style. For this, an experiment was carried out with 74 undergraduate students distributed among three formats of learning materials (i.e., infographics, graphics+text and pure text) in a computer-supported individual learning session. Subjects were evaluated about immediate learning, retention and loss of knowledge, satisfaction, learning styles and time. The results suggest that infographics are as good for learning and retention as traditional materials. There is no evidence that visual or verbal learning styles impact on student learning or enjoyment. In addition, evidence has been found that positive satisfactions may result in greater retention of information. To analyze the infographics complexity, a framework was proposed to classify infographics. It can be concluded that, in fact, infographics classified as low complexity provide greater results for learning. However, learning through infographics of high complexity was not significantly smaller. It is possible to assign this non-significant dacay to the infographics explanatory nature, capable of steading the students learning from a certain level of complexity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.