• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2013.tde-08032013-085511
Documento
Autor
Nome completo
Igor Almeida de Meneses
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Souza, Sergio Luis Scombatti de (Presidente)
Grisi, Daniela Corrêa
Taba Junior, Mario
Título em português
Análise comparativa entre retalho semilunar modificado posicionado coronalmente e retalho posicionado coronalmente. Estudo clínico controlado randomizado
Palavras-chave em português
recobrimento radicular
retalho semilunar modificado posicionado coronalmente.
retalho semilunar posicionado coronalmente
retração gengival
Resumo em português
Objetivo: Este trabalho avaliou comparativamente, por meio de parâmetros clínicos, as técnicas cirúrgicas do retalho posicionado coronalmente versus retalho semilunar modificado posicionado coronalmente. Materiais e Métodos: Foram selecionados 17 pacientes que apresentavam ao menos duas retrações gengivais classe I de Miller em dentes não molares da mesma arcada, bilateralmente. Os parâmetros clínicos avaliados foram: profundidade de sondagem (PS), índice de sangramento à sondagem (ISS), nível clínico de inserção (NCI), altura (ARG) e largura (LRG) das retrações gengivais, altura (AMQ) e espessura (EMQ) da mucosa queratinizada e altura (APAR) e largura (LPAR) das papilas mesiais e distais à retração. Um lado, aleatoriamente selecionado, recebeu retalho posicionado coronalmente (Grupo Controle-GC), enquanto no outro lado foi utilizada a técnica do retalho semilunar modificado posicionado coronalmente (Grupo Teste-GT). Resultados: Os parâmetros clínicos avaliados não apresentaram diferença estatística entre grupos. Na análise intra-grupos, houve diferença estatisticamente significante em relação ao nível clínico de inserção e a altura da retração gengival em ambos os grupos na comparação entre o pré-tratamento x 3 meses e pré-tratamento x 6 meses. A largura da retração gengival apresentou diferenças intra-grupos apenas no GC na comparação pré-tratamento x 3 meses e pré-tratamento x 6 meses. O recobrimento radicular médio obtido foi de 75,26% para o GC e 61,82% para o GT. O recobrimento radicular completo obtido foi de 47,05% para o GC e 22,22% para o GT. Conclusão: Ambas as técnicas foram eficientes na redução de retrações gengivais classe I de Miller, com vantagem apenas numérica para a técnica do retalho posicionado coronalmente.
Título em inglês
Comparative analysis between modified semilunar coronally positioned flap and coronally advanced flap. A randomized controlled clinical trial.
Palavras-chave em inglês
gingival recession
modified semilunar coronally positioned flap.
root coverage
semilunar coronally positioned flap
Resumo em inglês
The aim of this study was to compare the modified semilunar coronally positioned flap (MSCPF) to coronally positioned flap (CPF), evaluating clinical parameters. Seventeen patients with bilateral Miller class I gingival recessions in non-molar teeth in the same jaw were selected. Clinical measurements of probing pocket depth (PPD), bleeding on probing index (BOP), clinical attachment level (CAL), gingival recession height (GRH) and width (GRW), width (WKT) and thickness of keratinized tissue (TKT), and adjacent papillae height (APH) and width (APW) were determined at baseline, 3 and 6 months post-surgical treatment. One recession, randomly assigned, received MSCPF and the other was treated with CPF. Between groups analysis showed no statistical differences for all parameters. Intra-group analysis showed statistically significant differences for CAL and GRH in both groups for baseline x 3 months and baseline x 6 months and for GRW in the CPF Group for the same time intervals. Mean root coverage was 75.26% for the CPF Group and 61.82% for the MSCPF Group. Complete root coverage was 47.05% for CPF and 22.22% for MSCPF. Both techniques were effective in reducing Miller class I gingival recessions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-12-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.