• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2012.tde-04122012-161754
Documento
Autor
Nome completo
Luís Eduardo Souza Flamini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Cruz Filho, Antonio Miranda da (Presidente)
Baratto Filho, Flares
Pecora, Jesus Djalma
Título em português
Estudo morfológico e análise da microdureza da dentina na área de furca de dentes molares inferiores
Palavras-chave em português
furca
microdureza
molares inferiores
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo avaliar a microdureza dentinária da região da furca de molares inferiores, assim como estudar, por meio da MEV, a morfologia da dentina nessa região. Utilizaram-se 10 espécimes, os quais tiveram a coroa seccionada transversalmente ao meio, sendo descartada a porção oclusal. As raízes mesial e distal foram cortadas próximas ao terço cervical, desprezando-se os terços médio e apical. O remanescente dental foi incluído em acrílico de rápida polimerização e cortado longitudinalmente ao meio, obtendo-se duas hemi-secções. Uma foi destinada ao estudo da morfologia, na qual observaram-se as características da dentina e o sentido dos canalículos dentinários. Na outra, realizou-se a análise da microdureza, por meio de aparelho de dureza Knoop, com carga de 10g por 15s. A área de furca foi estabelecida como sendo a região compreendida entre duas retas ortogonais traçadas a partir do ponto de máxima concavidade da superfície externa da bifurcação. A microdureza foi avaliada nas camadas de dentina superficial (próxima ao assoalho), média e interna (mais próxima à concavidade externa da furca), assim como nos três eixos, mesial (paralelo à reta traçada junto à mesial da furca), central (paralela à bissetriz entre as retas) e distal (paralela à reta traçada junto à distal). Realizaram-se cinco medidas para cada eixo, obtendo-se uma média por eixo. As mensurações foram submetidas à análise estatística (oneway ANOVA) ( α= 0,05). Os resultados mostraram não haver diferença significante (p>0,05) entre a dureza das porções mesial (46,5±6,4), central (47,3±8,1) e distal (49,7±6,5). Em relação às camadas, o teste de Tukey evidenciou diferença significante apenas entre as camadas interna (51,7±2,5) e externa (41,4±2,4) (p<0,05). As imagens da MEV mostraram que os canalículos dentinários assumem trajetória centrípeta em direção à porção interna. Os canalículos dentinários na camada externa apresentam-se amplos e com a luz bastante evidente. Na camada média os canalículos são mais atresiados, ao passo que na interna, a dentina assemelha-se à dentina esclerótica. Conclui-se que a microdureza dentinária na área de furca é uniforme nos 3 eixos. A camada interna é mais dura que a externa. A dentina da região de furca parece ser um tecido bastante mineralizado, tendendo a uma maior calcificação dos canalículos à medida que se aproxima da camada interna.
Título em inglês
Morphological study and analysis of the dentin microhardness in furcation areas of mandibular molars
Palavras-chave em inglês
furcation
mandibular molars
microhardness
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the dentin microhardness in furcation areas of mandibular molars and to study the dentin morphology in these regions by scanning electron microscopy (SEM). The crows of ten specimens were transversely sectioned and the occlusal portions were discarded. The mesial and distal roots were cut near to the cervical third ignoring the middle and apical thirds. The remaining teeth were included in rapid polymerization acrylic stubs and cut longitudinally resulting in two hemi-sections. One was designed to study the morphology in which was possible to observe characteristics of the dentin and dentinal tubules direction. The other one was used to perform analysis of the microhardness using a Knopp device with load of 10g/15s. The furcation areas were established as the regions between two orthogonal lines drawn from the point of maximum concavity of the outer surface of the bifurcation. Microhardness was measured in the superficial layers of dentin (next to the floor), middle and inner (closest to the concavity of the external furcation), as well as in the three axes: mesial (parallel to the straight line along the mesial furcation), central (parallel to the bisectrix between the lines) and distal (parallel to the line drawn along the distal). Five measurements were performed for each axis yielding an average in each one. The measurements were subjected to statistical analysis (one way - ANOVA) (α = 0.05). The results showed no significant difference (p> 0,05) between the microhardness of the mesial (46.5±6.4), central (47.3±8.1) and distal portions (49.7±6.5). In relation to the layers, the Tukey test showed significant differences only between the inner (51.7±2.5) and outer (41.4±2.4) layers (p <0.05). The SEM images showed that the dentinal tubules assumes centripetal trajectory toward the inner portion. These ones, in the outer layer, presents larger and more evident. In the middle layer are thinner and in the inner layer the dentin is similar to sclerotic dentin. In this study was possible to observe that the microhardness of dentin in the furcation areas is uniform across to the three axes. The inner layer is harder than the outer. The dentin of the furcation areas appears to be a very mineralized tissue having a bigger calcification as it approaches to the inner layer.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.