• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.58.2017.tde-07122015-101145
Documento
Autor
Nome completo
Polliana Vilaça Silva Antunes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Cruz Filho, Antonio Miranda da (Presidente)
Borges, Alvaro Henrique
Dibb, Regina Guenka Palma
Rached Junior, Fuad Jacob Abi
Sousa Neto, Manoel Damião de
Título em português
Avaliação da microdureza dentinária, resistência de união e profundidade de penetração do cimento obturador à dentina radicular após irrigação final com solução de quitosana: estudo ex-vivo, por meio do teste mecânico "push out" e microscopia confocal a laser
Palavras-chave em português
EDTA
Microscopia confocal
Quitosana
Resistência ao cisalhamento
Testes de dureza
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo avaliar, por meio da análise da microdureza dentinária, teste push-out e microscopia confocal a laser, a influência da irrigação final do canal radicular com quitosana 0,2% e EDTA 15% sobre a adesão e penetração do cimento endodôntico através dos túbulos dentinários. Selecionaram-se 50 caninos superiores humanos, os quais após a remoção das coroas foram instrumentados com Reciproc® e hipoclorito de sódio 1%. Os espécimes foram distribuídos em 5 grupos (n=10), conforme protocolo de irrigação final: G1- irrigação convencional com EDTA 15%; G2- EndoVac com EDTA 15%; G3- irrigação convencional com quitosana 0,2%; G4- EndoVac com quitosana 0,2%; G5- grupo controle (sem irrigação final). As raízes foram obturadas pela técnica da condensação lateral com AH Plus e seccionadas transversalmente. O primeiro slice de cada terço foi destinado à resistência de união por cisalhamento por extrusão (RU), e o segundo slice às análises de microdureza dentinária e microscopia confocal a laser. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística descritiva com números absolutos, médias e desvios-padrões e análise de variância de Kruskal-Wallis seguido de teste de Tukey, com significância de 5%. Os resultados mostraram que em todos os grupos houve redução da microdureza dentinária de forma significantemente diferente ao controle (p=0,001). Na comparação intragrupos entre G1, G2 e G3 a penetração de cimento endodôntico no terço cervical foi maior que no apical (p<0,005). No G4 não houve diferença significante entre os três terços (p=0,481). Para a RU, considerando os terços cervical e apical, houve semelhança entre todos os protocolos de irrigação, sendo esses diferentes estatisticamente do grupo controle (p<0,001). Em geral, a resistência de união observada no terço cervical foi estatisticamente superior aos demais terços (p<0,001). No terço cervical dos espécimes em geral, houve predominância de falhas mistas (55,4%) e de falhas adesivas à obturação nos terços médio (58,8%) e apical (56,8%). Concluiu-se que o uso das soluções estudadas, independentemente do protocolo, reduziram a microdureza nos três terços radiculares, favoreceram a penetração do cimento através dos túbulos e aumentaram a adesão do cimento às paredes dentinárias em relação ao controle.
Título em inglês
Evaluation of root dentin microhardness, bond strength and sealer penetration depth after final irrigation with chitosan solution: an ex-vivo study, through "push out" mechanical test and laser confocal microscopy
Palavras-chave em inglês
Bond strength
Chitosan
Confocal microscopy
EDTA
Hardness tests
Resumo em inglês
This study aimed to assess, through dentin hardness analysis, push-out tests and laser confocal microscopy, the influence of root canal final irrigation with 0.2% chitosan and 15% EDTA among endodontic cement adhesion and penetration through the dentinal tubules. Fifty human upper canines were selected. After crowns cut off and removal, roots were instrumented with Reciproc® and 1% sodium hypochlorite. The specimens were divided into 5 groups (n = 10) according to final irrigation protocol: G1- conventional irrigation with 15% EDTA; G2-EndoVac use + 15% EDTA; G3- conventional irrigation with 0.2% chitosan; G4-EndoVac use with 0.2% chitosan; G5- control group (without final irrigation). Roots were filled by lateral condensation technique with AH Plus and sectioned transversely. The first slice of each third was reserved for bond strength shear extrusion (SE) tests, and the second slice for dentin microhardness and laser confocal microscopy analysis. Data were submitted to descriptive statistical analysis with absolute numbers, means, standard deviations and Kruskal-Wallis variance analysis followed by Tukey's test. A significance level of 5% was considered. Results showed that in all groups there was a reduction in dentin microhardness, with significantly difference if compared with the control group (p=0.001). In intra-groups comparisons between G1, G2 and G3, cervical third sealer penetration was higher than apical third (p<0.005). In the G4 there was no significant difference between thirds (p=0.481). In the SE cervical and apical thirds comparisons, showed to be similar among all irrigation protocols, with statistically difference from the control group (p<0.001). The bond strength observed in the cervical third was statistically higher to the other thirds (p<0.001). In specimens cervical third, there was a predominance of mixed failures (55.4%) and adhesive failures on obturation in the middle (58.8%) and apical (56.8%) thirds. It can be concluded that regardless of the protocol, the studied solutions reduced the microhardness in the three root thirds, favored tubules cement penetration and increased dentin walls cement adhesion if compared to the control group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.