• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2009.tde-19032010-105032
Documento
Autor
Nome completo
Danielle Cristina Rosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Vansan, Luiz Pascoal (Presidente)
Alfredo, Edson
Cruz Filho, Antonio Miranda da
Título em português
Análise comparativa ex vivo da quantidade de material extruído apicalmente por diferentes técnicas mecanizadas de instrumentação dos canais radiculares.
Palavras-chave em português
endodontia
extrusão apical
instrumentos rotatórios de Ni-Ti
técnicas manuais
técnicas rotatórias
Resumo em português
O tratamento endodôntico é constituído por uma sequência de fases que devem ser respeitadas e conduzidas com o mesmo grau de importância para o sucesso da terapia endodôntica. Atenção especial é dada a fase do o preparo biomecânico do canal radicular, que pode ocasionar extrusão de restos pulpares, tecido necrosado, rapas de dentina e substâncias químicas auxiliares através do forame apical, provocando uma reação inflamatória ou flare-up. Com o intuito de se obter um pós-operatório com êxito, realizou-se um estudo com o objetivo de avaliar, ex vivo, a quantidade de material extruído através do forame apical durante o preparo do canal radicular pelas seguintes técnicas: manual Step-Back, mecanizada rotatórias Crown Down e Free Tip Preparation. Trinta incisivos inferiores foram distribuídos aleatoriamente em 3 grupos (n=10), de acordo com as seguintes técnicas de instrumentação: G1- técnica manual Step Back (controle); G2- Crown Down; G3- Free Tip Preparation. Todos os grupos foram instrumentados a 0,5mm aquém do forame apical. O material extruído foi coletado em um Dispositivo Coletor de Material Extruído(DCME), confeccionado especificamente para essa finalidade e a extrusão apical foi calculada pela determinação da massa de material sólido extruído. Os valores obtidos foram analisados pelo teste de Kruskal- Wallis e o teste complementar de Dunn`s Multiple, com P=0.05, como nível de significância estatística. Os resultados mostraram que a técnica Step-Back promoveu maior quantidade de material extruído através do forame apical; e que não houve diferença estatística significante entre as técnicas Crown Down e Free Tip Preparation. Pode-se concluir também que houve extrusão de material sólido através do forame apical em todas as técnicas de instrumentação estudadas.
Título em inglês
Ex vivo comparative analysis of the quantity of material extruded apically by different mechanized root canal debriding instruments.
Palavras-chave em inglês
apical extrusion
endodontics.
engine-driven techniques
manual techniques
rotary instruments Ni-Ti
Resumo em inglês
Endodontic treatment is constituted of a sequence of stages that must be respected and performed with the same degree of importance in order to ensure the success of endodontic therapy. Special attention is paid to the stage of biomechanical preparation of the root canal, which may cause the extrusion of pulp remainders, necrotic tissue, dentin scrapings and auxiliary chemical substances through the apical foramen, causing an inflammatory reaction or flare-up. With the intention of achieving successful post-operative period, a study was conducted with the aim of making an ex vivo evaluation of the quantity of material extruded through the apical foramen during root canal preparation, by means of the following techniques: manual Step-Back, mechanized rotary Crown Down and Free Tip Preparation. Afterwards, the teeth were randomly assigned to three equal groups (n=15) according to post length, as follows: G1 manual Step-Back technique (control); G2 - Crown Down; G3 - Free Tip Preparation. All the groups were instrumented to 0.5 mm short of the apical foramen. The extruded was collected in an Extruded Material Collecting Device (EMCD), made specifically for this purpose, and apical extrusion was calculated by determining the mass of solid material extruded. The values obtained were analyzed by the Kruskal-Wallis test and complementary Dunns Multiple test, with P=0.05, as the level of statistical significance. The results showed that the Step-Back technique promoted the largest amount of material extruded through the apical foramen; and that there was no statistically significant difference between the Crown Down and Free Tip Preparations. It could also be concluded that there was extrusion of solid material through the apical foramen in all the studied instrumentation techniques used.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
me_danielle_rosa.pdf (909.37 Kbytes)
Data de Publicação
2010-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.