• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2017.tde-20032015-095400
Documento
Autor
Nome completo
Keila de Almeida Franceschini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Sousa Neto, Manoel Damião de (Presidente)
Dibb, Regina Guenka Palma
Penna, Luiz Alberto Placido
Título em português
Avaliação ex vivo da resistência de união de cimento à base de resina epóxica na dentina humana irradiada com laser Er,Cr:YSGG
Palavras-chave em português
Adesividade
Er,Cr:YSGG
Laser
Resumo em português
O objetivo do presente estudo foi avaliar, ex vivo, a influência da irradiação do laser Er,Cr:YSGG na resistência de união do material obturador à base de resina epóxica à dentina radicular, por meio do teste de push-out, e na interface dentina/material obturador, por meio de microscopia confocal a laser. Avaliou-se, ainda, a variação de temperatura externa da dentina radicular durante irradiação. Para tanto, 96 caninos foram instrumentados com sistema rotatório K3 até #45/.02 e irrigados com 2 mL de água destilada e deionizada entre os instrumentos utilizados. Os espécimes foram distribuídos em 3 grupos (n=32) em função do protocolo de irrigação final (10 mL): água destilada e deionizada, NaOCl 1% e EDTAC 17%. Em seguida, foram redistribuídos em 4 subgrupos (n=8), de acordo com a irradiação do laser: não irradiado, 2 W/20 Hz, 3 W/20 Hz e 4 W/20 Hz. Durante a irradiação, foram aferidos os valores máximo e mínimo de temperatura na parede radicular externa nos terços cervical, médio e apical e no ápice radicular. Após irradiação, os espécimes foram obturados com cimento AH Plus e guta-percha pela técnica de condensação lateral. Decorridos três vezes o tempo de endurecimento o tempo de do cimento, as raízes foram seccionadas transversalmente em slices de 1 mm de espessura. Dois slices de cada terço foram submetidos ao push-out em máquina universal de ensaios e o tipo de falha foi analisado em lupa estereoscópica e classificado em: adesiva ao material obturador, adesiva à dentina, mista, coesiva no material obturador e coesiva na dentina. O slice restante foi submetido à análise em microscopia confocal a laser, onde avaliou-se a porcentagem de perímetro da secção transversal do canal radicular com tags de cimento e a profundidade dos tags na interface dentina/material obturador de forma quali-quantitativa. Os dados de resistência de união (Mpa) e porcentagem de perímetro com tags foram analisados por meio do teste ANOVA; enquanto os dados da variação de temperatura (ºC) e profundidade dos tags (μm) por meio do teste de Kruskal-Wallis, ambos seguidos de teste de Tukey. A irradiação do laser Er,Cr:YSGG aumentou a resistência de união do cimento obturador à dentina, independente da irrigação final, sendo que os maiores valores foram obtidos para as potência de 3 W (4,02±1,32) e 4 W (4,18±0,98) e os menores valores para o grupo não irradiado (2,64±0,58) (p<0,05). A potência de 2 W (3,28±0,91) apresentou valores intermediários. A irrigação final com EDTAC 17% resultou em maiores valores de resistência de união (4,01±1,02) quando comparado à água destilada (3,11±1,09) e ao NaOCl 1% (3,47±1,18) (p<0,05). Em relação aos terços radiculares, o terço cervical (4,01±1,21) apresentou valor de resistência de união estatisticamente maior que o terço apical (3,04±0,89), enquanto o terço médio apresentou valores intermediários (3,54±1,15) (p<0,05). Em todos os grupos foi observado maior percentual de falhas adesivas e mistas. Nos grupos irradiados com 3 W [21,1 (14,1-27,7)] e 4 W [17,8 (11,9-23,7)] foi observado maior profundidade de tags do material obturador quando comparado ao grupo não irradiado [12,9 (9,0-20,0)]; a potência de 2 W promoveu valores intermediários [15,6 (11,7-23,3)] de profundidade de tags. Os maiores percentuais de perímetro com tags foram observados para os grupos irradiados, não havendo diferença estatística entre eles (p>0,05). O aumento da temperatura foi proporcional ao aumento da potência do laser, não excedendo 3 ºC. Concluiu-se que o laser Er,Cr:YSGG promoveu aumento da resistência de união do cimento à base de resina epóxica à dentina radicular, com maior formação de tags em todas as potências estudadas, principalmente quando associado à irrigação final com EDTAC 17%; o aumento da temperatura durante a irradiação não foi considerado elevado a ponto de prejudicar os tecidos adjacentes.
Título em inglês
Ex vivo bond strength of an epoxy resin-based root canal sealer to human root dentin irradiated with Er,Cr:YSGG laser
Palavras-chave em inglês
Bond strength
Er,Cr:YSGG
Laser
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate ex vivo the influence of Er,Cr:YSGG laser irradiation on the bond strength of an epoxy resin-based root canal sealer to root dentin, using the push-out test, and on the dentin/filling material interface, using confocal laser microscopy. The temperature variation on the outer root dentin during irradiation was also evaluated. For this purposes, 96 canines were instrumented with K3 rotary system up to the #45/.02 instrument, irrigating with 2 mL of distilled and deionized water at each change of instrument. The specimens were randomly assigned to 3 groups (n=32), according the final irrigation protocol (10 mL): distilled and deionized water, 1% NaOCl and 17% EDTAC. They were next reassigned into 4 subgroups (n=8), according to the laser irradiation parameters: non-irradiated, 2 W/20 Hz, 3 W/20 Hz and 4 W/20 Hz. During irradiation, the maximum and minimum temperatures were measured on the outer root dentin wall in the cervical, middle and apical thirds as well in the root apex. Following irradiation, the canals were filled with lateral condensation of AH Plus sealer and gutta-percha cones. After a period three times longer than the sealers setting time, the roots were sectioned transversally to obtain 1-mm-thick slices. Two slices from each third were subjected to a push-out test in a universal testing machine and the failure mode was analyzed with stereoscopic lens and classified as: adhesive to the filling material, adhesive to dentin, mixed, cohesive in the filling material and cohesive in dentin. The remaining slice was analyzed by confocal laser microscopy to evaluate the percentage of the perimeter of the root canal cross-section with sealer tags. The depth of tags at the dentin/filling material interface was evaluated in a quali-quantitative manner. Bond strength (MPa) data and the percentage of perimeter with tags were analyzed by ANOVA, while temperature variation (ºC) and tag depth (μm) were analyzed by Kruskal-Wallis test, both followed by Tukeys test. The Er,Cr:YSGG laser irradiation increased sealer bond strength to dentin, regardless of the final irrigation protocol. The highest values were obtained for 3 W (4.02±1.32) and 4 W (4.18±0.98) powers and the lowest for the non-irradiated group (2.64±0.58) (p<0.05). The use of 2 W power (3.28±0.91) resulted in intermediate values. Final irrigation with 17% EDTAC provided higher bond strength (4.01±1.02) compared with distilled water (3.11±1.09) and 1% (NaOCl 3.47±1.18) (p<0.05). Regarding the root thirds, the cervical third (4.01±1.21) presented significantly higher bond strength than the apical third (3.04±0.89), while the middle third presented intermediate values (3.54±1.15) (p<0.05). In all groups, there was a greater percentage of adhesive and mixed failures. In the groups irradiated with 3 W [21.1 (14.1-27.7)] and 4 W [17.8 (11.9-23.7)], it was observed a greater depth of filling material tags compared with the non-irradiated group [12.9 (9.0-20.0)]; 2 W power produced intermediate tag depth values [15.6 (11.7-23.3)]. The greatest percentage of canal perimeter with sealer tags was observed in the irradiated groups, with no statistically significant difference among them (p>0.05). The temperature rise was proportional to the increase of laser power, not surpassing 3 °C. It was therefore concluded that Er,Cr:YSGG laser irradiation increased the bond strength of an epoxy resin-based sealer to root dentin, with greater formation of sealer tags when for all tested powers, especially if combined with final irrigation with 17% EDTAC; temperature rise during irradiation was not considered high enough to cause harmful effects to the adjacent tissues.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.