• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2013.tde-25112013-090400
Documento
Autor
Nome completo
André Mario Maia Dante
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Regalo, Simone Cecilio Hallak (Presidente)
Goiato, Marcelo Coelho
Vitti, Mathias
Título em português
Função do sistema estomatognático em indivíduos dentados após tratamento de câncer de cabeça e pescoço comparados com indivíduos saudáveis
Palavras-chave em português
câncer de cabeça e pescoço
eletromiografia
força de mordida
sistema estomatognático
ultrassonografia
Resumo em português
O câncer é considerado uma doença genética, extremamente complexa, que resulta de alterações concomitantes em genes geralmente relacionados à proliferação, diferenciação e morte celular. Os tumores de cabeça e pescoço englobam ampla variedade de neoplasias malignas que tem origem na mucosa do segmento aerodigestório superior, sendo responsável por cerca de 5% de todos os novos tumores diagnosticados. A Odontologia desempenha hoje um papel importante nas diferentes fases terapêuticas contra o câncer, seja na fase que antecede a cirurgia, em que uma avaliação prévia poderá reduzir de forma efetiva complicações oriundas de processos infecciosos ou inflamatórios crônicos, de origem bucal, que podem exacerbar após o tratamento cirúrgico, seja na prevenção das sequelas bucais que ocorrem durante e após o tratamento por radioterapia, como a osteorradionecrose dos tecidos da região irradiada. Esse estudo teve como objetivo avaliar, bilateralmente, por meio da eletromiografia (EMG), o padrão de comportamento (morfológico e funcional) da atividade dos músculos masseter e temporal nas condições clínicas de Repouso, Protrusão, Lateralidades direita e esquerda, Máxima Intercuspidação Habitual (MIH) e Mastigação com Parafilme M®. Avaliou também a espessura muscular por meio da ultrassonografia no Repouso e na Máxima Intercuspidação Habitual (MIH) e a força de mordida molar máxima direita e esquerda de dez indivíduos dentados totais, portadores de câncer de cabeça e pescoço, após tratamento de radioterapia no "Hospital do Câncer de Barretos (Fundação Pio XII)" e compará-los com um Grupo controle, pareados sujeito a sujeito, por peso, idade e gênero. As médias eletromiográficas evidenciaram que no Repouso, Protrusão e na Lateralidade esquerda ocorreram diferenças estatisticamente significantes. Na avaliação com o ultrassom, a espessura muscular foi maior para os indivíduos com câncer no repouso e na MIH com resultados estatisticamente significante somente para o temporal direito durante a MIH. Foi possível verificar durante a realização dos exames eletromiográficos que o comportamento de ativação das fibras musculares era desordenado nos indivíduos com câncer quando comparados com o Grupo controle. Os indivíduos tratados de câncer de cabeça e pescoço avaliados no presente estudo revelaram atividade eletromiográfica aumentada quando comparada com o Grupo de indivíduos controle para todas as situações clínicas. Este resultado é um forte indício de hiperatividade muscular. Pode-se concluir que o tratamento aplicado em indivíduos com câncer de cabeça e pescoço gerou um aumento na atividade eletromiográfica e na espessura dos músculos da mastigação e da força de mordida quando comparados com indivíduos controles. Estes resultados são indicativos de disfunção muscular e de contração desorganizada e ineficiente das fibras musculares do sistema estomatognático.
Título em inglês
Function of the stomatognathic system in dentate after treatment of head and neck cancer compared with healthy subjects
Palavras-chave em inglês
bite force
electromyograpy
head and neck cancer
stomatognathic system
ultrasound
Resumo em inglês
Cancer is considered a genetic disease, extremely complex, resulting in concomitant changes in genes generally related to proliferation, differentiation and cell death. Tumors of the head and neck are a wide variety of malignancies that originate in the lining of the upper aerodigestive segment, accounting for about 5% of all new tumors diagnosed. Dentistry plays an important role in the different phases therapies against cancer, in the stage prior to surgery, in which a prior assessment can effectively reduce complications arising from chronic inflammatory or infectious processes of oral origin, which may exacerbate after surgical treatment, or prevention of the sequelae that occur during buccal and after treatment by radiotherapy as osteoradionecrosis of tissue irradiated area. This study aimed to evaluate by electromyography (EMG), the activity behavior (morphological and functional) of the masseter and temporal muscles in clinical conditions of rest, protrusion, right and left lateral, maximum intercuspal habitual (MIH) and chew with Parafilm M®. Also assessed muscle`s thickness by ultrasound in rest and maximal intercuspal habitual (MIH) and maximal molar bite force, both sides, in ten dentate patients after cancer of the head and neck radiotherapy treatment ended in the "Hospital de Cancer de Barretos (Fundação Pio XII)" and compare them with a control group matched for each subject, by weight, age and gender. The EMG average showed that in the rest, protrusion and left laterality clinical conditions the differences were statistically significant. In the evaluation with ultrasound, muscle thickness was greater for individuals with cancer at rest and MIH, with statistically significant only for the right temporal muscle during the MIH. It was verified during the examinations that the behavior of electromyographic activation of muscle fibers was disordered in individuals with cancer when compared with the control group. Individuals treated for head and neck cancer in the current study revealed electromyographic activity increased when compared with the group of control subjects for all clinical situations. This result is a strong indication of muscle hyperactivity. It can be concluded that the treatment applied to individuals with cancer of the head and neck caused an increase in the thickness, electromyographic activity of masticatory muscles and maximal molar bite force compared with control subjects. These results are indicative of muscle dysfunction and disorganized and ineffective contraction of the muscle fibers of the stomatognathic system.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-06-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.