• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.58.2010.tde-27082010-170514
Documento
Autor
Nome completo
Cid Alonso Manicardi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Sousa Neto, Manoel Damião de (Presidente)
Cruz Filho, Antonio Miranda da
Pecora, Jesus Djalma
Sampaio, Maria Carméli Correia
Simões, Waldocyr
Título em português
Avaliação da influência do material obturador na resistência de união de retentor intrarradicular pré-fabricado fixado com resina, em dentes fragilizados, por meio do teste de push-out e MEV
Palavras-chave em português
dentes tratados endodonticamente
dureza
endodontia
odontologia
resina composta
Resumo em português
Normalmente, a restauração de dentes tratados endodonticamente e com extensa destruição corono-radicular é um desafio para o clínico. Devido à facilidade de manipulação, resinas compostas fotoativadas têm se apresentado como boa opção para o reforço intrarradicular destes dentes, antes da fixação de pinos. O objetivo desta pesquisa foi avaliar ex vivo a possível interferência de materiais obturadores no reforço interno de raízes fragilizadas restauradas com pinos de fibra e resina composta, por meio do teste de push-out e posterior análise da interface dentina/resina/cimento/pino em microscopia eletrônica de varredura (MEV). Cinquenta caninos superiores tiveram suas coroas removidas e o remanescente dental padronizado em 17 mm de comprimento. Após o preparo mecânico-químico, os espécimes foram distribuídos em um grupo controle (n=10) (preparo normal para pino e sem obturação prévia do canal) e um grupo experimental (n=40). Os espécimes do grupo experimental tiveram suas raízes fragilizadas com brocas diamantadas, de forma a apresentar folga circunferencial de aproximadamente 1,0 mm entre o pino e a estrutura dentinária circundante. Em seguida, os espécimes fragilizados foram redistribuídos em quatro subgrupos (n=10) de acordo com o tipo de material obturador: (G1) Endofill + guta-percha; (G2) AH Plus + guta-percha; (G3) Epiphany + guta-percha; (G4): Epiphany + Resilon. Após 24 h, todos os canais foram preparados em 12 mm. A dentina intrarradicular foi então condicionada com ácido fosfórico a 32% (15s), lavada com água deionizada (30s) e secada com pontas de papel absorvente. A seguir, fina camada de um sistema adesivo de 3 passos (All Bond 2) foi aplicada à dentina com pontas microbrush. Para o reforço das raízes, cada canal foi preenchido com uma resina dual Bis-Core e um pino de fibra (DT Light Post) inserido em toda a extensão do preparo. A fotopolimerização foi feita através do pino por 20 s, com a ponta do fotopolimerizador disposta perpendicularmente a ele. Decorridas 24 h, os espécimes foram seccionados transversalmente em fatias de 1 mm de espessura. A resistência de união foi avaliada por meio do teste de push-out e as falhas observadas em estereomicroscópio. Os espécimes foram avaliados quali-quantitativamente em MEV quanto à interface adesiva, presença de camada híbrida e densidade dos tags. A análise estatística da resistência de união dos materiais, em MPa, após o teste de push-out, revelou diferença entre o grupo controle (15,4 ± 6,91) e os grupos experimentais (GI - 11,41 ± 4,66; GII - 9,97 ± 3,41; GIII - 10,12 ± 4,18; e GIV - 9,0 ± 4,17) (ANOVA, post-hoc Tukey test, p<0,05). Contudo, não houve diferença entre os terços as regiões analisadas dentro de cada grupo (p>0,05). Houve maior ocorrência de falhas adesivas tanto no grupo controle quanto nos experimentais. Em MEV, a análise quantitativa mostrou formação de camada híbrida, tags de resina e ramificações laterais em todas as regiões analisadas. Dentro das limitações do presente estudo, concluiu-se que a obturação prévia do canal radicular reduziu a resistência de união do material de reforço intrarradicular, sem diferença estatística entre os tipos de cimentos testados.
Título em inglês
Evaluation of the influence of filling material in the bond strength of a fiber-reinforced post fixed with composite resin in weakened teeth, by push-out test and SEM
Palavras-chave em inglês
composed resin
dentistry
endodontically treated teeth
endodontics
hardness
Resumo em inglês
The restoration of endodontically treated teeth commonly presents a challenge in cases of extensive crown-root destruction. Due to their ease of handling, lightactivated composite resins present a better option for intracanal reinforcement before the use of a fiber posts. The aim of this ex vivo study was to evaluate the influence of filling materials in the root reinforcement of weakened experimentally roots restored with composed resin and quartz fiber post by means of push-out bond strength evaluation and scanning electronic microscopy (SEM) analysis of the dentin/resin/cement/post interface. The crowns of 50 upper maxillary canines were removed and the length of roots standardized in 17 mm. After root canal preparation, the specimens were randomly divide into one control (n=10) (normal post preparation with no previous filling) and one experimental groups (n=40). All specimens in the experimental group had their canals enlarged in such a way as to produce a circumferential space of approximately 1.0 mm between the fiber post and the circumjacent dentine walls, using diamond tips. Then, the specimens of the experimental group were subdivided into four subgroups (n=10), according to the filling materials: (G1) Endofill + gutta-percha; (G2) AH Plus + gutta-percha; (G3) Epiphany + gutta-percha; (G4): Epiphany + Resilon. After 24 h of the root canal filling, the canals of all specimens were prepared into 12 mm. The intracanal dentine was etched with 32% phosphoric acid (15s), rinsed with deionised water (30s) and gently dried with absorbent paper points. A 3-step etch-and-rinse adhesive system (All Bond 2) was applied to the slightly moist dentine with disposable microbrush tips. For root reinforcement, each canal was bulk filled with a translucent composite resin (Bis-Core) and a fiber post (DT Light Post) was centrally inserted into the resin mass along the whole post space extension. Light-curing was performed with a conventional device by placing the tip perpendicularly through the post for 20s. After 24 h of the post cementation, the specimens were sectioned perpendicularly to its long axis in 3 slices, with 1 mm of thickness. The bond strength was performed by the push-out test and, after dislodgments, the failures were observed in the stereomicroscope. The specimens were processed for SEM analysis to observe bonding interface formation, hybrid layer quality and resin tag density using a fourstep scale method. The statistical analysis of the bond strength, in MPa, after the push-out test, indicated difference between control (15,4 ± 6,91) and experimental groups (GI - 11.41 ± 4.66; GII - 9.97 ± 3.41; GIII - 10.12 ± 4.18; e GIV - 9.0 ± 4.17) (ANOVA, post-hoc Tukey test, p<0,05), but not between the evaluated regions (p>0.05). The adhesive failures were frequent in the weakened groups as either in the control group. In SEM, the qualitative analysis showed formation of hybrid layer, resin tags and lateral branches in all the analyzed regions, independently of the group. The quantitative analysis (Kruskal-Wallis test, α=0.05) indicated that previous root canal filling did not influence in the hybrid layer and resin tags formation. Within the limitations of this study, it may be concluded that previous root canal filling have reduced the bond strength in the weakened group, but the type of sealer did not influence in the results.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
do_Cid_Manicardi.pdf (14.98 Mbytes)
Data de Publicação
2011-01-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.