• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2013.tde-16122013-101408
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Alberto Restrepo Fernández
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Issa, João Paulo Mardegan (Presidente)
Fazan, Valeria Paula Sassoli
Soares, Tania Regina dos Santos
Título em português
Efeitos do estresse sistêmico no músculo pterigóideo medial de ratos com e sem alteração oclusal
Palavras-chave em português
DTM
estresse
maloclusão
metabolismo
músculo
Resumo em português
O estresse emocional é um fenômeno de alta incidência na sociedade globalizada que tem sido relacionado como possível fator etiológico de muitas doenças. O efeito da atividade adrenérgica no aumento do tono dos músculos esqueléticos durante os episódios de estresse crônico sugere a ocorrência de outras alterações estruturais e funcionais do sistema estomatognático, mas o mecanismo pelo qual os fatores emocionais podem causar disfunção muscular não está bem esclarecido. A maloclusão por perda dental também promove alterações musculares que associadas com os efeitos do estresse podem ter grande impacto na etiologia e desenvolvimento da dor e disfunção orofacial. Estresse e hipofunção mastigatória são fatores relacionados com a aparição das desordens temporomandibulares (DTM) e não têm sido avaliados no músculo pterigóideo medial. O objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos do estresse agudo e crônico em músculo pterigóideo medial, de animais submetidos ou não à exodontia unilateral, por meio de análises morfológicas e fisiológicas. Quarenta ratos machos Wistar (♂-200g), adultos jovens, foram divididos aleatoriamente em dois grupos: Grupo Maloclusão (M=20): induzida pela exodontia unilateral dos molares superiores esquerdos e Grupo Sem Maloclusão (S=20): ratos sem exodontia. Cada grupo (n=20) foi subdividido em quatro subgrupos (n=5): controle (GC); estresse agudo (GA); estresse crônico repetido (GR) e estresse crônico variado (GV). Os protocolos de estresse foram realizados a partir do 14º dia após a exodontia. Estresse por restrição física foi usado no GA (2 horas, 23º dia) e no GR (14º a 23º dia); cinco metodologias diferentes foram submetidas ao GV (14º a 23º dia). Eutanásia e coleta de amostras foram realizadas no 23º dia. Foram avaliados os seguintes parâmetros: Corticosterona plasmática, peso, morfologia celular por meio de Hematoxilina eosina (HE), atividade metabólica e capacidade oxidativa do músculo por histoquímica para succinato deshidrogenase (SDH) e nicotinamida adenina dinucleotídeo (NADH), produção de espécies reativas de oxigênio (ROS) e densidade capilar por imunoistoquímica para as proteínas alfa CD-31 e laminina. Observada a normalidade dos dados, foi realizado o teste ANOVA fatorial, com fatores de variação fixos seguida pelo teste de Tukey-Kramer (p<0,05). O estresse e a maloclusão isolados ou associados produziram alterações morfológicas e fisiológicas no músculo pterigóideo medial ipsilateral à exodontia; dismorfismo das fibras musculares e núcleos de localização central foram induzidos por ambos os fatores; aumento do metabolismo oxidativo foi observado com o estresse e o efeito antagônico com a maloclusão; o estresse aumentou a densidade capilar do músculo e uma tendência ao maior estresse oxidativo foi observada. A associação de estresse crônico e maloclusão aumentaram o metabolismo glicolítico. Conclui-se que o estresse sistêmico crônico tem efeitos morfológicos e fisiológicos no músculo pterigóideo medial e quando associado à hipofunção mastigatória pode ser fator na etiopatogenia das DTM.
Título em inglês
Effect of the systemic stress in medial pterygoid muscle of rats with or without occlusal alteration
Palavras-chave em inglês
malocclusion
metabolism
muscle
stress
TMD
Resumo em inglês
Emotional stress is a phenomenon of high incidence at globalized society that has been linked as a possible etiologic factor for many diseases. The effect of adrenergic activity in increased tone of skeletal muscles during episodes of chronic stress suggests the occurrence of others structurals and functionals alterations in the stomatognathic system, but the mechanism by which emotional factors can cause muscle dysfunction is not well understood. The malocclusion by tooth loss also promotes muscle changes that associated with the effects of stress can have a big impact on the etiology and development of orofacial pain and dysfunction. Stress and masticatory hypofunction are factors related to the appearance of temporomandibular disorders (TMD) and have not been evaluated in the medial pterygoid muscle. The aim of this work was to investigate the effects of acute and chronic stress on the medial pterygoid muscle of animals subjected or not to unilateral extraction, through morphological and physiological analyse. Forty male Wistar rats (♂-200g), young adults were randomly divided into two groups: Malocclusion group (M = 20) induced by unilateral upper left molar extraction and Not Malocclusion Group No (S = 20): rats without extractions. Each group (n = 20) was subdivided into four subgroups (n = 5): control group (CG), acute stress (GA), repeated chronic stress (GR) and varied chronic stress (GV). Stress protocols were performed from 14th day after the extraction. Stress by physical restriction was used in GA (two hours, day 23th) and GR (day 14th to 23th); GV was subjected to five different methodologies (day 14th to 23th). Euthanasia and collection of samples were performed on day 23th. It was evaluated: cell morphology by hematoxylin eosin (HE), metabolic activity and muscle oxidative capacity by staining for succinate dehydrogenase (SDH) and nicotinamide adenine dinucleotide (NADH), production of reactive oxygen species (ROS) and capillary density of muscle by immunohistochemistry for proteins alpha CD-31 and Laminin. Normal distribution of data was observed. A factorial ANOVA test with fixed factors of variation was performed and then Tukey-Kramer test (p <0,05). Stress and malocclusion, isolated or associated, induced morphological and physiological changes in the left medial pterygoid muscle; dimorphism of muscle fibers and nuclei of central localization were induced by both factors; increased oxidative metabolism was observed with stress and antagonistic effect with malocclusion; stress increased muscle capillary density and a tendency to oxidative stress increased was observed. The association of chronic stress and malocclusion had increased the glycolytic metabolism. It was concluded that systemic chronic stress has physiological and morphological effects in the medial pterygoid muscle and associated with masticatory hypofunction, could be a possible cause for the development of TMD.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-06-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.