• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.59.2019.tde-05122018-142335
Documento
Autor
Nome completo
Laís Mendes Ruiz Cantano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Monticelli, Patricia Ferreira (Presidente)
Ferreira, Patrícia Alves
Klein, Wilfried
Magnani, Mauricio Neves Cantor
Ueno, Adriana Sicuto de Oliveira
Título em português
Comportamento e dinâmica social de duas espécies de ratos-de-espinho em cativeiro sob a visão das redes sociais
Palavras-chave em português
Comportamento reprodutivo ; Echimyidae ; Estrutura social ; Hierarquia de dominância ; Redes de interação
Resumo em português
A estrutura social (ES) de uma espécie está associada à aspectos socio-ecológicos. A linhagem dos Caviomorfos é apontada como um modelo interessante para estudos deste tipo. Os equimídeos são um exemplo de grande diversidade de habitats: possui espécies de Mata Atlância (Trinomys setosus), da Caatinga (T. yonenagae) e fossoriais (Clyomys bishopi). Por isso, escolhemos esses grupos para uma análise intra e interespecífica sobre suas ES, utilizando a abordagem de redes sociais para descrever padrões de associação e interações agonísticas e afliativas. Nosso objetivo foi descrever a superfície da ES de dois grupos de T. setosus, e quatro de C. bishopi em cativeiro. Para tanto, quantificamos parâmetros da ES e avaliamos a relação entre as interações, hierarquia de dominância e as associações espaciais. Avaliamos a dinâmica do grupo usando as distâncias médias interindividuais e o padrão de agregação do grupo. Quantificamos a frequência de vitórias e perdas entre indivíduos em conflitos agonísticos e a frequência de interações afiliativas, através do método todas as ocorrências. As matrizes, índices e redes sociais foram geradas utilizando o software SOCPROG 2.8. Foram encontradas associações preferenciais de curto e longo prazo, em T. setosus, e de curto prazo para Clyomys. Trinomys setosus mostrou altos índices de afiliação, enquanto que em Clyomys houve igual proporção de afiliativos e agonísticos, sendo assim socialmente menos tolerante do que T. setosus reunindo-se apenas para algumas atividades, e as fêmeas são ainda menos tolerantes do que os machos. Sugerimos que a fêmea Meg é dominante sobre os outros, que se organizam em uma hierarquia não linear, mais igualitária e que esta população de T. setosus apresenta níveis de associação, conectividade e interações sociais positivas, semelhantes com T. yonenagae. Quanto ao comportamento reprodutivo, observamos que em T. setosus, há estro pós-parto, como se esperava com base em T. yonenagae e acreditamos haver algum mecanismo de supressão de estro que precisa ser melhor investigado. Três fêmeas engravidaram, cada uma em um momento. Testes genéticos de paternidade realizados indicaram que embora nas gestações de uma das fêmeas (Meg) não houve multipaternidade, ela não escolheu sempre o mesmo macho, e isto sugere uma estratégia de acasalamento promíscua, por parte da fêmea. Os machos de C. bishopi não parecem exercer defesa de parceira sexual nem formação de vínculo após a cópula, sugerindo uma estratégia também promíscua de acasalamento, como em T. setosus. O repertório comportamental para as espécies T. setosus e Clyomys manteve-se semelhante ao de T. yonenagae. Em conclusão, nossos resultados, pioneiros na utilização comparativa de análises de redes sociais, mostram que as espécies apresentam particularidades importantes quanto ao seu comportamento social, mas que são bastante semelhantes em muitos aspectos, o que traz novas perspectivas quanto ao estudo evolutivo e comparativo dessas espécies e também no que diz respeito à manutenção adequada desses animais em cativeiro, considerando condições de bem-estar animal e conservação.
Título em inglês
Behaviour and social dynamics of two species of rats in captivity under social networks approach
Palavras-chave em inglês
Dominance hierarchy ; Echimyidae ; Interaction networks ; Reproductive behaviour ; Social structure
Resumo em inglês
Social structure (SS) of species is associated with socio-ecological aspects and Caviomorpha is pointed as an interesting model for studies of this type. Echimyidae are an example of great diversity of habitats: it has species of Atlantic Rainforest (Trinomys setosus), Caatinga (T. yonenagae) and fossorial (Clyomys bishopi). Therefore, we chose these groups for an intra and interspecific analysis of their SS, using social networks analysis to describe patterns of association, agonistic and affiliative interactions. Our aim was to describe the SS surface of two groups of T. setosus, and four of C. bishopi in captivity. We quantified descriptors parameters and evaluated the relation between interactions, dominance hierarchy and spatial associations through social networks approach. We evaluated group dynamics using the mean interindividual distances and the group aggregation pattern. We quantify frequency of victories and losses between individuals in agonistic conflicts and frequency of affiliative interactions through the all occurrences method. Matrices, indexes and social networks were generated using SOCPROG 2.8 software. Short and long term preferential associations were found in T. setosus, and short term for Clyomys. Trinomys setosus showed high affiliation rates, while Clyomys had an equal proportion of affiliative and agonistic, being thus socially less tolerant than T. setosus, agglomerating only for some activities, and females are even less tolerant than males. We suggest that female Meg is dominant over others, which are organized in a non-linear, more egalitarian hierarchy and this T. setosus population presents levels of association, connectivity, and positive social interactions, similar to T. yonenagae. Regarding reproductive behaviour, in T. setosus, there is postpartum oestrus, as expected based on T. yonenagae, and we regard there is some mechanism of oestrus suppression that must to be investigated. Three females became pregnant, each in a different moment. Genetic tests of paternity performed indicated that although in the pregnancies of unique female (Meg ') there was no multipaternity, not always choose the same male, and this suggests a promiscuous mating strategy on the part of the female. The males of C. bishopi do not seem to exert sexual partner defence or bond formation after copulation, suggesting a promiscuous breeding strategy as in T. setosus. Behavioural repertoire for T. setosus and Clyomys bishopi remained similar to T. yonenagae. In conclusion, our results, which are pioneers in comparative use of social network analysis, presents important peculiarities of species, regarding their social behaviour, although are quite similar in many aspects, which brings new perspectives regarding evolutionary and comparative study of these species and also considering adequate maintenance of animals in captivity, whereas conditions of animal welfare and conservation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseCorrigidaLMRC.pdf (5.32 Mbytes)
Data de Publicação
2019-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.