• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Feierabend Engracia Garcia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Costa, Telma Maria Braga (Presidente)
Galera, Cesar Alexis
Kakeshita, Idalina Shiraishi
Mota, Diana Cândida Lacerda
Título em português
Como sou, como estou: imagem corporal e estado nutricional em mulheres solicitantes de cirurgia plástica estética
Palavras-chave em português
Cirurgia plástica
Estado nutricional
Exames bioquímicos
Imagem corporal
Resumo em português
A especialidade da Cirurgia Plástica corresponde ao ramo da cirurgia que visa restaurar partes do organismo alteradas por deformidades congênitas ou adquiridas, bem como corrigir as desarmonias estéticas. Nos últimos anos houve um aumento expressivo no número de Cirurgias Plásticas Estéticas (CPE) realizadas no mundo e no Brasil. Entre os principais procedimentos cirúrgicos no Brasil encontram-se: a mamoplastia de aumento, a blefaroplastia, a lipoaspiração e a abdominoplastia, sendo as mulheres a grande maioria, além de serem mais insatisfeitas com a sua aparência em relação aos homens. Tal situação pode ser um dos principais motivos pela busca da CPE. A Imagem Corporal é representada por dimensões atitudinais e perceptivas, as quais se relacionam com a aparência dos indivíduos sofrendo influências socioculturais, dentre outros elementos do ambiente, que podem afetar o comportamento e atitudes destes. O objetivo do presente estudo foi investigar a IC e o Estado Nutricional de mulheres solicitantes de CPE, em um serviço de CPE particular, na cidade de Ribeirão Preto/SP. Uma amostra de 40 mulheres adultas divididas em dois grupos, Clínico e de Comparação, com características etárias, educacionais e socioeconômicas semelhantes. As participantes responderam aos questionários de Caracterização da Amostra, Critério de Classificação Econômica Brasil, Multidimensional sobre as Relações com o Próprio Corpo, Inventário de Esquemas sobre a Aparência e foram submetidas à Avaliação do Estado Nutricional por meio da Avaliação Antropométrica, Composição Corporal e Análise Bioquímica de sangue e urina. Os resultados obtidos para G1 foram: a maioria das participantes que apresentavam sobrepeso e obesidade, estavam insatisfeitas desde a infância/adolescência, realizavam tentativas de mudanças de hábitos alimentares seguindo blogs, revistas, utilização de dietas da moda e aplicativos, não faziam acompanhamento nutricional com nutricionista, apresentavam nível severo de preocupação com o seu Estado Nutricional de acordo com IMC e sofriam de ansiedade em relação ao sobrepeso. Também estavam mais motivadas e investiam demasiadamente nas crenças sobre a IC, uso frequente de psicotrópicos e acompanhamento psicoterapêutico. As participantes do G2 estavam Eutróficas na sua maioria, mais satisfeitas em relação ao G1, não haviam mudado seu comportamento alimentar nos últimos 30 dias, e também não realizavam acompanhamento nutricional, pois se preocupavam pouco com o Estado Nutricional. Também não investiam na mesma proporção em crenças relacionadas à IC, nem faziam acompanhamento psicoterapêutico e uso de psicotrópicos. Portanto, torna-se essencial uma maior atenção em relação ao EN e acompanhamento psicoterapêutico dessas mulheres direcionados às necessidades individuais. Neste sentido, a detecção e a prevenção precoces de possíveis riscos e futuras complicações provocados por deficiências nutricionais e comportamentos inadequados podem contribuir significativamente para a garantia de resultados cirúrgicos mais satisfatórios, além da diminuição dos dispêndios com Sistema Único de Saúde e de Saúde Complementar (convênios), assim como a redução do estresse emocional e possíveis execuções jurídicas de ambas as partes (médico-paciente).
Título em inglês
Body image and nutritional status in applicants women in aesthetic plastic surgery
Palavras-chave em inglês
Biochemical exams
Body image
Nutritional status
Plastic surgery
Resumo em inglês
The specialty of Plastic Surgery corresponds to the branch of surgery that aims to restore parts of the organism altered by congenital or acquired deformities, as well as, correct the aesthetic disharmony. In recent years, there has been an expressive increase in the number of Aesthetic Plastic Surgery (APS) performed in the world and in Brazil. Among the main surgical procedures in Brazil are: breast augmentation, blepharoplasty, liposuction and abdominoplasty, with women being the majority, in addition to being more dissatisfied with their appearance in relation to men. This situation may be one of the main reasons for the pursuit of APS. Body Image (BI) is represented by attitudinal and perceptive dimensions, which are related to the appearance of individuals suffering socio-cultural influences, among other elements of the environment, that can affect their behavior and attitudes. The objective of the present study was to investigate Body Image (BI) and the Nutritional Status (NS) of women requesting APS in a private APS service in the city of Ribeirão Preto / SP. A sample of 40 adult women divided into two groups, Clinical and Comparative, with similar age, educational and socioeconomic characteristics. Participants answered the Sample Characterization Questionnaire, Brazil Economic Classification Criterion, Multidimensional body-self relation questionnaire- Appearance scale, Inventory of Schemes on Appearance- Revised, and performed an evaluation of nutritional status through anthropometric evaluation, body composition and biochemical analysis of blood and urine. The results obtained for G1 were: the majority of participants who were overweight and obese, were unsatisfied since childhood / adolescence, attempted changes in eating behavior following blogs, magazines, use of fad diets and applications, did not perform nutritional monitoring with nutritionist, had a severe level of concern about their Nutritional Status (NS) according to BMI and were anxious about being overweight. They were also more motivated and over-invested in beliefs about body image, frequent use of psychotropic drugs and psychotherapeutic follow-up. The G2 participants were mostly Eutrophic, more satisfied with G1, had not changed their eating behavior in the last 30 days, nor did they perform nutritional monitoring because they cared little about the Nutritional Status. They also did not invest in the same proportion in BI- related beliefs, nor did they follow psychotherapeutic and psychotropic use. Therefore, greater attention is needed in relation to NS and the psychotherapeutic follow-up of these women directed at individual needs. In this sense, the early detection and prevention of possible risks and future complications caused by nutritional deficiencies and inadequate behaviors can contribute significantly to the guarantee of more satisfactory surgical results, as well, as the reduction of expenditures with the Unified Health Sistem (SUS) and Complementary Health System ), as well as, the reduction of emotional stress and possible legal executions of both parties (doctor-patient).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.