• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.59.2003.tde-15092003-204205
Document
Auteur
Nom complet
Ana Paula Ferreira de Oliveira
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Ribeirão Preto, 2002
Directeur
Jury
Santos, Wagner Ferreira dos (Président)
Alberts, Carlos Camargo
Genaro, Gelson
Titre en portugais
Comportamento social de machos e fêmeas castrados do gato doméstico (Felis catus L.) em confinamento.
Mots-clés en portugais
castração.
comportamento social
gato doméstico
Resumé en portugais
O gato doméstico (Felis catus L.) exibe uma grande flexibilidade em seu comportamento social e no seu estilo de vida. Isto é devido a vários fatores, entre eles, disponibilidade de alimento e refúgio, mudanças ambientais, interação com o homem, composição dos grupos, características genéticas e a castração. Os animais machos e fêmeas não castrados e de vida livre exibem um repertório comportamental distinto, os machos tendem a ter uma vida mais solitária vagando por amplas extensões territoriais, enquanto que as fêmeas exibem uma vida mais gregária. O objetivo deste trabalho foi examinar o comportamento social de gatos domésticos castrados, machos e fêmeas, em confinamento com a intenção de se verificar os efeitos da castração no comportamento e se o repertório comportamental de ambos é sexualmente dimórfico, através das análises de freqüência e seqüência das categorias comportamentais. Foram levantadas 18 categorias comportamentais sociais e 12 categorias não sociais e foi observado o comportamento de 40 gatos domésticos machos (n=18) e fêmeas (n=22) num ambiente confinado (gatil) com área total de 19,2 metros quadrados, durante um período de 11 meses totalizando 160 horas de observação. Cada animal foi observado durante 15 minutos em cada sessão de observação, utilizando-se o método de amostra focal do comportamento. A análise de freqüência das categorias comportamentais sociais e não socais foram feitas através do teste estatístico não paramétrico de Mann-Whitney com nível de 5% de significância (p=0,05). Os resultados do teste não mostraram diferenças significativas entre os grupos de machos e fêmeas, indicando, assim, existir influência da castração nos comportamentos de ambos os grupos, ainda que preservando a individualidade dos animais. Contudo a análise seqüencial do comportamento mostrou uma mínima diferença entre os machos e fêmeas castrados mesmo na ausência da regulação hormonal do comportamento. Portanto conclui-se que parte do comportamento dos gatos não sofre influência hormonal e que o método de análise seqüencial do comportamento é refinado o suficiente para mostrar características comportamentais que não foram mostradas pela análise de freqüência.
Titre en anglais
Social behavior of neutered domestic cat (Felis catus L.) in confinement.
Mots-clés en anglais
castration.
domestic cat
social behavior
Resumé en anglais
The domestic cat (Felis catus L.) exhibits a great flexibility in its social behavior and lifestyle. This can be due to several factors, among them, food and refuge availability, environmental changes, interaction with humans, group composition, genetic characteristics and castration. Literature states that non neutered male and female animals of free life exhibit distinct behavioral repertoires. Males tend to have a more solitary life moving throughout wide territorial extensions, while females exhibit a more gregarious life. The aim of this work was to examine the social behavior of castrated domestic cats, males and females, in confinement, to verify the effects of neutering on the behavioral repertoire, through the frequency and sequence analyses of behavior. 18 social and 12 non social behavioral categories were selected. 40 domestic cats, males (n=18) and females (n=22), were observed in an indoor confined context with 19,2 square meters in area, for a period of 11 months and 160 hours of observation. Each animal was observed for 15 minutes in each observation session, being used the focal sample method. Statistical analysis for the frequency of each behavioral category, done using the non parametric test of Mann-Whitney with 5% (p=0,05) of significance, didn't show any significant gender difference, suggesting that castration change natural behavior, possibly because of a probable absence of sexual hormones. Sequential analysis, however, did show subtle gender differences, possibly raised by different environmental -- i.e. 'cultural' -- influences in both male and female cats.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
dissertacao.pdf (2.59 Mbytes)
Date de Publication
2003-09-18
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.