• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2013.tde-08102013-150326
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo da Silva Borgheti
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Massimi, Marina (Presidente)
Assis, Raquel Martins de
Cardoso, Carmen Lucia
Fonseca, Sergio Cesar da
Gomes, Willian Barbosa
Título em português
O problema da liberdade nas obras de Paulo Freire e Erich Fromm
Palavras-chave em português
Erich Fromm
Liberdade
Paulo Freire.
Resumo em português
O objetivo principal desta pesquisa é analisar o problema da liberdade nas obras de Paulo Freire escrita até 1970, compreendendo o percurso de apropriação que este educador fez da Psicologia Humanista de Erich Fromm. Trata-se de uma pesquisa histórica, circunscrita no âmbito da História da Educação e da Psicologia do Século XX. Como fontes, utilizamos as obras dos autores em questão focando-nos em dois aspectos: a) na apreensão dos problemas que interessavam ambos os autores e nas soluções dadas pelos mesmos naquele contexto histórico; b) no entendimento das hipóteses e expectativas que consideravam como válidas. O estudo realizado evidenciou-nos que ambos os autores partiram de suas realidades, transformando suas reflexões em contribuições concretas para interpretar o problema da liberdade. Ambos viveram a crise profunda do mundo contemporâneo causada pelo terror do totalitarismo e da ideologia, cuja perversidade ameaçou a liberdade humana e o funcionamento de uma sociedade democrática e que se traduziu no campo intelectual pelo esfacelamento da tradição filosófica e religiosa. Ambos utilizaram novos métodos para justificarem a busca da resposta ao problema da liberdade em um século marcado pela violência. Embora a matriz ontológica do conceito de liberdade de Freire seja diferente de Fromm, contrariando nossa hipótese inicial de trabalho, Freire, encontra na psicologia humanista de Fromm uma possibilidade de reflexão sobre a questão educacional brasileira, partindo da história de sua tradição educacional e da inexperiência democrática do povo brasileiro, numa ótica interdisciplinar, com base filosófica antropológica e oferece categorias psicológicas para análise da formação da consciência dos indivíduos, ponto chave da liberdade humana, extremamente necessária para a educação de uma sociedade democrática.
Título em inglês
The problem of Freedom in Paulo Freire's and Erich Fromm's works
Palavras-chave em inglês
Erich Fromm
freedom
Paulo Freire
Resumo em inglês
The main objective of this research paper is to analyze the problem of freedom in Paulo Freire's works written until 1970, encompassing the trajectory of appropriation that this educator does upon Erich Fromm's Humanist Psychology. It is about a historical research, circumscribed in the scope of History of Education and Psychology and 20th Century. As sources, works of the authors mentioned have been used focusing primarily on two aspects: a) apprehension of the problems that were of interest to both authors and the solutions provided by both of them in that historical context; b) understanding of the hypotheses and expectations that were considered valid. The study has evidenced that both authors had as a starting point their own realities, transforming their reflections in concrete contributions to interpret the problem of freedom. Both lived the profound crisis of the contemporary world caused by the terror of totalitarianism and ideology, whose perversity threatened human freedom and functionalism of a democratic society and that translated itself in the intellectual field by the shredding of philosophical and religious tradition. Both used new methods to justify the search for the answer to the problem of freedom in a century stained by violence. Even though the ontological matrix of Freire's concept of freedom is different from Fromm's, contradicting the initial hypothesis of this paper, not only does Freire find in Fromm's humanist psychology a possibility to reflect upon the Brazilian educational problem, starting from the history of its educational tradition and the democratic inexperience from the Brazilian people, under an interdisciplinary view, with its anthropological philosophical foundation, but he also offers psychological categories to the human analysis for the formation of consciousness in individuals, key fact to the human freedom, extremely necessary to the education of a democratic society.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-02-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.