• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2016.tde-21032016-155145
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Salina Brandão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Loureiro, Sonia Regina (Presidente)
Elias, Luciana Carla dos Santos
Osorio, Flavia de Lima
Abramides, Dagma Venturini Marques
Prette, Zilda Aparecida Pereira Del
Título em português
Desempenho acadêmico de universitários, variáveis preditoras: habilidades sociais, saúde mental, características sociodemográficas e escolares
Palavras-chave em português
Desempenho Acadêmico de Universitários
Habilidades Sociais
Saúde Mental
Variáveis Escolares.
Variáveis Sociodemográficas
Resumo em português
O ingresso na universidade impõe inúmeros desafios ao estudante e pesquisas indicam que estudantes mais habilidosos socialmente podem ter menor propensão a apresentar problemas de saúde mental, provavelmente por terem maior habilidade para lidar com esses desafios. Nessa interface o desempenho acadêmico dos universitários também ganha destaque na literatura da área. Observa-se uma tendência a identificação de uma relação positiva entre repertório socialmente habilidoso, bom desempenho acadêmico e saúde mental dos universitários, embora poucas pesquisas empíricas embasem tal afirmação Nesse contexto se insere a proposta deste estudo, como desdobramento de um amplo estudo desenvolvido junto a alunos de graduação. Objetiva-se verificar se as habilidades sociais e as condições de saúde mental de estudantes universitários dos anos iniciais da graduação são preditoras do desempenho acadêmico dos mesmos no início e ao final da graduação, bem como verificar as possíveis associações entre as variáveis mencionadas. Propõe-se um delineamento comparativo, correlacional e preditivo e a inclusão da variável desempenho acadêmico dos graduandos, não avaliada no estudo amplo. Foram participantes deste estudo 305 estudantes universitários, de ambos os sexos e de diferentes cursos de graduação da UNESPBauru, que foram avaliados quando cursavam até um semestre anterior ao meio do curso, caracterizando início da graduação. Esses participantes, após os devidos procedimentos éticos, responderam em sala de aula, a um conjunto de instrumentos apresentados em um caderno contendo instruções específicas para cada um deles, a saber: Questionário de Avaliação de Habilidades Sociais, Comportamentos e Contextos para Universitários (QHC universitários), Versão reduzida do Inventário de Fobia Social (Mini SPIN), Inventário de Depressão de Beck (BDI) e Inventário de Habilidades Sociais (IHS Del Prette). E, posteriormente, responderam individualmente a Entrevista Clínica Estruturada para o DSM-IV (SCID) conduzida por telefone. Realizou-se a coleta dos dados sobre o desempenho acadêmico dos universitários, junto à secretaria da universidade, registrando as informações referentes às notas de início do curso e se os participantes concluíram ou não a graduação no tempo especificado pelas grades curriculares dos cursos. Foram selecionadas para o modelo de regressão logística binária para as análises do desempenho acadêmico do início e final da graduação as variáveis que apresentaram nível de significância de p<0,1 nas análises univariadas. As variáveis IHS-autocontrole da agressividade em situações aversivas (F5) e saúde mental foram as variáveis incluídas na análise do início da graduação e se mantiveram como preditoras. Em relação ao final da graduação foram incluídas as variáveis QHC comunicação e afeto, QHC falar em público e apresentar seminários, QHC comunicação e afeto e QHC potencialidades para grupos diferenciados pelos escores de ansiedade, IHS escore total, IHS autoafirmação da expressão de sentimentos negativos, IHS autoexposição a desconhecidos e situações novas, sexo, ano do curso, área e desempenho acadêmico inicial, mantendo-se como preditoras: sexo feminino, estar matriculado em anos mais avançados, por ocasião da avaliação do início do curso, cursar área de humanas e ter desempenho acadêmico inicial na média ou acima da média. Tais dados sugerem desdobramentos para os campos da psicologia, da educação e para as políticas públicas.
Título em inglês
University students' academic performance, predictive variables: social skills, mental health, socio-demographic and school characteristics.
Palavras-chave em inglês
Mental Health
School Variables.
Social Skills
Socio-demographic Variables
University Students' Academic Performance
Resumo em inglês
Getting into college poses many challenges for students. Research in the field shows that more socially skillful students are less likely to present with mental problems, probably because they have better skills in coping with these challenges. In this aspect academic performance also plays an important role in the field literature. A tendency is seen that points to a positive relationship between good social skills, good academic performance and mental health in university students, although little empiric research bears out this statement. That is the goal of this project, a spin-off of a study carried out among undergraduate students. Our aim is to assess whether mental health and social skills of university students in the first years of an undergraduate course predict their academic performance during and at the end of the course as well as to assess possible associations between the variables under study. We propose a correlational and predictive analysis and the inclusion of the undergraduate students academic performance variable, not assessed in the in-depth study. 305 students of both genders and of different undergraduate courses of UNESP-Bauru were assessed when they were still in a semester before half of the course, which corresponds to the beginning of the undergraduate course. These subjects, after undergoing ethical procedures, answered in the classroom a set of questionnaires shown them in a notebook containing specific instructions for each one of them, which were: Questionnaire on Assessing University Students Behavior and Lifestyles (QAUSBL), reduced version of the Social Phobia Inventory (Mini SPIN), Beck Depression Inventory (BDI) and Social Skills Inventory (SKI - Del Prette). Later they individually answered a structured clinical telephone interview for DSN-IV (SCID). Data concerning students academic performance were collected at the university deans office, including grades at the beginning of the course as well as whether students graduated within the period specified by the school's timetable. For the model of binary logistic regression to analyze academic performance at the beginning and end of undergraduate studies, the variables with a significance level of p<0 in univariate analyses were selected. The variables IHC-self-control of aggressiveness in adverse situations (F5) and mental health were the variables included in the analysis at the beginning of undergraduate studies and were kept as predictive. At the end of the course, communication and affection QAUSBL, speaking in public and presenting seminars QAUSBL and potentialities for groups differentiated by anxiety scores QAUSBL, total score SKI, self-affirmation of expressing negative feelings SKI, self-exposal to strangers and new situations, sex, course year, field and initial academic performance SKI. The predictive factors were: feminine sex, being enrolled in higher years during the evaluation that took place at the beginning of the course, attending human science courses and to showing an initial academic performance on average or above average. Such data suggest unfolding into the fields of psychology, education and public policies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
salina.pdf (4.35 Mbytes)
Data de Publicação
2016-04-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.