• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2011.tde-21102013-144741
Documento
Autor
Nome completo
Sabrina Kerr Bullamah Correia
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Loureiro, Sonia Regina (Presidente)
Linhares, Maria Beatriz Martins
Padovani, Flávia Helena Pereira
Título em português
Cognição e comportamento de uma coorte de escolares estratificada pelo peso ao nascer: comparações e preditores
Palavras-chave em português
comportamento
crianças em idade escolar.
desenvolvimento cognitivo
fatores de risco
recém-nascido de baixo peso
Resumo em português
Sob a perspectiva da psicopatologia do desenvolvimento, o baixo peso ao nascer tem sido considerado condição adversa ao desenvolvimento infantil, influenciando a saúde mental e as tarefas desenvolvimentais típicas, que para crianças em idade escolar abrangem o desempenho cognitivo e comportamental. Os efeitos para o desenvolvimento do nascimento com baixo peso têm sido amplamente estudados, contudo, no Brasil, tais estudos são escassos, especialmente focalizando coortes. Objetivou-se: a) caracterizar e comparar os desempenhos cognitivo e comportamental de uma coorte de crianças em idade escolar, estratificada em grupos com base em três critérios relativos ao peso ao nascer, a saber: 1º ) em dois grupos de peso ao nascer (GBPgrupo de baixo peso e GPN- grupo de peso normal); 2º ) em cinco grupos de peso ao nascer (MBP- muito baixo peso, BP- baixo peso, PI- peso insuficiente, PN- peso normal e MAP- muito alto peso); e 3º ) em três grupos de adequação do peso ao nascer à idade gestacional (PIGpequeno para a idade gestacional, AIG- adequado para a idade gestacional e GIG- grande para a idade gestacional); e b) identificar possíveis variáveis preditoras para os desempenhos cognitivo e comportamental, baseado em variáveis biológicas, clínicas e socioeconômicas. Foram avaliadas, aos 10/11 anos, 677 crianças, de ambos os sexos, nascidas em Ribeirão Preto-SP. Procedeu-se à avaliação cognitiva das crianças, por meio do Teste Matrizes Progressivas Coloridas de Raven, e à avaliação comportamental, por meio do Questionário de Capacidades e Dificuldades (SDQ) respondido pelos pais. As informações socioeconômicas das famílias e clínicas das crianças foram obtidas por meio de Questionário Complementar. Os dados foram codificados de acordo com as proposições dos instrumentos e analisados por procedimentos estatísticos. Em relação ao desempenho cognitivo, avaliado pelo Raven, apenas o grupo PIG apresentou déficits cognitivos em comparação aos grupos AIG e GIG. Com relação ao desempenho comportamental, avaliado pelo SDQ, observaram-se as seguintes diferenças significativas: a) GBP apresentou mais dificuldades nas escalas de sintomas emocionais e hiperatividade em comparação ao GPN; b) o grupo de BP apresentou mais dificuldades na escala de sintomas emocionais em comparação aos grupos de MBP, PI, PN e MAP; c) o grupo de MBP apresentou escore maior de hiperatividade nas comparações com BP, PI, PN e MAP; d) o grupo PIG apresentou significativamente mais dificuldades no escore total e na escala de sintomas emocionais que os grupos AIG e GIG. Verificou-se na análise de predição que as variáveis nível socioeconômico e escolaridade da mãe influenciaram os desempenhos cognitivo e comportamental, e que a idade gestacional e gênero das crianças influenciaram, respectivamente, os desempenhos cognitivo e comportamental. Conclui-se que a estratificação dos grupos de peso ao nascer por três critérios permitiu a identificação de dificuldades mais específicas quanto aos desempenhos cognitivo e comportamental, especialmente quando da combinação da adequação do peso ao nascer à idade gestacional, ampliando a compreensão sobre o impacto do baixo peso ao nascer em associação às condições biológicas, clínicas e socioeconômicas
Título em inglês
Cognition and behavior of a cohort of school-age children stratified by birth weight: comparisons and predictors
Palavras-chave em inglês
behavior
cognitive development
newborn of low birth weight
risk factors
school-age children.
Resumo em inglês
From the perspective of developmental psychopathology, low birth weight has been considered adverse condition for child development, influencing the mental health and typical developmental tasks, which for school-age children include cognitive and behavioral performance. The effects on the development of low birth weight have been extensively studied, however, in Brazil, such studies are scarce, especially focusing on cohorts. This study aimed to: a) describe and compare the cognitive and behavioral development of a cohort of school-age children, stratified into groups based on three criteria related to birth weight, namely: 1) in two groups of birth weight ( GLBW-group of low birth weight and GNBWgroup of normal birth weight), 2) in five groups of birth weight (VLBW-very low birth weight, LBW-low birth weight, IBW- insufficient birth weight, NW-normal birth weight and HBW- high birth weight) and 3) in three groups of adequacy of birth weight for gestational age (SGA- small for gestational age, AGA-appropriate for gestational age and LGA-large for gestational age), and b) identify possible predictors for cognitive and behavioral performance, based on biological, clinical and socioeconomic characteristics. At 10/11 years old, 677 children of both genders, who were born in Ribeirão Preto, has been evaluated. The cognitive assessment of children was carried out by using the Coloured Progressive Matrices Test of Raven and, in regard to its behavior aspects, parents answered to the Strengths and Difficulties Questionnaire (SDQ). The socioeconomic profile of families and children's clinics were collected through supplementary questionnaire. Data were coded according to the propositions of the instruments and analyzed by statistical procedures. In relation to cognitive performance assessed by the Raven only the SGA group showed cognitive deficits compared to the AGA and LGA groups. With regard to behavioral performance measured by the SDQ, there were the following significant differences: a) GLBW had more difficulties in the scales of emotional symptoms and hyperactivity compared to the GNBW, b) the LBW group had more difficulties in the scale of emotional symptoms in compared with groups of VLBW, IBW, NBW and HBW c) the VLBW group had higher scores of hyperactivity in comparison with LBW, IBW, NBW and HBW d) the SGA group showed significantly more difficulties in the total score and the scale of emotional symptoms that AGA and LGA groups. The analysis of prediction has demonstrated that elements as family´s socioeconomic level and mother´s education influenced the cognitive and behavioral performance, and the gestational age and gender of the children affected, respectively, the cognitive and behavioral indicators. We conclude that stratification of the groups of birth weight by three criteria allowed the identification of specific difficulties regarding the cognitive and behavioral performance, especially when combining the birth weight for gestational age, increasing understanding about the impact of low birth weight in association with biological, clinical and socieconomic conditions
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-02-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.