• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2011.tde-21102013-165347
Documento
Autor
Nome completo
Laura Vilela e Souza
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Santos, Manoel Antonio dos (Presidente)
Lorenzi, Carla Guanaes
Santos, Jose Ernesto dos
Santos, Marilene Aparecida Grandesso dos
Spink, Mary Jane Paris
Título em português
Construindo cuidado: a relação com os profissionais da saúde nas práticas discursivas de pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares
Palavras-chave em português
Anorexia Nervosa
Bulimia.
Construcionismo social
Relações profissional-paciente
Resumo em português
O objetivo geral deste trabalho foi compreender as práticas discursivas de pessoas diagnosticadas com Anorexia Nervosa (AN) ou Bulimia Nervosa (BN) com relação a produção de sentidos sobre as relações profissional-paciente no âmbito do tratamento desses transtornos alimentares (TA), aqui considerados não como quadros diagnósticos, mas como construções sociais. Esse objetivo foi traçado no diálogo com a literatura científica na área que identifica poucos espaços de escuta dessas pessoas sobre o que elas consideram importante em suas relações com os profissionais de saúde, e no diálogo com as narrativas das participantes deste estudo que apontaram a boa qualidade do relacionamento profissionalpaciente como importante na construção de um atendimento considerado satisfatório. De maneira específica, buscou-se compreender como o uso de diferentes repertórios interpretativos e discursos sociais participam da produção de sentidos sobre as relações profissional-paciente, além de investigar as implicações dos diferentes posicionamentos assumidos por ambos na coconstrução de descrições de si, direitos, deveres e lugares ocupados pelos pacientes na relação com os profissionais. Para tanto, foram entrevistadas 12 mulheres diagnosticadas com AN e BN atendidas por um serviço de assistência em TA. 5 dessas mulheres responderam de forma mais pessoal sobre o que é um relacionamento significativo com um profissional, oferecendo histórias de seus relacionamentos anteriores e atuais com os profissionais, narradas com riqueza de detalhes. Considerando-se a vasta quantidade de material a ser analisado, um recorte do material foi necessário e essa riqueza narrativa foi o critério utilizado para a seleção dessas 5 entrevistas para análise. O corpus de análise foi composto pelo recorte dos momentos das entrevistas nos quais o tema do relacionamento profissional-paciente estava presente. Assumindo-se uma perspectiva construcionista social sobre produção do conhecimento, utilizou-se, para a análise desse corpus, a Teoria relacional do sentido, a Teoria do posicionamento e a proposta teóricometodológica das Práticas discursivas e produção de sentidos. A partir da análise desse material foi possível abordar: as implicações do uso do discurso biomédico, que entende a AN e BN como psicopatologias, para as construções de si das participantes deste estudo e para a construção de possibilidades e limites da sua participação nas decisões sobre o tratamento; o pedido das participantes para uma maior proximidade afetiva com o profissional; o lugar ocupado pelo psicólogo e pelos demais profissionais da equipe multidisciplinar frente a esse pedido; os efeitos dos repertórios interpretativos disponibilizados pela literatura da área sobre a dificuldade no relacionamento profissional-paciente para as práticas discursivas das participantes ao falarem de seus desentendimentos com os profissionais; e as implicações da eleição do tratamento hospitalar como locus privilegiado de cuidado dessas pessoas. Alguns aportes teóricos construcionistas sociais, como a responsabilidade relacional, o ser relacional, o diálogo transformador e a postura colaborativa foram ofertados para pensar cenários relacionais entre profissionais e pacientes que pudessem incluir: a noção de identidade como movimento e não como estabilidade; o entendimento dos sucessos e insucessos nesses relacionamentos como ações conjuntas; a defesa do paciente como agente coconstrutor de seu cuidado e a possibilidade de convivência de diferentes verdades em saúde.
Título em inglês
Constructing care
Palavras-chave em inglês
Anorexia Nervosa
Bulimia.
Professional-patient relations
Social constructionism
Resumo em inglês
The general aim of this work was to understand the discursive practices of people diagnosed with Anorexia Nervosa (AN) and Bulimia Nervosa (BN) in the meaning production about professional-patient relationships in the treatment of eating disorders. Eating disorders are understood here as social constructions. This objective was delineated in dialogue with the scientific literature in the field that identifies a lack of spaces to listen to these people as well as in dialogue with this study participants' narratives that associated meaningful assistance with the possibility of good quality in professional-patient relationship. Specifically, we aimed at understanding how the use of different interpretive repertoire and social discourses participate in the meaning production about the professional-patient relationship. We also tried to comprehend the implications of different positions assumed by both of them in the coconstruction of self descriptions, rights, duties and places occupied by patients in their relations with professionals. In order to do that, 12 women diagnosed with AN and BN assisted by an eating disorder service were interviewed. 5 interviews were selected to be analysed considering its richness of narratives about professional-patient relationship. Interview excerpts in which the theme of professional-patient relationship was discussed were selected to compose the analysis corpus Assuming a social constructionist perspective about knowledge construction, the following theoretical and methodological resources were used: Relational Theory of Meaning, Positioning Theory and Discursive practices and production of meanings. The analysis highlighted: the implications of biomedical discourse use, in which AN and BN is understood as psychopathologies, to the self constructions of the participants of this study and to the construction of possibilities and limitations of their participation in the decisions about the treatment; the participants' request for closer and emotional relationship with professionals; the role of the psychologist and the rest of the multidisciplinary team to address this request; the effects of the use of the literature in the field that constructs the professional-patient relationships in terms of its difficulties in the discursive practice of the participants when they talked about their conflicts with professionals; and the implication of electing treatment as the privileged scenario of health care. Some social constructionist resources such as Relational Responsibility, Relational Being, Transformative Dialogue and Collaborative Partnership, were implemented to think about relational scenarios between professionals and patients that could include: the idea of identity as movement instead of stability; the understanding of the success and failure in these relationships as conjoint actions; the defense of the patient's protagonism in the construction of health; and the possibility of the coexistence of diverse realities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-02-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.