• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2011.tde-31102011-095833
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Machado Domingues Cassiano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Antonio dos Santos (Presidente)
Cianflone, Ana Raquel Lucato
Ribeiro, Daniela de Figueiredo
Título em português
Recognição e criatividade, como cognição inventiva, nos processos de interação em uma sala de aula do ensino fundamental
Palavras-chave em português
Cognição inventiva
Criatividade
Ensino Fundamental.
Recognição
Resumo em português
A criatividade é um tema de crescente interesse no meio acadêmico, oriundo de uma demanda da sociedade capitalista voltada para a criação. Estudos recentes criticam a concepção tradicional de criatividade, fundamentando-se na diferença entre o conceito de invenção e criatividade e afirmando que esta se limita a solucionar os problemas impostos pela sociedade, enquanto a primeira se propõe a um movimento de problematização das formas cognitivas. O presente trabalho pretende investigar a criatividade como cognição inventiva, mediada por experiências de interação num determinado contexto, caracterizando a forma de criação em relação ao mundo e a si mesmo. O objetivo geral da pesquisa é conhecer como a criatividade se produz na sala de aula, investigando em quais momentos ela se aproxima de uma cognição inventiva e em quais momentos ela se limita a uma reprodução cognitiva. A pesquisa foi desenvolvida numa Escola Municipal de Ensino Fundamental, localizada na periferia de um município no interior de São Paulo. Participaram da pesquisa uma professora e 35 alunos de uma sala de aula de uma quarta série do Ensino Fundamental, além dos profissionais da escola que participam do contexto e cotidiano institucional. Trata-se de uma pesquisa de metodologia qualitativa de inspiração etnográfica, utilizando observações participantes videogravadas como o principal instrumento. Entrevistas formais e informais, análise da produção do professor e da produção dos alunos em sala de aula e informações institucionais adicionais também foram utilizadas. A coleta de dados realizou-se no período das aulas, à tarde. Foram realizadas 60 observações, num total de aproximadamente 100 horas. As observações aconteceram no período de março a dezembro, percorrendo quase todo o ano letivo escolar. Estabeleceu-se como critério de classificação do material coletado o seu conteúdo. Desse modo, dividiu-se o material em dois grandes grupos. O primeiro refere-se ao plano molar ou macropolítico e propõe-se a analisar o contexto institucional e as atividades que aconteceram fora da sala de aula observada, abrangendo o espaço físico, os aspectos pedagógicos gerais e os profissionais da escola. O segundo refere-se ao plano molecular ou micropolítico e destina-se a focar os acontecimentos da sala de aula observada, englobando as rotinas, rituais e suas atividades. Os resultados sugerem que as atividades desenvolvidas, tanto no contexto institucional quanto na sala de aula, privilegiam as situações de recognição e são pautadas pelas relações de controle e poder. Desse modo, quase não há espaço para a invenção e para a aprendizagem significativa.
Título em inglês
Recognition and creativity, as inventive cognition, in the process of interaction in a classroom of elementary school.
Palavras-chave em inglês
Creativity
Elementary School.
Inventive Cognition
Recognition
Resumo em inglês
Creativity is a topic of growing interest in the academy coming from a capitalist society geared towards creation. Recent studies have criticized the traditional conception of creativity, basing on the difference between the concept of "invention" and "creativity", saying that creativity is a merely solution of the problems imposed by society, while invention aims at a motion questioning of the cognitive ways. This research aims to investigate creativity, cognition as invention, mediated by interaction experiences in context, characterizing the form of creation for the world and himself. The main objective of the research is to understand how creativity happens in the classroom, investigating in what time it approaches of an inventive cognition and when it merely is recognition. The research was conducted in a Hall Elementary School, located on the outskirts of a city in São Paulo. The survey was conducted in a municipal school of elementary school, located on the outskirts of a city in São Paulo. The study included 01 teacher and 35 students of a specific fourth grade classroom besides the staff of the school that participates in this institutional context. This is an ethnographic study of qualitative methodology. Videotaped participant observation was the main tool. Formal and informal interviews, analysis of output of the teacher, the production of students in the classroom, and additional institutional information were also used. The collect of the data took place during classes in the afternoon. Were made 60 observations, adding approximately 100 hours. The observations took place during the period from March to December, covering almost the entire school year. It was established as a criterion for classification of material collected their content. Thus, the material was divided into two major groups. The first refers to molar or macro-political level and proposes to examine the institutional context and the activities that took place outside the classroom and observed physical space, the pedagogical aspects and the school professionals. The second group refers to the molecular plane or micropolitical and focuses on events in the classroom observed. It covers the routines, rituals and activities that favored some possibility of invention. The results suggest that activities in both of the institutional context, as in classroom situations are recognitional and are guided by relations of power and control. Thus, there is a little space for invention and for meaningful learning.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MESTRADO.pdf (1.66 Mbytes)
Data de Publicação
2012-08-21
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Cassiano, P. M. D., e ANDRADE, A. S. Criatividade e Aprendizagem Inventiva em uma Sala de Aula do Ensino Fundamental. In Congresso Nacional de Psicologia Escolar e Educacional, X, Maringá, PR, 2011. X Congresso Nacional de Psicologia Escolar e Educacional - Anais Online.Maringá, PR, 2011. Dispon?vel em: http://www.abrapee.psc.br/xconpe/trabalhos/1/88.pdf.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.