• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2006.tde-05072007-171634
Documento
Autor
Nome completo
Renata Tardivo Cirqueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Froehlich, Marlene Sofia Arcifa (Presidente)
Alves, Maria José Queiroz Freitas
Bastos, Jairo Kenupp
Carvalho, João Ernesto de
Huaman, Carlos Alberto Martinez y
Título em português
Efeitos dos extratos aquosos de jambolão (Eugenia jambolana Lamark) e pitanga (Eugenia uniflora Linnaeus) sobre os parâmetros renais e a pressão arterial em ratos wistar.
Palavras-chave em português
jambolão
ratos
wistar
Resumo em português
Plantas que possuem efeito diurético são amplamente utilizadas pela população no tratamento de algumas doenças importantes como edema e hipertensão. Os efeitos de muitas delas ainda não foram confirmados, desse modo, se faz cada vez mais necessário o esclarecimento do uso terapêutico das plantas medicinais. Os objetivos desse trabalho foram: (a) estudar os efeitos dos extratos aquosos (EA) de pitanga (P) e jambolão (J) sobre a pressão arterial (PA) e alguns parâmetros renais em ratos normotensos anestesiados e (b) verificar a existência de flavonóides nesses extratos, bem como realizar a identificação e o doseamento de tais compostos. Os EA foram preparados pelo método de decocção e administrados por via intragástrica (gavage) em diferentes concentrações: 10%, 15%, 20% e 25%. Tais concentrações corresponderam respectivamente às doses de 56, 94, 145, 172 mg de P/Kg e a 44, 73, 83, 95 mg de J/Kg. Os animais foram divididos em dez grupos de sete indivíduos (n=7): controle (C), controle de sódio e potássio (CNa/K), P-10%, P-15%, P-20%, P-25%, J-10%, J-15%, J-20% e J-25%. Ratos Wistar machos normotensos, pesando em torno de 180g, foram anestesiados (hypnol 3%) e submetidos a uma traqueotomia. A artéria carótida esquerda foi canulada para coletar o sangue e medir a PA com um manômetro de mercúrio, em intervalos de 15 minutos. A veia jugular direita foi canulada para injetar soluções e a bexiga urinária foi canulada para coletar a urina, em períodos de 30 minutos. O protocolo experimental foi dividido em basal (para avaliação dos parâmetros basais) e experimentais (posteriores à administração dos EA). Os resultados analisados através dos testes estatísticos de ANOVA e Tukey foram apresentados como média ± desvio padrão (p<0.05). Os animais apresentaram o mesmo padrão de resposta para ambas as plantas estudadas: nos animais que receberam os EA nas concentrações de 10% e 25% as reduções da PA foram mais potentes (±30%) e desencadearam respostas renais como reduções no fluxo plasmático renal, além da ausência do aumento da diurese e redução da natriurese e caliurese. Entretanto, nos animais que receberam os EA nas concentrações intermediárias (15% e 20%), onde o efeito hipotensivo foi mais discreto (±20%), o aumento do fluxo plasmático renal possibilitou evidenciar um potente efeito diurético, além de um aumento da natriurese e da caliurese. O balanço entre os efeitos hipotensivo e diurético apresentado pelos animais após a administração dos extratos das plantas estudadas demonstra a interdependência entre a hemodinâmica e a função renal. Cromatografias em Camada Delgada (CCD) e Reações Cromáticas de Identificação confirmaram a existência de flavonóides do grupo dos flavonóis (quercetina, quercitrina e miricetina) nos EA de P e J. Informações científicas mostram que os flavonóis presentes nas plantas estudadas têm atividade vasodilatadora e que a quercetina tem boa absorção e biodisponibilidade. Assim sugerimos que esse composto secundário pode ser o responsável pelos efeitos hipotensivo e diurético relatados neste trabalho.
Palavras-chave em inglês
Jambolão
rats
wistar
Resumo em inglês
Plants which have a diuretic effect are widely used by people in the treatment of some important diseases such as edema and hypertension. These effects are not entirely known and, this way, the elucidation of the effects of medicinal plants is still necessary. The objectives of this work were: (a) to study the effects of pitanga (P) and jambolão (J) aqueous extracts (AE) on the arterial pressure (AP) and some renal parameters in normotensive and anesthetized rats and (b) to verify the occurrence of flavonoids in these extracts, as well as to identify and to dose these compounds. The AE were prepared by the decoction method and administrated intragastrically in different concentrations: 10%, 15%, 20% and 25%. These concentrations corresponded respectively to doses of 56, 94, 145,172 mg of P/Kg and 44, 73, 83, 95 mg of J/Kg. The animals were divided in ten groups of seven individuals (n=7): control (C), sodium and potassium control (CNa/K), P¬10%, P-15%, P-20%, P-25%, J-10%, J-15%, J-20% e J-25%. Male normotensive Wistar rats, weighing approximately 180g, were anesthetized (hypnol 3%) and submitted to tracheotomy. The left carotid artery was catheterized to collect blood and measure the AP with a mercury manometer, in at intervals of 15 minutes. The right jugular vein was catheterized to inject solutions and the bladder was catheterized for urine collection, in periods of 30 minutes. The experimental protocol was divided in four periods of 30 minutes each: basal (to evaluate the basal parameters) and experimental (after the AE administration). The results were analyzed by ANOVA and Tukey test (X±SD, p<0.05). The animals presented the same response pattern to both studied plants: the animals that received the AE in 10% and 25% presented strong AP reductions (±30%) what promoted renal responses as reduction in plasmatic renal flow, lack of increase in diurese and reduction of natriurese and caliurese. However, the animals that received intermediate AE concentrations (15% and 20%) presented discrete AP reductions (±20%) and the increase of plasmatic renal flow evidenced a strong diuretic effect besides higher natridiurese and caliurese. The balance between the hypotensive and diuretic effects observed in the animals after the administration of the plant extracts proved the interdependence between the hemodynamic and renal function. Thin Layer Chromatography (TLC) and Chromatic Reactions of Identification confirmed the presence of flavonoids from the group of the flavonols (quercetin, quercitrin and myricetin) in the AE of P and J. In the literature there are reports that flavonols present in the analyzed plants have vasodilator activity and the quercetin has good absorption and bioavailability. Thus, we suggest that this secondary compound could be responsible for the hypotensive and diuretic effects found in this work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RenataTardivo.pdf (385.70 Kbytes)
Data de Publicação
2012-08-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.