• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2010.tde-23042010-161900
Documento
Autor
Nome completo
Mariela Cordeiro de Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Langer, Max Cardoso (Presidente)
Bockmann, Flávio Alicino
Ferigolo, Jorge
Título em português
Redescrição de um Dasypodini (Xenarthra, Cingulata) do quaternário do Estado de São Paulo e considerações sobre o gênero Propraopus Ameghino, 1881
Palavras-chave em português
Cingulara
Dasypus
Filogenia
Propraopus
Queternário
xenartha
Resumo em português
O presente trabalho apresenta a descrição comparativa de crânio, pós-crânio e osteodermos do Dasypodini (Xenarthra, Cingulata) MNRJ 552-V, proveniente dos depósitos quaternários da Gruta de Itaporanga, Sorocaba-SP. Seu crânio foi tomografado e comparado àqueles de táxons viventes, de modo a abarcar as três subfamílias de Dasypodidae, enquanto seu pós-crânio foi comparado ao de Dasypus novemcinctus. Ademais, como MNRJ 552-V foi inicialmente descrito como pertencente a Propraopus punctatus, foram analisados materiais, especialmente osteodermos, atribuídos a este gênero depositados em coleções paleontológicas brasileira e argentinas. Para definir as relações do referido espécime com outros Dasypodini, um estudo filogenético foi realizado. Além de MNRJ 552-V, o grupo interno abarcou cinco unidades taxonômicas operacionais (OTUs), incluindo duas espécies viventes de Dasypus, dois espécimes atribuídos a P. grandis, bem como parte do material tipo de Dasypus sulcatus Lund, 1842, proveniente de Lagoa Santa-MG, tendo exclusivamente este sido analisado apenas por meio da literatura. O grupo externo, definido com base em estudos filogenéticos prévios, inclui Stegotherium tesselatum e Cabassous tatouay. Nesta análise, os osteodermos, que figuram historicamente como de grande relevância sistemática para Cingulata, igualmente mostraram-se fundamentais para diferenciar as OTUs do grupo interno. A única árvore mais parcimoniosa obtida por meio de busca exata sugere maior proximidade de MNRJ 552-V às espécies viventes de Dasypus, parecendo preferível atribuir tal espécime a D. punctatus Lund, 1840, o que coincide com a proposta nomenclatural original da espécie. Já o outro clado, que consiste de uma politomia com três outras OTUs, por incluir materiais referidos à espécie tipo do gênero (P. grandis) foi nomeado Propraopus. Deste modo, a OTU Dasypus sulcatus deve ser tratada como Propraopus sulcatus. A politomia que forma clado Propraopus corrobora a difícil distinção entre materiais P. sulcatus e P. grandis, previamente apontada por diversos autores.
Título em inglês
Redescription of a Dasypodini (Xenarthra, Cingulata) from the Quaternary of São Paulo, Brazil, and remarks on the genus Propraopus Ameghino, 1881.
Palavras-chave em inglês
Cingulata
Dasypodini
Dasypus
Phylogeny
Propraopus
Quaternary
Xenarhra
Resumo em inglês
This work presents the comparative description of the skull, postcranium and osteoderms of the Dasypodini (Xenarthra, Cingulata) MNRJ 552-V, collected in the quaternary deposits of Gruta de Itaporanga, Sorocaba-SP, Brazil. The skull was CT scanned and compared to those of extant taxa of all three Dasypodidae subfamilies, while the postcranium was compared to that of Dasypus novemcinctus. Given that MNRJ 552-V was originally described as Propraopus punctatus, it was compared to fossils (especially composed of osteoderms) attributed to this genus in paleontological collections of Brazil and Argentina. In order to define the relations of the described specimen to other Dasypodini, a phylogenetic study was performed. Along with MNRJ 552-V, the ingroup comprises five operational taxonomic units (OTUs), including two extant species of Dasypus, two specimens attributed to P. grandis, as well as part of the type material of Dasypus sulcatus Lund, 1842 from Lagoa Santa-MG, the latter solely analyzed based on the literature. The outgroup was defined based on previous phylogenetic studies and includes Stegotherium tesselatum and Cabassous tatouay. The osteoderms, which are skeletal parts historically relevant to Cingulata systematics, were also fundamental to differentiate the ingroup OTUs in the analysis. The single most parsimonious tree obtained with an exact search suggested that MNRJ 552-V is more closely related to the extant Dasypus species. Accordingly, it is preferable to attribute that specimen to D. punctatus Lund, 1840, following the original designation of the species. The sister clade of Dasypus, which consists of a polytomy with three other OTUs, was assigned to the genus Propraopus, once it includes material referred to its type species (P. grandis). Therefore, the OTU Dasypus sulcatus should be treated as Propraopus sulcatus. The polytomy that forms the Propraopus clade highlights the problem in differentiating P. sulcatus and P. grandis, as previously pointed by many authors.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese.pdf (7.67 Mbytes)
Data de Publicação
2010-04-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.