• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2016.tde-24032016-092306
Documento
Autor
Nome completo
Pedrita Fernanda Donda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Martins, Lilian Al-chueyr Pereira (Presidente)
Lecointre, Marisa Russo
Ramos, Mauricio de Carvalho
Título em português
Erasmus Darwin e os seres vivos: concepções de 'evolução' e herança
Palavras-chave em português
Darwin Erasmus
História da Evolução
História da Hereditariedade
Lamarck Jean Baptiste Pierre Antoine de Monet Chevalier de.
Resumo em português
Erasmus Darwin (1731-1802) apresentou suas ideias evolutivas principalmente no fim do século XVIII. No entanto, elas não foram consideradas na época. Seu neto, Charles Darwin (1809-1882), na 6ª edição do Origin of species as avaliou de modo negativo, comparando-as às concepções equivocadas de Lamarck. O objetivo desta dissertação é inicialmente, descrever as concepções de hereditariedade e evolução de Erasmus, considerando o contexto de sua época. Além disso, procura esclarecer se o tratamento recebido se deveu a uma proposta fraca ou se ela mereceria uma maior consideração. Esta dissertação contém uma Introdução e quatro capítulos. O Capítulo 1 discute a vida, trabalhos e contexto em que Erasmus apresentou suas ideias. O Capítulo 2 lida com as concepções de herança e evolução presentes em Zoonomia. O Capítulo 3 discute sobre as concepções de Erasmus sobre a transformação das espécies nas plantas. O Capítulo 4 compara as concepções evolutivas de Erasmus com as de Lamarck. O Capítulo 5 procura responder às perguntas colocadas no início desta pesquisa e apresenta algumas considerações finais sobre o assunto discutido. Esta pesquisa leva à conclusão de que a transmutação das espécies não era o principal interesse de Erasmus. Ele não ofereceu uma fundamentação empírica para suas ideias. Este fato, juntamente com a situação sócio-político-religiosa da época, muito provavelmente contribuiu para a recepção sofrida. Além disso, embora existam algumas semelhanças entre as propostas de Erasmus e Lamarck, existem também grandes diferenças tais como a abrangência da pesquisa, o espaço dedicado à discussão das ideias, a fundamentação oferecida, dentre outras. Erasmus não propôs uma teoria coerente lidando com desde a origem da vida até o aparecimento do homem como Lamarck. Ele somente apresentou algumas ideias a esse respeito em obras dedicadas a outros assuntos.
Título em inglês
Erasmus Darwin and the living beings: conceptions of evolution and inheritance
Palavras-chave em inglês
Darwin Erasmus
History of Evolution
History of Heredity
Lamarck Jean Baptiste Pierre Antoine de Monet Chevalier de
Resumo em inglês
Erasmus Darwin (1731-1802) mainly presented his evolutionary views at the end of the 18th century. However, they were not considered carefully at that time. His grandson, Charles Darwin (1809-1882), in the 6th edition of Origin of species evaluated them in a negative way, comparing them to Lamarcks erroneous conceptions. The aim of this dissertation is firstly to describe Erasmus Darwins conceptions on heredity and evolution considering the context of his time. Besides that, it tries to elucidate the reception received by them was due to a weak proposal or whether they deserved greater consideration. This dissertation comprises an Introduction and five chapters. Chapter 1 discusses Erasmus Darwins life, work and the context in which he presented his ideas. Chapter 2 deals with the conceptions of inheritance and evolution which are present in Zoonomia. Chapter 3 discusses Erasmus view on the transmutation of species in plants. Chapter 4 compares Erasmuss evolutionary conceptions to Lamarcks ones. Chapter 5 tries to answer the questions proposed in the beginning of this research and presents some final remarks concerning the subject. This research leads to the conclusion that the transmutation of species was not the main Erasmus concern. He did not present any empirical foundation of his views related to the subject. This fact, together with the socio-political-religious situation, must have contributed to its reception. Besides that, although there were some similarities between Erasmuss and Lamarcks proposal there were also great differences such as the scope of the research, the space dedicated to its discussion, the foundation provided, among others. Erasmus did not provide a coherent theory of the transmutation of species dealing with since the origin of life to the rise of man, departing from a study of natural history such as Lamarck. In this respect, he only presented a few ideas in works dedicated to other subjects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-05-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.