• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ana Francisca Tamburus Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Mantelatto, Fernando Luis Medina (Presidente)
Albuquerque, Débora Lucatelli de
Franco, Fernando de Faria
Lima, Daniel José Marcondes
Menezes, Rodolpho Santos Telles de
Santana, William Ricardo Amancio
Título em português
Revisão taxonômica e relação filogenética dos caranguejos aranha Libinia Leach, 1815 (Majoidea: Epialtidae) com base em caracteres morfológicos e moleculares
Palavras-chave em português
Caranguejo aranha
COI e 16S mtDNA
Epialtidae
Filogenia
Taxonomia
Resumo em português
A superfamília Majoidea contém os caranguejos conhecido popularmente como aranha, encontrados em ambientes marinhos e costeiros, em áreas intermareais rochosas ou de recifes. A imensa diversidade do grupo gerou diferentes propostas de classificação, sendo atualmente aceitas as seguintes famílias: Epialtidae, Inachidae, Inachoididae, Majidae, Mithracidae e Oregoniidae. Epialtidae contém 87 gêneros, dentre eles Libinia com 10 espécies válidas, das quais três ocorrem no Pacífico Oriental (México e Peru) e sete ocorrem no Atlântico Ocidental, desde o Canadá até a Argentina. Em diferentes hipóteses filogenéticas, o gênero posiciona-se com distintos grupos-irmãos (Herbstia, Leucippa, Notolopas, Pisa, Rochinia, Taliepus) que pertencem a subfamílias diferentes, sugerindo o parafiletismo da família, mas sem resolver as relações de parentesco do gênero. No Brasil, embora a posição taxonômica de L. ferreirae e L spinosa não seja duvidosa, podem conviver em simpatria além de possuírem alguns hábitos similares. No entanto, não havia estudos que esclarecessem suas relações de parentesco. Libinia dubia, L. emarginata e L. erinacea coexistem no Golfo do México, em habitat e profundidade similares; apresentaram diferenças morfológicas bastante sutis que justificaram o estudo comparativo das mesmas. Libinia cavirostris foi descrita em 1942, seus caracteres morfológicos a separam das demais espécies do gênero; no entanto não houve mais registros de ocorrência e como consequência ausência de outras informações. Libinia rhomboidea tem distribuição limitada, poucos registros recentes e localidade-tipo duvidosa, o que instigou o exame detalhado de outros espécimes e localidades. Três espécies ocorrem no Pacífico Oriental, L. mexicana, L. setosa e L. peruana, sendo as duas primeiras com distribuição no México e a segunda apenas no Peru, os quais são distinguíveis entre sim, porém não se tem mais registro de L. peruana desde sua descrição em 1983. O presente estudo investigou as relações de parentesco entre as 10 espécies que compõe o gênero Libinia e avaliou a hipótese de monofilia; comparou a morfologia das mesmas e realizou a revisão taxonômica do gênero, levantando caracteres morfológicos informativos de adultos e de jovens de diferentes localidades. As árvores filogenéticas foram construídas a partir de sequências de DNA dos genes 16S e COI alinhadas individualmente e concatenadas, por meio dos métodos de máxima verossimilhança e inferência bayesiana. Todas as dez espécies foram consideradas válidas. As hipóteses filogenéticas suportaram a monofilia de Libinia, indicando pouca proximidade com Stratiolibinia e corroborando a criação do gênero. Gomes, A.F.T. - Tese de Doutorado 2 De forma geral, a morfologia das espécies que ocorrem no Pacífico Oriental é similar e as distinguem das espécies que ocorrem no Atlântico Ocidental. Ainda sim, a hipótese filogenética do gênero não indica clados monofileticos para estes grupos geográficos e ainda evidenciou pouca proximidade entre L. mexicana e L. setosa. Libinia spinosa posicionou-se externamente às demais espécies, L. mexicana é próxima à L. cavirostris, e L. ferreirae tem proximidade filogenética com as espécies que ocorrem no Golfo do México e Caribe. Assim, a hipótese filogenética do gênero Libinia que sugeriu sua monofilia foi confirmada, não apresentando indicativos de clados distintos para as espécies do Pacífico e do Atlântico, e esclareceu as relações internas dentro do gênero
Título em inglês
"Taxonomic review and phylogenetic relationship of spider crabs Libinia Leach, 1815 (Majoidea: Epialtidae) based on morphological and molecular characters"
Palavras-chave em inglês
COI and 16S mtDNA
Epialtidae
Phylogeny
Spider crab
Taxonomy
Resumo em inglês
The Majoidea superfamily contains the popularly known spider crabs, found in marine and coastal environments on rocky or reef intertidal areas. Its great diversity resulted on different proposals of classification, thus, combining more recent propositions, there the following families: Epialtidae, Inachidae, Inachoididae, Majidae, Mithracidae e Oregoniidae. Epialtidade consists of 87 genera among them Libinia with 10 valid species, three of them occur in the Eastern Pacific (Mexico and Peru) and seven in the Western Atlantic, from Canada to Argentina. According to distinct phylogenetic hypotheses, this genus can be related to more than one outgroup (Herbstia, Leucippa, Notolopas, Pisa, Rochinia, Taliepus) each belonging to different subfamilies, suggesting that the family is paraphyletic, but without solving the intern relationships. In Brazil, although the taxonomic position of L. ferreirae and L spinosa are not doubtful, they are found in sympatry besides having some similar habits. However, there were no studies that clarified their relationship. Libinia dubia, L. emarginata and L. erinacea occur together in the Gulf of Mexico, or similar habitat and depth; they show subtle morphological differences that justified a comparative study. Libinia cavirostris was described in 1942, its morphological characters differed it from the other species of the genus; however, there were no more recent records, and as a consequence no further information. Libinia rhomboidea has a restricted distribution, few recent records and its type-locality is doubtful, which instigated the detailed examination of other specimens and ocalities. Three species occur in the Eastern Pacific, L. mexicana, L. setosa and L. peruana, the former with distribution in Mexico and the latter only in Peru; they are distinguishable from each other, but L. peruana was not sample since its description in 1983. The main goal of this study was investigating the phylogenetic relationship among the 10 species of Libinia and evaluated the hypothesis of monophyly; compared their morphology and performed the taxonomic revision of the genus, proposing informative morphological characters for adults and juveniles. Phylogenetic trees were obtained from DNA sequences of 16S and COI genes separated and concatenated through the maximum likelihood and Bayesian inference approaches. All species were considered valid. The phylogenetic hypotheses supported the monophyly of Libinia and indicated low proximity with Stratiolibinia, confirming the description of the genus. In general, the morphology of the species that occur in the Eastern Pacific is similar and distinguish them from the ones in the Western Atlantic. Moreover, the phylogenetic hypothesis of the genus does not suggest monophyletic clades for these geographic groups and still suggests low proximity between L. mexicana and L. setosa. Libinia spinosa was positioned externally to the other species, L. mexicana was sister group of L. cavirostris, and L. ferreirae was close related to the species that occur in the Gulf of Mexico and the Caribbean. Finally, the phylogenetic hypothesis of the Libinia genus suggested its monophyly, it did not indicate distinct clades of the Pacific and Atlantic species and clarified the internal relationship among the species of the genus
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-05-27
Data de Publicação
2019-08-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.