• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.6.2016.tde-03082016-155710
Documento
Autor
Nombre completo
Maria Lucia Lebrao
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 1982
Director
Tribunal
Laurenti, Ruy (Presidente)
Favero, Manildo
Guimaraes, Cid
Qualifik, Paul
Título en portugués
Morbidade hospitalar no Vale do Paraíba, 1975
Palabras clave en portugués
Morbidade Hospitalar
Resumen en portugués
Foi analisada a totalidade das saídas (105.116) de pacientes dos 31 hospitais de assistência hospitalar geral da 3a. Região Administrativa do Estado de São Paulo, no ano de 1975, segundo as variáveis: hospital, procedência, idade, sexo, condição de saída, fontes de financiamento e tempo de permanência, sempre relacionadas ao diagnóstico principal. As causas de internação mais freqUentes foram em primeiro lugar as relativas à gravidez, parto e puerpério (27,1 por cento ), seguidas pelas doenças do aparelho respiratório (11,4 por cento ), doenças do aparelho circulatório (8,9 por cento ) e doenças infecciosas e parasitárias (8,2 por cento ). A grande maioria dos atendimentos foi feita no próprio município de residência (83,8 por cento ); os porcentuais de residentes fora do município de atendimento mais significativos foram os referentes às neoplasias e doenças do sistema nervoso e órgãos dos sentidos. Não houve diferença no comportamento das internações quanto ao sexo, quando excluídas as doenças da gravidez, parto e puerpério, sendo que os maiores coeficientes de saídas foram dos grupos etários extremos: menores de 1 ano e maiores de 65 anos. Nos primeiros, o grupo de causas mais importante foi o das infecciosas e nos últimos, o das doenças circulatórias. O coeficiente de mortalidade hospitalar do Vale do Paraíba foi 2,8 por 100 saídas, variando bastante na dependência dos diagnósticos, das idades e fontes de financiamento. Estas se mostraram com distribuição diferenciada nas internações do Vale, mesmo quando analisadas'por diagnósticos ou idade. O tempo médio de permanência se mostrou diferente nas internações pagas pelas várias fontes, assim como na dependência de cada hospital, de grupos etários (os extremos foram maiores), sexo e condição da saída. O fato de serem ou não os pacientes procedentes do próprio município de atendimento, não interferiu no resultado da duração média de permanência.
Título en inglés
Hospital morbidity in the Paraíba Valley, 1975
Palabras clave en inglés
Hospital Morbidity
Resumen en inglés
The total of 105.116 hospital discharges from 31 hospitals belonging to the Third Administrative Region of the State of São Paulo (Vale do Paraiba), Brazil, ocurred in 1975, were analyzed according to the following variables: hospital, origin (patient's place of residence), age, sex, health status of the patient discharged, sources of financing and length of stay, always related to the main diagnose. The leading causes of hospitalization were (ICD-9): - complications of pregnancy, childbirth and the puerperium (27.1 per cent ) - diseases of the respiratory system (11.4 per cent ) - diseases of the circulatory system (8.9 per cent ) - infective and parasitic diseases (8.2 per cent ) The majority of the attendances was done in the same city of the patients' residence (83.8 per cent ) except for neoplasms and diseases of the nervous system and sense organs. No difference was found in the analysis of the hospitalizations by sex, when'excluded complications of pregnancy, childbirth and the puerperium. The group of patients under one year and 65 years and over showed highest hospitalization rates. The leading cause of hospitalization within the first group was infective and parasitic diseases and within the second group, diseases of the circulatory system. The hospital mortality rate was 2.8 deaths per hundred discharges for the Vale do Paraiba as a whole, having a large variability according to the diagnoses, the patients age and the financial source. The average length of stay varied with financial source, the hospital, patients' age (the more prolonged stays were those of the youngest and oldest age group), sex and health status at the moment of discharge. Average length of stay did not vary when taking into account the fact that patient was or was not hospitalized in his own city of residence.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
DR_84_Lebrao_1975.pdf (2.39 Mbytes)
Fecha de Publicación
2016-08-03
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.