• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2009.tde-14012010-144951
Documento
Autor
Nome completo
Nádia Carvalho da Silva Müller
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Gotlieb, Sabina Lea Davidson (Presidente)
Drumond Júnior, Marcos
Pastorelo, Edmur Flavio
Título em português
Mortalidade por câncer de mama e de colo de útero: análise temporal e espacial, município de São Paulo, 1996 a 2006
Palavras-chave em português
Câncer de Colo do Útero
Câncer de Mama
Desigualdade Social
Mortalidade
Resumo em português
Introdução: Estudos mostram que os efeitos das desigualdades nos perfis de mortalidade em diferentes grupos sociais estão associados a fatores sociais, culturais e econômicos. A análise desses perfis, relativos aos cânceres de mama e de colo do útero em mulheres residentes no Município de São Paulo, por local de domicílio, permitirá estimar o risco de morrer por estes cânceres nesses grupos sociais. Tal saber trará subsídios para ações específicas dos serviços públicos no controle dos fatores de risco e na organização dos serviços de saúde. Objetivo: Descrever padrões de mortalidade pelos cânceres de mama e de colo do útero de mulheres com idade mínima de 15 anos, residentes no Município de São Paulo, segundo variações geográficas, temporais e socioeconômicas, de 1996 a 2006. Método: Estudo ecológico temporal por meio dos óbitos provenientes do Sistema de Informações Sobre Mortalidade SIM, que, no Município de São Paulo é processado pelo Programa de Aprimoramento da Informação de Mortalidade PRO-AIM, da Secretaria Municipal de São Paulo. Na análise espacial, os 96 distritos do Município foram agrupados em oito Regiões, conforme divisão administrativa elaborada pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (FSEADE) e pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo (SMADS). A série temporal observou o período de 1996 a 2006, em três cortes, triênios 1996/1997/1998, 1999/2000/2001 e 2004/2005/2006. Tal arranjo visou compensar possíveis flutuações de um único ano. Para comparar os coeficientes de mortalidade pelas duas localizações anatômicas do tumor, nas regiões e no tempo, os coeficientes foram padronizados por idade, pelo método direto, tendo como população padrão a do Município de São Paulo em 2000. Na análise das condições socioeconômicas adotou-se o Índice de Inclusão/Exclusão (IEX) como proxy para acesso e utilização dos serviços públicos de saúde. Na avaliação da dependência espacial entre as variáveis foram utilizados os Índices de Moran Global e Local. Realizaram-se mapas temáticos (coropléticos) de São Paulo, através dos softwares TerraView 3.3.0 e Philcarto versão 5.0. Resultados: Embora os coeficientes de mortalidade pelos cânceres de mama e de colo do útero tenham se mantido quase estacionários em São Paulo, nos triênios enfocados, ao serem eliminadas as diferenças nas estruturas etárias das populações, os níveis de crescimento foram sempre superiores à do Estado, mesmo nas regiões com menor risco de ambos os cânceres. A análise espacial mostrou concordância entre as regiões mais centrais (maiores valores do IEX) e áreas de maior risco para o câncer de mama. Da mesma forma, as regiões mais periféricas (valores mais baixos do IEX) foram as áreas de maior risco para o câncer de colo do útero. Conclusão: Considerando-se as limitações apresentadas, pode-se concluir que os padrões de mortalidade por cânceres de mama e de colo do útero, no Município de São Paulo, retratam a existência de problemas de saúde tanto nas regiões com baixo IEX (com maior disponibilidade de recursos e equipamentos de saúde) como nas regiões com altos IEX, que necessitam aperfeiçoamentos nos programas de screening e na oferta de serviços especializados. Espera-se que a presença destas associações possa contribuir na implementação de políticas de atenção à saúde das mulheres, favorecendo intervenções setoriais prementes a cada grupo populacional.
Título em inglês
Women mortality due to cancers of the breast and cervix of the uterus: temporal and spatial analysis. City of São Paulo, SP, Brazil, 1996 to 2006
Palavras-chave em inglês
Breast Cancer
Cancer of the Cervix
Mortality
Social Inequality
Resumo em inglês
Introduction: Several studies have shown that effects of inequalities in the mortality profiles and in different social groups are associated with social, cultural and economic factors. The analysis of the mortality due to breast cancer and cervix in women living in São Paulo, by local of residence, permitted to estimate the risk of dying from these cancers in different social groups. This knowledge would provide motivation for specific actions of public services in the control of risk factors and the organization of health services. Objective: To describe patterns of mortality due to breast cancer and cancer of the cervix in women aged 15 years and over, living in São Paulo, according to geographical, temporal and socioeconomic profile variations, from 1996 to 2006. Methods: Ecological study using time of death from the Mortality Information System - SIM, which, in São Paulo is processed by the Information Program of Improvement of Mortality - PRO-AIM from the Municipal Secretariat of São Paulo. For spatial analysis, the 96 districts of the city of São Paulo were grouped into eight Regions of administrative division, adopted by the State Foundation of the System of Data Analysis and Municipal Secretary of Social Assistance and Development of São Paulo. The time series comprehends 1996 to 2006, in three sections, 1996/1997/1998, 1999/2000/2001, 2004/2005/2006. This arrangement aims to reduce possible fluctuations occurring in a given year. To ensure the comparability of mortality rates of the two anatomic locations of tumors between the regions and in time, the coefficients were adjusted by age, by the direct method, considering as the standard population, persons living in São Paulo in 2000. For the analysis of socioeconomic conditions was used as a "proxy", the Index of Inclusion/Exclusion (IEX), for the possibilities of access and use of public health services. To evaluate the spatial dependence between variables were used indices of Global and Local Moran. Thematic maps were assembled (coropletic), through the software TerraView Philcarto version 3.3.0 and 5.0. Results: Although mortality rates for breast cancer and the cervix have remained almost stationary for the city of São Paulo, looking the adjusted rates, it was detected that levels were always higher than the state, even in regions with lower risk of both cancers. The spatial analysis showed a concordance between the most central regions (with highest values of IEX) and areas with the greatest risks for breast cancer. Similarly, there was a coincidence between the more periferical regions and the areas with the lowest rates of IEX, identified as areas of greatest risk for cancer of the cervix. Conclusion: Taking into account the limitations of this study, we can conclude that the pattern of mortality from breast cancer and cervix uteri, in São Paulo, shows the existence of health problems in both regions, with a low IEX (greater resources and availability of health equipment) or an high IEX (there is a need for improvements in screening programs and provision of specialist services). The knowledge of these associations may help the implementation of health care policies for women, promoting measures for sectional interventions targeting to each population group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
NadiaMuller.pdf (2.77 Mbytes)
Data de Publicação
2010-02-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.