• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.6.2012.tde-18042012-084358
Document
Author
Full name
Alessandro Gonçalves Campolina
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2012
Supervisor
Committee
Lebrao, Maria Lucia (President)
Cendoroglo, Maysa Seabra
Laurenti, Ruy
Portela, Margareth Crisóstomo
Santos, Jair Licio Ferreira
Title in Portuguese
O efeito da eliminação de doenças crônicas na população idosa: a compressão e a expansão da morbidade
Keywords in Portuguese
Doença Crônica
Esperança de Vida
Expectativa de Vida Ativa
Idoso
Longevidade
Morbidade
Prevenção de Doenças
Saúde do Idoso
Tábuas de Vida
Transição Epidemiológica
Abstract in Portuguese
Introdução: No contexto do envelhecimento populacional, uma questão fundamental é avaliar se as estratégias de prevenção de doenças crônicas poderiam contribuir para o aumento dos anos vividos em boas condições de saúde, pela população idosa. Objetivo: Avaliar se a eliminação de determinadas doenças crônicas é capaz de levar à compressão da morbidade em indivíduos idosos. Métodos: Estudo transversal analítico, de base populacional, utilizando dados oficiais secundários para o Município de São Paulo, em 2000, e dados obtidos a partir do estudo SABE. O método de Sullivan foi utilizado para o cálculo de expectativas de vida livre de incapacidade (E.V.L.I.). O impacto da eliminação de uma doença na prevalência de incapacidade foi estimado com um modelo de regressão logística múltipla. Tábuas de vida de eliminação de causas foram utilizadas para calcular as probabilidades de morte com a eliminação de doenças. O efeito da eliminação das doenças crônicas foi avaliado, considerando a teoria de riscos competitivos e a abordagem proposta por Nusselder e colaboradores. Resultados: Os maiores ganhos em E.V.L.I., com a eliminação de doenças crônicas, ocorreram no sexo feminino, levando a um processo de compressão absoluta da morbidade. Nos indivíduos de idade mais avançada, os ganhos em E.V.L.I., ocorreram em função de um processo de compressão relativa da morbidade. Nos homens com idade de 75 anos, todas as doenças estudadas, com exceção da doença cardíaca e da hipertensão arterial sistêmica, levaram a um processo de expansão absoluta da morbidade, mas simultaneamente a um processo de compressão relativa da morbidade, ao serem eliminadas. A doença cardíaca apresentou-se como aquela que mais promoveria a compressão da morbidade, caso fosse eliminada, em ambos os sexos. Conclusão: A eliminação de doenças crônicas na população idosa poderia levar a uma compressão da morbidade em homens e mulheres, tanto na idade de 60 anos, quanto na de 75 anos
Title in English
The effect of the elimination of chronic diseases in the elderly, the compression and expansion of the morbidity
Keywords in English
Active Life Expectancy
Aged
Chronic Disease
Disease Prevention
Health of the Elderly
Health Transition
Life Expectancy
Life Tables
Longevity
Morbidity
Abstract in English
Introduction: In the context of the aging process, a key issue is to assess whether strategies to prevent chronic diseases may contribute to the increase in years lived in good health among elderly individuals. Objective: To evaluate whether elimination of certain chronic diseases can lead to the compression of morbidity, in the elderly. Methods: Analytical cross-sectional survey, based on official data for the city of São Paulo, in 2000, and data obtained from the SABE study. Sullivans method was used for the calculation of disability-free life expectancy (DFLE). Cause-deleted disability prevalence was estimated using multiple logistic regression model. Cause-deleted probabilities of dying were derived with the cause-elimination life-table technique, considering the independence of the causes of based on the approach proposed by Nusselder and co-workers. Results: The greatest gains in DFLE, with the elimination of chronic diseases, occurred in women, leading to a process of absolute compression of morbidity. Among individuals of a more advanced age, gains in DFLE occurred due to a relative compression of morbidity process. Among men aged 75 years, all diseases eliminated, except heart disease and hypertension, led to a process of absolute expansion of morbidity, but simultaneously, to a relative compression of morbidity. If eliminated, heart disease was the condition that would most lead to the compression of morbidity in both genders. Conclusion: The elimination of chronic diseases in the elderly population could lead to the compression of morbidity in men and women at both 60 years of age and in 75 years of age or older
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2012-04-25
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.