• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2014.tde-18112014-085206
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Martins Dias Escaldelai
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Souza, Jose Maria Pacheco de (Presidente)
Augusto, Rosangela Aparecida
Buchalla, Cassia Maria
Título em português
Fatores sociodemográficos e excesso de peso em crianças participantes de programa governamental de distribuição de leite fortificado
Palavras-chave em português
Ganho de Peso
Lactente
Programa de Distribuição de Leite Fortificado
Regressão Logística Multinível
Resumo em português
Introdução: Estudos anteriores mostraram a efetividade do Projeto VIVALEITE para o ganho de peso de crianças menores de dois anos. Como o programa é efetivo, é possível que crianças ingressantes com peso próximo ao limite considerado adequado para idade o ultrapassem no decorrer de sua participação. Verificar se há variáveis sociodemográficas associadas ao excesso de peso poderá permitir o estabelecimento de medidas preventivas por parte dos gestores do programa. Objetivo: Analisar a associação entre fatores sociodemográficos e excesso de peso em participantes do Projeto VIVALEITE. Métodos: Estudo de coorte com dados de 1.039 crianças de famílias de baixa renda do interior do Estado de São Paulo, ingressantes no projeto VIVALEITE com seis meses de idade e peso próximo ao limite superior de adequação, no período de janeiro de 2003 a setembro de 2008. Investigou-se a proporção de crianças que ficam com excesso de peso durante a participação no programa e as associações com as condições sociodemográficas de cada criança (amamentação aos seis meses, sexo e peso ao nascer) e dos respectivos responsáveis (condição conjugal, idade, situação de trabalho e escolaridade). A modelagem foi feita por meio de regressão logística, com as variáveis socioeconômicas em cada idade de pesagem (9 a 23 meses) e regressão logística multinível das variáveis socioeconômicas e o conjunto das idades de pesagem. O processamento foi feito com o pacote estatístico Stata 10.1. Resultados: Conforme análise multinível, a categoria sim da variável aleitamento materno aos seis meses (OR=0,29, p=0,000) e a categoria trabalha da variável situação de trabalho materno (OR=0,36, p=0,012) foram associadas significantemente ao excesso de peso das crianças. As variáveis peso ao nascer, sexo, condição conjugal, idade materna e escolaridade não foram associadas estatisticamente ao excesso de peso. Conclusões: A não amamentação aos seis meses e a condição de não trabalho materno são os fatores sociodemográficos positivamente
Título em inglês
Sociodemographic factors and overweight in children participating in governmental program for the distribution of fortified milk
Palavras-chave em inglês
Fortified Milk Distribution Program
Infant
Multilevel Logistic Regression
Weight Gain
Resumo em inglês
Introduction: Previous studies have shown the effectiveness of VIVALEITE Project to gain weight in children under two years old. As the program is effective, it is possible that children who began weighting close to the limit considered appropriate for the age during their participation this weight exceed the limit. Examine for sociodemographic variables associated with overweight may allow the establishment of preventive measures by program managers. Objective: To analyze the association between sociodemographic factors and overweight in participants of VIVALEITE Project. Methods: Cohort study with data from 1,039 infants from low-income families in the state of São Paulo, who were admitted on Vivaleite design with six months of age and weight near the upper limit of adequacy, from January 2003 to September 2008. Investigate the proportion of children who became overweight during participation in the program and associations with sociodemographic conditions of each child (breastfeeding at six months, sex and birth weight) and their guardians (marital status, age, employment status and education). The modeling was performed using logistic regression with socioeconomic variables in each age in the moment by weigh (9-23 months) and multilevel logistic regression of socioeconomic variables and all the ages of weighing. Stata 10.1 program version was used for analysis. Results: As multilevel analysis, the category yes of breastfeeding at six months (OR = 0.29, p = 0.000) and maternal work category (OR = 0.36, p = 0.012) were significantly associated with the overweight in children. The variables birth weight, sex, marital status, maternal age and education were not statistically associated with overweight. Conclusions: The absence of breastfeeding at six months and the condition of maternal unemployment are the sociodemographic factors positively associated with overweight infants participating in the program
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.