• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-20022020-141649
Documento
Autor
Nome completo
Anderson Sena Barnabe
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Barata, José Maria Soares (Presidente)
Carvalho, Maria Esther de
Laporta, José Luis
Natal, Delsio
Silva, Alcides Milton da
Título em português
Situação atual da prevalência de chagásicos entre doadores de sangue no Estado do Amazonas, Brasil
Palavras-chave em português
Doença de Chagas
Transfusão de Sangue
Transmissão de Doenças
Resumo em português
A Doença de Chagas (OC) é um dos maiores problemas de saúde na América Latina. A diversidade de vetores que a transmitem, a endemicidade da doença em vários países latinoamericanos e os mecanismos alternativos de transmissão evidenciam focos de reemergência dessa moléstia na atualidade. Na região amazônica a patologia sempre foi considerada indene, porém surtos focando a transmissão alimentar colocou-a como prioridade dos serviços de saúde e controle de endemias na região. Com o intuito de investigar a situação da prevalência de chagásicos que são diagnosticados em bancos de sangue ao se candidatarem a doação, objetivamos também um estudo sobre o risco da transmissão transfusional da patologia, considerado como o segundo maior problema e evidenciado também em áreas urbanas não só do Brasil mas também de vários outros países inclusive na América do Norte e Europa. Métodos: Foi efetuado um estudo verificando o número de doadores entre 2001 e 2005 no HEMOAM (Unidade Hemoterapica do Estado do Amazonas) órgão responsável por 100% dos processos envolvendo sangue e hemoderivados (incluindo coleta e separação de frações sanguíneas) no Estado. Efetuamos os cálculos de coeficientes de prevalência para observar a quantidade de doadores de repetição que apresentavam sorologia positiva, usando os modelos propostos por CANNUTII Jr (1998) e SILVA (2003), podendo assim estimar o número de chagásicos que são diagnosticados ao se candidatarem a doação de sangue. Com os dados de incidência entre candidatos a doação pela primeira vez, acompanhamos a ocorrência de casos de DC em área tida até então como indene. Resultados: Observamos uma inaptidão sorológica de 0,13%, sendo que 0,07% confirmados. O cálculo ajustado sobre os doadores de repetição visando a janela imunológica da OC nos anos em estudo foi de 1,16 em 250.000 doações, 1,02 em 250.000 doações, 0,0 em 2003 e 2004 e 1,08 em 450.000 doações em 2005. Dados muito inferiores ao observados por GONTIJO (1989) e SILVA (2003) em Minas Gerais e Santa Catarina respectivamente, porém se mostra uma variável importante como implicação ao risco de transmissão da OC por transfusão de sangue. Conclusões: Com a queda da transmissão natural da DC, outros mecanismos ficam evidenciados tais como a transfusional e a alimentar. Os trabalhos efetuados pelo HEMOAM no Estado do Amazonas diminuem o risco transfusionallevando qualidade e segurança aos procedimentos hemoterápicos, porém as autoridades sanitárias devem ficar atentas a emergência da DC no Amazonas seja tanto pela ocorrência de vetores silvestres como também o evidenciado risco da transmissão alimentar.
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
Not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-02-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.