• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.6.2017.tde-25042017-140059
Documento
Autor
Nombre completo
Márcia de Cantuária Tauil
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2017
Director
Tribunal
Waldman, Eliseu Alves (Presidente)
Barata, Rita de Cassia Barradas
Camacho, Luiz Antonio Bastos
Sartori, Ana Marli Christovam
Zanetta, Dirce Maria Trevisan
Título en portugués
Cobertura vacinal e fatores associados à vacinação incompleta em município de médio porte, Estado de São Paulo, Brasil
Palabras clave en portugués
Cobertura Vacinal
Crianças
Equidade em Saúde
Registros Eletrônicos de Saúde
Resumen en portugués
Introdução: Araraquara (SP) possui um programa de vacinação bem sucedido desde a década de 80, com o mais antigo Registro Informatizado de Imunização (RII) do país. Objetivos: Estimar a cobertura vacinal (CV) aos 12 e 24 meses de vida, em crianças nascidas em 2012, no município de Araraquara, investigar fatores associados à vacinação incompleta e analisar os eventos adversos pós-vacinação (EAPV). Métodos: Estudo observacional com componentes descritivo e analítico, abrangendo a coorte de crianças nascidas em 2012, residentes no município e registradas no Sistema de Informação de Nascidos Vivos (SINASC). Foram excluídas as crianças que faleceram no primeiro ano de vida e aquelas que se mudaram de Araraquara. As variáveis do estudo incluíram dados de vacinação e características maternas, de pré- natal/nascimento, do(s) serviço(s) de saúde e da área de residência. Estimou-se as CV e respectivos intervalos de confiança de 95 por cento (IC 95 por cento ) para cada vacina e esquema completo, conforme as normas vigentes no Estado de São Paulo em 2012/2013. A associação entre o esquema vacinal incompleto e as variáveis independentes foi investigada por meio da estimativa da odds ratio (OR) bruta e ajustada, por regressão logística múltipla não condicional hierarquizada, com os respectivos IC 95 por cento . Resultados: 2740 crianças estavam registradas no SINASC como residentes e 99,6 por cento dessas constavam no RII. Após excluir 30 óbitos (1,1 por cento ) e 98 crianças que se mudaram (3,6 por cento ), foram estudadas 2612 crianças. A CV para o esquema completo por doses recebidas aos 12 meses foi 67,9 por cento e aos 24 meses 79,7 por cento ; por doses oportunas foi 46,2 por cento e 32,8 por cento , respectivamente. A vacina sarampo, caxumba e rubéola apresentou a menor CV aos 12 meses por dose recebida (74,8 por cento ) e aos 24 meses por dose oportuna (53,5 por cento ). As vacinas com componente pertussis foram responsáveis por 58,8 por cento (10/17) dos casos de EAPV e febre foi a manifestação mais comum. A distribuição espacial da CV do esquema completo por área de residência não apresentou diferença estatística. No modelo final, mostraram-se independentemente associadas à vacinação incompleta: mães com idade entre 14 e 19 anos [aos 12 meses (OR:2,0); aos 24 meses (OR:2,5)]; com 12 anos ou mais de estudo [aos 12 meses (OR:1,9), aos 24 meses (OR:2,3)]; com três ou mais filhos [aos 12 meses (OR:3,2), aos 24 meses (OR:2,1)]; com menos de sete consultas de pré-natal [aos 12 meses (OR:1,7), aos 24 meses (OR:2,3)]; a criança ter frequentado unidade de saúde (US) pública e privada [aos 12 meses (OR:6,0), aos 24 meses (OR:8,0)], sem Estratégia Saúde da Família [aos 24 meses (OR:1,5)]; e ter vínculo fraco com a US [aos 24 meses (OR:1,4)]. Conclusão: Em Araraquara, a CV por vacina não é homogênea e há atraso vacinal. O uso do RII para o seu monitoramento pode constituir uma estratégia efetiva. A ausência de disparidades nas CV entre as distintas áreas de residência sugere a efetividade do programa de imunização na promoção da equidade em saúde. Recomenda-se priorizar ações de incentivo à vacinação de crianças filhas de mulheres com alta escolaridade e que apresentam vínculo mais frágil com os serviços públicos de saúde
Título en inglés
Vaccination coverage and factors associated with incomplete vaccination in a medium-sized municipality, São Paulo State, Brazil
Palabras clave en inglés
Children
Electronic Health Records
Equity in Health
Vaccination Coverage
Resumen en inglés
Introduction: Araraquara (SP) has a successful vaccination program since the 80's, with the oldest Electronic Immunization Registry (EIR) in the country. Objectives: To estimate vaccination coverage (VC) at 12 and 24 months of life in children born in 2012 in the city of Araraquara, to investigate factors associated with incomplete vaccination and to analyze the adverse events following immunization (AEFI). Methods: An observational descriptive and analytical study comprising the cohort of children born in 2012, living in the city of Araraquara and recorded in the Live Births Information System (SINASC). Children who died in the first year of life or who moved from Araraquara were excluded. Study variables included vaccination data and characteristics of the mother, the antenatal/birth, the health unit (HU) and the area of residence. VC and the respective 95 per cent confidence intervals (95 per cent CI) were estimated for each vaccine and complete schedule, following the São Paulo's State recommendations in the years 2012/2013. The association between the incomplete vaccination schedule and the independent variables was investigated by estimating the crude and adjusted odds ratio (OR) by hierarchical non-conditional multiple logistic regression with the respective 95 per cent CI. Results: 2740 children were enrolled in the SINASC as residents and 99.6 per cent of them were in the EIR. After excluding 30 deaths (1.1 per cent ) and 98 children who moved (3.6 per cent ), 2612 children were studied. VC by received doses for the complete schedule at 12 months was 67.9 per cent and at 24 months was 79.7 per cent ; by timely doses was 46.2 per cent and 32.8 per cent , respectively. The measles, mumps and rubella vaccine had the lowest VC at 12 months per received dose (74.8 per cent ) and at 24 months per timely dose (53.5 per cent ). Vaccines with pertussis componente were responsible for 58.8 per cent (10/17) of AEFI cases and fever was the most common manifestation. The spatial distribution of VC of the complete schedule by area of residence did not present statistical difference. In the final model, incomplete vaccination was associated with mother between 14 and 19 years old [at 12 months (OR: 2.0); at 24 months (OR: 2.5)]; with 12 years or more of study [at 12 months (OR: 1.9), at 24 months (OR: 2.3) ]; with three or more children [at 12 months (OR: 3.2), at 24 months (OR: 2.1)]; with less than seven antenatal visits [at 12 months (OR: 1.7), at 24 months (OR: 2.3)]; the child has attended both public and private HU [at 12 months (OR: 6.0), at 24 months (OR: 8.0)], a HU without Family Health Strategy [at 24 months (OR: 1.5)]; and who had a weak link with the HU [at 24 months (OR: 1.4)]. Conclusion: VC per vaccine is not homogeneous in Araraquara and there is a vaccine delay. The use of RII for its monitoring can be an effective strategy. The lack of disparities in VC among the different areas of residence suggests the effectiveness of the immunization program in promoting health equity. It is recommended to prioritize actions to encourage children vaccination of mothers with high schooling and who have a more fragile link with public HU
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-07-05
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.