• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2011.tde-05042011-110924
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Xavier Soares de Andrade Nehme
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Moreno, Claudia Roberta de Castro (Presidente)
Lorenzi Filho, Geraldo
Vivolo, Sandra Roberta Gouvea Ferreira
Título em português
Repercussões de uma intervenção nutricional na sonolência de trabalhadores noturnos
Palavras-chave em português
Alimentação
Sonolência
Trabalhadores Noturnos
Resumo em português
Introdução: Existem algumas evidências relacionando o aumento da sonolência com o aumento do consumo de carboidratos, o que é particularmente relevante para trabalhadores noturnos.Objetivo: Avaliar os efeitos de alterações no conteúdo de proteínas e carboidratos da alimentação noturna na sonolência de trabalhadores noturnos. Métodos: A população era do sexo masculino, com idade média de 32 anos (dp=6,5anos). O estudo foi realizado em duas etapas. A primeira etapa contou com 54 seguranças que foram submetidos à avaliação antropométrica e responderam a um questionário sobre aspectos da vida, trabalho e sintomas de saúde e Recordatório de 24 horas (R24h) de três dias. A segunda etapa durou 3 semanas da qual participaram, após sorteio, 24 seguranças. Nesta etapa foi avaliado o ciclo vigília-sono, através de actigrafia, protocolos diários de atividade e Escala de Sonolência Karolinska (KSS). A mudança do conteúdo da alimentação ocorreu em 2 semanas. Na primeira, foi aumentado o conteúdo de carboidratos por 5 dias; após 2 dias, houve aumento no conteúdo de proteínas, também por 5 dias. Resultados: Os níveis de alerta foram analisados antes e após a refeição na empresa e não revelaram nenhum efeito significativo durante as 3 condições. Porém, quando estes mesmos níveis de alerta foram analisados, levando-se em consideração o IMC verificou-se uma interação entre o IMC acima de 30kg/m2 e o nível de alerta, durante a semana de modificação no conteúdo de carboidratos (p<0,05). O consumo médio de calorias foi de 2.808 kcal (dp=568,6). As médias de consumo foram: proteínas 99,1 gramas (dp=80,9), carboidratos 291,5 gramas (dp=61,7) e lipídeos 38,4 gramas (dp=34,9). Quando comparadas às Dietary References Intakes (DRI), foi verificado que, em relação às calorias, mais da metade dos participantes apresentavam ingestão adequada; quanto às proteínas apenas 11 por cento estavam adequados e 68,5 por cento consumiam carboidratos de forma adequada, o que não ocorreu com os lipídeos, pois 94,4 por cento dos participantes consumiram este nutriente acima das recomendações. Conclusões: O conteúdo de carboidratos da refeição noturna parece exercer um efeito na sonolência dos indivíduos sobrepesos e obesos
Título em inglês
Effects of a nutritional intervention on sleepiness of night workers
Palavras-chave em inglês
Feeding
Night Workers
Sleepiness
Resumo em inglês
Introduction: There is some evidence linking the increased sleepiness with increased consumption of carbohydrates, which is particularly important for night workers. Objective: To evaluate the effects of changes in content of protein and carbohydrate food at night in the sleepiness of night workers. Methods: The population was male security guards, mean age 32 years (SD = 6.5 years). The study was conducted in two stages. The first stage had 54 security guards who underwent anthropometric measurements and answered a questionnaire about aspects of life style, work and health symptoms and 24-hour recall (24HR) for three days. The second stage lasted for 3 weeks which involved randomly assigned, 24 security guards. In this step it was evaluated the sleep-wake cycle through actigraphy, daily activity protocols and Karolinska Sleepiness Scale (KSS). Changing the contents of feeding occurred in 2 weeks. At first it was the carbohydrate content increased by 5 days, after two days, there was an increase in protein content, also for 5 days. Results: Alertness levels were assessed before and after the meal in the company and revealed no significant effect during the three conditions. But when these same alert levels were analyzed, taking into account the BMI there was an interaction between BMI above 30kg/m2 and the level of alert during the week of change in carbohydrate content (p<0.05). The average consumption of calories was 2808 kcal (SD = 568.6). Consumption averages were: 99.1 g protein (SD = 80.9), carbohydrates 291.5 g (sd = 61.7) and 38.4 g fat (SD = 34.9). When compared to the Dietary References Intakes (DRI), it was noted that in relation to calories, more than half of participants had adequate intake, as protein only 11 percent were adequate and 68.5 percent consumed carbohydrates properly, the but not with lipids, because 94.4 percent of participants consumed above this nutrient recommendations. Conclusions: The content of carbohydrates in the evening meal seems to exert an effect on sleepiness among overweight and obese individuals
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PatriciaXavier.pdf (2.41 Mbytes)
Data de Publicação
2011-04-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.