• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.6.2011.tde-04102011-133243
Documento
Autor
Nombre completo
Maressa Priscila Daga de Souza
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Director
Tribunal
Martins, Cleide Lavieri (Presidente)
Mishima, Silvana Martins
Oliveira, Lavinia Santos de Souza
Título en portugués
Preceptoria em enfermagem na atenção primária à saúde como instrumento de gestão
Palabras clave en portugués
Administração de Recursos Humanos
Apoio ao Desenvolvimento de Recursos Humanos
Atenção Primária à Saúde
Educação em Enfermagem
Educação em Serviço
Educação Permanente
Gestão em Saúde
Preceptoria
Supervisão de Enfermagem
Resumen en portugués
Introdução: A preceptoria em enfermagem na Atenção Primária à Saúde tem o desafio de proporcionar aprimoramento aos enfermeiros, ao passo que discute e os apoia na busca por qualificação na assistência prestada ao usuário, família e comunidade. Objetivos: Compreender a preceptoria em enfermagem e suas interações nos processos educativos e de gestão dos serviços de Atenção Primária da Organização Social (OS) Santa Marcelina. Metodologia: Trata-se de um Estudo de Caso com abordagem qualitativa. Fizeram parte da pesquisa três regiões do município de São Paulo gerenciadas pela OS Santa Marcelina: Itaim Paulista, Cidade Tiradentes e Guaianases. Para a coleta de dados trabalhou-se com fontes documentais, utilizadas cotidianamente pela preceptoria, e entrevista com preceptores e técnicos atuantes na gestão regional que coordenam as ações desenvolvidas nas Unidades Básicas de Saúde. Utilizou-se a Análise Temática como método para tratamento dos dados. Foram identificadas cinco categorias temáticas: Preceptoria e seu papel como Educadora; Preceptoria e suas Interações; Preceptoria e a diversidade de seus Elos; Preceptoria e Gestão; e A Ambiguidade no papel da Preceptoria. Resultados: Parte dos envolvidos no processo de preceptoria percebe sua atividade como essencialmente educativa, porém os dados da pesquisa mostraram que está constituída por importantes elementos de gestão. Esses elementos podem atender às necessidades locais, oportunizando qualidade na assistência prestada à população, tendo em vista que seu papel interlocutor pode facilitar a integração entre a assistência direta, realizada pelos enfermeiros, e a gestão realizada tanto pelos gerentes das Unidades Básicas de Saúde quanto pelos gestores regionais. Seu papel como educadores proporciona espaço de troca e escuta aos enfermeiros das Unidades, trazendo consigo importantes elementos pontuados pela Política de Educação Permanente, além de possibilitar aperfeiçoamento de conhecimentos e habilidades requeridas à função. Suas Interações facilitam a interlocução entre Gestão Regional e Gerenciamento Local, frente às necessidades enfrentadas no cotidiano, tornando conhecidas as limitações e potencialidades. O estabelecimento de seus elos proporciona vínculo e transmissão de confiança, tanto à gestão quanto aos enfermeiros das Unidades, apoiando a tomada de decisão, articulando ações nos diferentes espaços e oferecendo suporte às mudanças necessárias. Seu papel na gestão pode ser demonstrado pela similaridade de sua atuação com a função de supervisão, utilizando-se mais dos aspectos pedagógicos e políticos dessa atividade, fortalecendo a organização do trabalho, planejamento, apoio às questões relacionais, avaliação, tomada de decisão, fortalecimento de metas e diretrizes e aumento da qualidade nos processos. Dadas essas características, emerge seu papel ambíguo visto que em determinados momentos o preceptor atua como educador e gestor, podendo gerar desconforto, conflito de papéis e perda de confiança, caso não seja bem trabalhado. Considerações Finais: A união dos cinco temas possibilita a visualização da preceptoria como prática Institucional emergente que tende a ser coletivizada para toda a equipe, abarcando, complementariamente, elementos da gestão de recursos humanos, supervisão e educação permanente. Tais aspectos, entretanto, devem ser tratados cuidadosamente junto à preceptoria e à gestão regional, oferecendo apoio para que não haja perdas na potencialidade de sua atuação
Título en inglés
Nursing preceptorship in primary health care as a tool of management
Palabras clave en inglés
Continuing Education
Education
Health Management
Nursing Supervisory
Personnel Management
Preceptorship
Primary Health Care
Training Support
Resumen en inglés
Introduction: The nursing preceptorship in Primary Health Care is challenged to qualify nurses while it analyzes and supports them to pursue quality in their practice towards the user, the family and the community. Objectives: To understand nursing preceptorship and its interactions in education and management processes of Primary Health Care services of the Social Organization (SO) Santa Marcelina. Methodology: A case study with a qualitative approach. Three regions of São Paulo, managed by the (SO) Santa Marcelina, were part of this research: Itaim Paulista, Tiradentes and Guaianases. For data collection, documents daily applied in preceptorship were used as source in this research, as well as interviews with preceptors and technicians who work in said regions and manage the actions taken in the Primary Health Care Units. A thematic analysis was used as method for data treatment. Five thematic categories were defined: Preceptorship and its Education role; Preceptorship and its interactions; Preceptorship and its several connections; Preceptorship and Management; and the Ambiguity in the Preceptorship role. Results: Most of preceptors think their activity as essentially educational; however, research data indicate that it includes significant management elements that can meet local community needs, increasing quality in the service provided to the population, while it establishes an interaction between the direct service provided by nurses, and the management carried out by either managers of Primary Health Care Units or regional managers. Its role as educator makes room for communication and hearing of the Unit nurses, not only including important aspects focused by the Permanent Education Policy, but also allowing to increase knowledge and skills required to perform their job. Its interactions enable the conversation between Regional and Local Management regarding the needs daily faced, thus becoming aware of limitations and potentials. Establishing connections ensures reliability for both management and nurses of the Units, supporting the decision-making process, promoting initiatives in different rooms and inducing necessary changes. The role of Preceptorship can be found in its similarity to the supervision activity by using the pedagogical and political aspects of it, strengthening work structure and planning, supporting relationship matters, evaluation, decision making, goals and guidelines setting, and adding quality to the processes. Due to these characteristics, it highlights an ambiguous role since, in certain times, this preceptor works as an educator and manager, causing discomfort, conflict and unreliability when such role is not elaborated. Final Considerations: Bringing these five thematic categories together allows us to view preceptorship as an emerging Institutional practice to be made collective for all staff, embracing aspects of human resources, supervision and permanent education on a complementary basis. Still, such aspects must be carefully treated during preceptorship and regional management, providing support to it so as not to cause losses to its potential
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Maressa.pdf (1.40 Mbytes)
Fecha de Publicación
2011-11-29
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.