• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459
Documento
Autor
Nome completo
Alexander Marcellus Carregosa da Silva Pitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Bicudo Pereira, Isabel Maria Teixeira (Presidente)
Barreto Filho, Eneus Trindade
Lefevre, Fernando
Título em português
Propagandas de alimentos e bebidas na TV: percepção de crianças e mães
Palavras-chave em português
Criança
Obesidade
Percepção
Propaganda
Publicidade de Alimentos
Televisão
Resumo em português
Introdução - O hábito alimentar da criança é construído a partir de influências socioculturais; sendo que a mídia atinge um grande número de telespectadores. A TV possui influência sobre as crianças e diversas propagandas são direcionadas para elas, motivo pelo qual é importante investigar este grupo para entender como o público infantil percebe a propaganda de alimentos e bebidas. Objetivo - Investigar a percepção de crianças e mães sobre a propaganda de alimentos e bebidas veiculadas pela TV. Metodologia Utilizou-se pela análise de caráter qualitativo, através de um questionário com questões semiestruturadas com perguntas claras e objetivas para mães e crianças de acordo com o Discurso do Sujeito Coletivo proposto por Lefevré e Lefevré. Resultados/Discussão Verificou-se que todas as crianças afirmaram gostar de assistir TV. A preferência de consumo relatado por elas por meio das propagandas, foram: refrigerante, fast-food, produtos lácteos. As mães por sua vez sentiram dificuldade de controlar o tempo de TV assistido por suas crianças. Nos finais de semana 26 por cento das mães referem que seus filhos assistem TV o dia inteiro, e 54 por cento das crianças assistem 3 horas ou mais por dia de TV durante a semana. Conclusão O fast-food foi o alimento mais veiculado nas emissoras gravadas. Sendo que do total de exibição de propagandas de uma das emissoras (B), os alimentos não saudáveis representaram 100 por cento das propagandas de alimentos e bebidas. As mães foram influenciadas pelos filhos a comprar alimentos não saudáveis, talvez estimulados pela propaganda. Elas sentiram dificuldade de controlar o tempo de TV assistido por suas crianças
Título em inglês
Food and drink advertisement on TV: perception of children and mothers
Palavras-chave em inglês
Child
Food Publicity
Obesity
Perception
Television
Resumo em inglês
Introduction - The feeding habits of the child is constructed from sociocultural influences and the media affects a large number of viewers. The influence TV has on children and several advertisements are directed at them, thus it is important to investigate this group to understand how the public perceives the infant food and beverage advertising. Objective - To investigate the perceptions of mothers and children on the advertising of food and drinks carried by the TV. Methodology - We used the for qualitative analysis, with a questionnaire with semistructured questions with clear and objective for mothers and children in accordance with the Collective Subject Discourse proposed by Lefevré and Lefevre. Results/Discussion - It was stated that all children enjoy watching TV. The preference of consumption reported by them through the advertisements were: soft drinks, fast food, dairy products. The mothers in turn found it difficult to control the TV time view for their children. On weekends 26 per cent of mothers reported that their children watch TV all day, and 54 per cent of children attend three or more hours of TV per day during the week. Conclusion - The fast-food was the food most aired on TV stations recorded. Since the total display of advertisements of a station (B) the unhealthy food advertisements accounted for 100 per cent of food and beverages. The mothers were influenced by children to buy unhealthy foods, perhaps stimulated by advertising. They found it difficult to control the time of TV watched by their children
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Propaganda.pdf (1.70 Mbytes)
Data de Publicação
2011-02-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.