• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-16042020-114615
Documento
Autor
Nombre completo
Ana Zahira Bassit
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 1999
Director
Tribunal
Siqueira, Arnaldo Augusto Franco de (Presidente)
Alvarenga, Augusta Thereza de
Featherstone, John Michael
Minayo, Maria Cecilia de Souza
Neri, Anita Liberalesso
Título en portugués
Histórias de mulheres: o envelhecimento sob a perspectiva de diferentes cursos de vida
Palabras clave en portugués
Curso de Vida
Depoimentos de Vida
Envelhecimento
História de Vida
Mulheres
Resumen en portugués
O campo do Envelhecimento foi caracterizado como sendo de investigação interdisciplinar, em função da diversidade de tendências teóricas e metodológicas existentes nos estudos que compõem esta área; como também quanto às naturezas biológica, social e psicológica de seu objeto de estudo. o conceito de curso de vida, proposto como conceito heurístico, nos permitiu verificar em que medida este permite ampliar nosso potencial de análise tanto dos problemas existentes em determinadas áreas do conhecimento, como também na delimitação e análise de novos problemas, especialmente na Saúde Pública; sendo que uma destas possibilidades parece ser a inclusão de novas histórias de vida. Objetivos: Apresentar um balanço teórico-metodológico da produção científica no campo do envelhecimento, especialmente em relação às perspectivas teóricas e metodológicas que empregam o conceito de curso de vida como recurso de análise. Caracterizar os eventos e processos relacionados às formas pelas quais as mulheres, nascidas entre os anos de 1926 e 1936, compreendem e vivenciam o seu próprio envelhecimento. Verificar em que termos os depoimentos dessas mulheres sugerem novas reflexões teóricas e metodológicas que, virtualmente, possam ampliar este campo do conhecimento. Metodologia: Entrevistamos 12 mulheres com idades entre 62 e 72 anos, que foram convidadas apresentar o desenrolar de suas vidas no período determinado, bem como as formas pelas quais concebem e vivenciam o seu próprio envelhecimento. Os depoimentos de vida foram analisadas a partir dos temas relacionados ao envelhecimento, como também de outros que emergiram do próprio texto. Resultados: O balanço teórico- metodológico apresentado nos permitiu verificsr como o estudo do curso de vida se desenvolveu como campo de investigação interdisciplinar. Nos depoimentos foi possível reconhecer os eventos que contribuíram para configurar o desenrolar da vida destas mulheres, bem como os que influenciaram a sua concepção e vivência do envelhecimento. Conclusões: O desenrolar da vida adulta destas mulheres foi pautado em valores como a sua família de origem, o trabalho, a constituição de suas próprias famílias, e filhos. Fato que contribuiu para que caracterizassem o envelhecimento como exclusão da vida normal, ou seja, exclusão dos valores que caracterizam a sua vida. No entanto, algumas destas mulheres, ao apresentarem uma visão mais positiva do envelhecimento, revelam os ganhos e as perdas deste processo como também, que se sentem felizes e satisfeitas com a velhice, entendida como um momento de suas vidas em que podem se dedicar mais a si mesmas. Nossos resultados apontam a compreensão do envelhecimento como um processo que faz parte de nossas existências, constituindo-se a velhice em um período que dá continuidade à nossa vida adulta e que pode ser vi venciada de uma forma satisfatória e prazerosa. Os depoimentos de vida desta pesquisa indicaram que a inclusão de novos depoimentos pode favorecer a emergência de novos problemas neste campo de investigação.
Título en inglés
Woman's life histories: the ageing process viewed from the perspective of women's life courses
Palabras clave en inglés
Aging
Life Course
Life Statements
Life Stories
Women
Resumen en inglés
The aging process field has been characterized as an interdisciplinary investigation, due to the diverse theoretical and methodological currents of thought in this field, as well as the biological, social and psychological natures of its object of study. The concept of life course an heuristic concept- enabled the verification to what extent and allows the enhancement o f the analyses' potentiality both concerning the existing problems in certain fields of knowledge and the detection and analyses of new problems, mainly in Public Health. And one of those possibilities seems to be the inclusion of new life histories. Objectives: To present a theoretical- methodological balance of the scientific production in the field of aging research, mainly concerning the theoretical and methodological perspectives which make use of the life course concept as an analyses resource. To characterize the various processes and events related to the various ways through which the selected women, born between 1926 and 1936, understand and live their process of aging. To verify in what terms the statements of those women suggest new theoretical and methodological reflections which virtually may extend this field of knowledge. Methodology: The twelve women, who were between 62 and 72 years old, were interviewed with the intention of inviting them to freely recount their adult life histories along a certain period, as well as to reveal the ways in which they conceived and lived their own aging process. Their statements were analyzed in terms of the themes related to the aging process, along with other themes which emerged from the text itself. Results: The presented theoretical-methodological balance enabled the verification on how the life course study has been developed as a interdisciplinary investigation field. The life stories revealed that the events which contributed to depict the unfolding of those women's life histories as well as those which influenced their concepts and ways of living their aging process. Conclusions: The unfolding of the adult life of those women was configured in values based on their family of origin, their working lives, and the formation of their own families and children. That factor contributed to characterize the aging process as the exclusion of regular life, that is, the exclusion of the values which characterize their lives. Nevertheless, in terms of living the aging process, some of those women presented a more positive view of aging, through which they recognized the gains and losses of this process. They also felt comfortable and happy about their old age, which was seen as a positive moment in their lives when they can have more time for themselves. The results indicate the understanding of the aging process as an integral part of our existence. Old age should be seen as the continuity of the rest of our adult lives and as something which we have no reason to believe cannot be lived out in a satisfactory manner. The life statements presented on this research indicated that the inclusion of new statements may enable the rising of new problems in this investigation field.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-04-16
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.