• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2010.tde-21032012-090003
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Sodré de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Zioni, Fabiola (Presidente)
Brêtas, Ana Cristina Passarella
Martins, Cleide Lavieri
Título em português
População em situação de rua e Tratamento Diretamente Observado (TDO) para Tuberculose (TB): a percepção dos usuários
Palavras-chave em português
Corpo
Estigma
Percepção
Pessoas em Situação de Rua
Tratamento Diretamente Observado
Tuberculose
Resumo em português
No Município de São Paulo é significativo e crescente o número de pessoas em situação de rua acometidas por tuberculose, fato que representa um problema de saúde pública relevante. O Tratamento Diretamente Observado (TDO) pode ser uma estratégia importante para o enfrentamento da doença, mas não suficiente para garantir sua adesão. O objetivo deste trabalho foi Identificar significados e percepções sobre a tuberculose (TB) e o Tratamento Diretamente Observado (TDO) junto à população em situação de rua da região central do Município de São Paulo. Participaram desta pesquisa qualitativa, sete pessoas em situação de rua em TDO na UBS Santa Cecília, sendo seis homens e uma mulher. Posteriormente uma entrevista adicional foi realizada com uma auxiliar de enfermagem da mesma unidade de saúde. Todos responderam as entrevistas semi estruturada, com perguntas abertas, que foram gravadas e posteriormente transcritas. A partir da leitura exaustiva e flutuante definimos algumas categorias que nos auxiliaram na interpretação, análise e discussão dos dados obtidos. Dados quantitativos utilizados para caracterizar a UBS, o TDO e os usuários foram obtidos por meio do livro de Registro e Controle de Tratamento dos Casos de Tuberculose, Planilha Diária de Tratamento Supervisionado DOTS; Ficha E; e Relatórios do SIAB. Os resultados mostram que a trajetória de vida nas ruas, as percepções do corpo em relação à doença, a experiência estigmatizante e de violência física e moral, a qualidade da assistência prestada no TDO e o uso de drogas lícitas e ilícitas, interferem no processo de adesão ao tratamento. Por um lado, essa modalidade de tratamento pode assumir caráter estigmatizante e excludente, se apoiado em diretrizes normativas e/ou caritativas; por outro, se garantir um espaço para emancipação e respeitar as diferenças, pode contribuir para o fortalecimento dos usuários para enfrentar o problema e se tornarem responsáveis pela sua própria vida. Criticamos a forma como são organizadas algumas equipes para o atendimento a essa população, que embora necessárias, dependendo da forma como trabalham, podem reforçar ainda mais a exclusão que sofre essa população. Concordamos que o Estado deve prover tais iniciativas focalizadoras, devido à inferiorização que esse sistema produz, mas também deve fazer provisões para políticas universalistas, para incluí-los e torná-los autônomos dentro desse sistema. Assim o TDO possibilitará a mudança do quadro epidemiológico e garantirá um espaço de exercício ou até mesmo de resgate da autonomia e cidadania
Título em inglês
Homeless population and and Directly Observed Treatment (DOT) in Tuberculosis (TB) - Perception of the Users
Palavras-chave em inglês
Body
Directly Observed Treatment
People on the Street
Stigma and Perception
Tuberculosis
Resumo em inglês
In São Paulo is significant and growing the number of homeless peoples in the street suffering from tuberculosis (TB), a fact which represents a significant public health problem. Directly Observed Treatment (DOT) can be an important strategy for coping with the disease, but not enough to ensure their adherence. The objective was to identify meanings and perceptions about TB DOT in people living in the streets of the central region of São Paulo. Seven homeless people participated in this qualitative study, in DOT at UBS Santa Cecília, six men and one woman. Subsequently an additional interview was conducted with a nursing assistant in the same health service. All responded semi-structured interviews with open questions, which were recorded and later transcribed. From the exhaustive reading and floating were defined some categories that helped us in the interpretation, analysis and discussion of results. Quantitative data used to characterize the UBS, the DOT and the users were obtained through the registry book of Control and Treatment of Cases of Tuberculosis, Spreadsheet Daily DOT; Form E, and Reports of SIAB. The result shows the trajectory of life on the streets, the perceptions of the body in relation with the disease, and stigmatizing experiences of physical and moral quality of care in the DOT and the use of licit and illicit drugs, interfere in the accession process treatment. On the other hand this kind of action may take stigmatizing and exclusionary character, if supported by policy guidelines and / or charities, second, to ensure a space for empowerment and respect differences, can contribute to the strengthening of the users to address the problem and become responsible for their own life. We criticized the form some teams are organized to take care for this population, which although necessary, depending on how they work, can further reinforce the exclusion that this population suffers. We agree that the state must provide such targeted initiative because of the inferiority that this system produces, but also should make provisions for universal policies, to include them and make them autonomous within that system. So, the DOT will give possibility to a change in this epidemiologic situation and ensure a space for exercise or even to rescue the concept of autonomy and citizenship
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EduardoSodre.pdf (1.89 Mbytes)
Data de Publicação
2012-04-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.