• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2013.tde-23052013-135314
Documento
Autor
Nome completo
Flora Maria Gomide Vezzá
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Isabel Maria Teixeira Bicudo (Presidente)
Adorno, Rubens de Camargo Ferreira
Falleiros, Manuel Silveira
Ferreira, Leda Leal
Fonseca, João Gabriel Marques
Título em português
Afinar o movimento educação do corpo no ensino de instrumentos musicais
Palavras-chave em português
Movimento
Música
Promoção da Saúde
Saúde do Trabalhador
Resumo em português
A aquisição do movimento durante o aprendizado de um instrumento musical é fruto da plasticidade do sistema nervoso, que conduz à automatização de padrões motores. A tensão excessiva está relacionada a problemas de sonoridade e de saúde. Tornar-se músico muitas vezes significa tornar-se professor de instrumento, ofício que se aprende na prática e que esconde dificuldades como a de falar sobre o movimento e a música. O objetivo foi conhecer a formação de instrumentistas de cordas orquestrais para identificar temas e momentos que podem ser desenvolvidos para promover a saúde e prevenir distúrbios dolorosos do sistema musculoesquelético. Trata-se de pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, com orientação analítico-descritiva, mediante observações de aulas de instrumentos e entrevistas semiestruturadas com questões em aberto, iniciada após prévia aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e consentimento esclarecido dos entrevistados. As observações foram feitas na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP Tom Jobim). Os sujeitos são professores instrumentos de cordas orquestrais (violino, viola, violoncelo e contrabaixo). A interpretação do material coletado foi feita com base na análise de conteúdo. Os entrevistados discorreram sobre o corpo, o instrumento, o movimento e seu ensino, sobre aspectos materiais da execução musical, o professor e o aluno, e sobre o trabalho do músico. Os temas identificados na análise foram organizados tendo como pano de fundo dois referenciais: as teorias do controle do movimento e do funcionamento cerebral e da construção coletiva de saberes. Sob uma perspectiva não dualista de corpo e mente, discute-se o desenvolvimento de automatismos e estereótipos motores; o controle sobre a precisão e a força empregada; o planejamento do movimento e o uso de referenciais para ação; o papel da repetição e as relações entre a atenção e a tensão; as características da fala dos professores sobre o movimento; a constituição de saberes de prudência no aprendizado do savoir-faire. Inscrevendo a saúde no campo da atividade, apontam-se lógicas diversas de abordagem do corpo que podem ser úteis ao desenvolvimento de conteúdos voltados para a promoção da saúde dos instrumentistas. Ressalta-se que a promoção da saúde requer uma atuação interdisciplinar para formar instrumentistas que sejam capazes de afinar seu movimento
Título em inglês
Tuning the movements body education in the teahing of musical instruments
Palavras-chave em inglês
Health Promotion
Movement
Music
Occupational Health
Resumo em inglês
The acquisition of movement during the apprenticeship of a musical instrument is a product of plasticity of the nervous system, which results in the automation of motor patterns. Excessive tension is related to problems both of sonority and of health. To become a musician many times means to become a professor of instrument, which is a craft learnt in practice that hides difficulties such as speaking about movement and music. The objective was to investigate the training of orchestral strings in order to identify themes and moments that can be used to promote health and to prevent painful musculoskeletal disorders. It is an exploratory, qualitative research of analytical-descriptive nature, using as method observation of classes and interviews with instrument teachers. The research was approved by the Ethics in Research Committee and all the participants gave their informed consent. Observations were made at the Music School of the Estate of São Paulo EMESP Tom Jobim. Subjects were orchestral strings teachers. Data were analyzed using the method of Contents Analysis. Interviewees expatiate about the body, their instrument, movement and its teaching, about material aspects of performing music , the teacher and the student, and about working as a musician. Themes identified were organized according to two theoretical backgrounds: theories about movement control and the functioning of the brain, and about the collective construction of knowledge. Adopting a non-dualist perspective of body and mind, the discussion approaches the development of automatisms and motor stereotypes; the control over precision and strength used in performance; the planning of movement and the use of referential for action; the role of repetition and the relationship between attention and tension; the characteristics of teachers speech about movement; the constitution of prudence knowledge when obtaining know-how. By inscribing health in the field of activity, different approaches of the body are highlighted that can be useful to developing health promotion contents focused on musical performers. The interdisciplinary character of health promotion in order to contribute to the education of instrumentalists which are able to tune their bodies is highlighted
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-12-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.