• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2010.tde-11022011-092408
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Valença Fontenele
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Tanaka, Ana Cristina D'Andretta (Presidente)
Alvarenga, Augusta Thereza de
Barreira, Irlys Alencar Firmo
Cordeiro, Maria Celeste Magalhães
Diniz, Carmen Simone Grilo
Título em português
'Quando nasce um bebê, nasce também uma mãe?' : maternidade e reprodução humana assistida em mulheres laqueadas
Palavras-chave em português
Bourdieu
Casamento
Esterilização Tubária
Família
Mãe
Saúde Pública
Técnicas Reprodutivas Assistidas
Resumo em português
Nesta tese analiso os percursos de mulheres laqueadas que desejam revisitar a maternidade com o suporte da reprodução humana assistida, identificando os agentes e as instituições de socialização que foram coadjuvantes em seu processo de decisão. A análise está centrada na compreensão de como é construído o percurso, desde o arrependimento da laqueadura, até a renovação do desejo de maternidade. Partindo da hipótese de que a maternidade e a criança consaguínea ainda são preponderantes na constituição da família, descrevi e analisei esses percursos e suas implicações no jogo da recomposição familiar, uma vez que a revisita à maternidade aparece como desejo seguido de ação, alguns anos após o estabelecimento do segundo leito conjugal. Durante a discussão, surgiram outras questões pertinentes, como a valorização do discurso acerca da origem dos indivíduos e, por consequência, da biologização do social e da naturalização dos papéis. O campo de estudo foi composto por mulheres que estão a espera do tratamento de reprodução humana assistida num hospital da rede pública de saúde do Estado de São Paulo. Encontramo-nos, as mulheres e eu, algumas vezes, ora todas juntas, ora individualmente, construindo nesses encontros um tanto de afetividade. Assim, o material foi composto por transcrições do grupo de discussão, das entrevistas e das anotações do diário de campo. A reprodução humana assistida se espraia, nos dias atuais, determinando o primado da biologia, da ciência que pode proporcionar a quem busca, a possibilidade de um bebê cuja fonte de material genético é segura, certa, gene do seu gene. E essa biologização do social traz, em seu bojo, outra questão subliminar, pois ao se submeter ao tratamento de reprodução humana assistida, a mulher perpetua e garante o ideal familiar, fundo de tela de sua própria educação: uma só mãe, um só pai, em resumo, uma única e indubitável origem. Há um discurso de revalorização da gravidez, evento biológico e biográfico por excelência. Seria importante que as mulheres que fizeram parte desse estudo, e tantas outras espalhadas por esse país, fossem mais bem informadas (sobre procedimentos contraceptivos, laqueadura, riscos, reprodução humana assistida, efeitos colaterais e possibilidades de sucesso, entre outros) para, de posse desses conhecimentos, fazer suas escolhas. Com autonomia
Título em inglês
When a baby is born, also a mother born? ": maternity and assisted human reproduction in sterilized women
Palavras-chave em inglês
Assisted
Bourdieu
Family
Marriage
Mother
Public Health
Reproductive Techniques
Sterilization
Tubal
Resumo em inglês
In this thesis I analyze the trajectories of sterilized women who wish to have a new experience of maternity by means of assisted human reproduction, identifying the agents and socializing institutions which contributed to the decision taken. The analysis focuses on the understanding of how the trajectory is constructed, from the repentance of the original sterilization through to the renewal of the desire for maternity. On the basis of the hypothesis that maternity and the blood relationship are still preponderant in the constitution of the family, the author has described and analyzed these trajectories and their implications in the act of the reconstruction of the family, seeing that the return to the renewed experience of maternity arises as a desire followed by action, some years after the establishment of the second marital relationship. During the discussions with the women involved, other relevant questions such as the greater value attributed to the discourse on the origin of individuals and, in consequence, of the biologization of the social dimension and of the naturalization of the roles involved, arose. The field of study consisted of women who were awaiting assisted human reproduction treatment at a hospital of the public health network of the State of São Paulo. We, the women concerned and the author, met on several occasions: sometimes all together, at others, individually, by means of these contacts building up a certain affection. Thus the material was composed of the transcriptions of the discussion group, of the interviews and of the notes made in the field diary. Assisted human reproduction is, nowadays, becoming widespread, determining the primacy of biology, of the science which can provide whoever seeks it with the possibility of having a baby the source of whose genetic material is safe, certain, genes of ones genes. And this biologization of the social dimension brings with it another subliminal question, because in undergoing assisted human reproduction treatment, the woman concerned perpetuates and guarantees the family ideal, the background of her own upbringing: only one mother, only one father, in brief: one only and undoubted origin. There is a discourse of the renewed value of pregnancy, a biological and biographical event par excellence. It is important that the women who participated in this study, and as many others scattered throughout this country, should be better informed (about contraceptive procedures, sterilization, risks, assisted human reproduction, its collateral effects and the possibilities of success, among other things) so that, once in possession of this knowledge, they might make their choices unconstrained.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ClaudiaFontenele.pdf (1.20 Mbytes)
Data de Publicação
2011-03-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.