• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.6.2010.tde-14032013-113057
Documento
Autor
Nombre completo
Lucilia Nunes da Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Schor, Néia (Presidente)
Reis, Alberto Olavo Advincula
Santos, Alba Lúcia Dias dos
Título en portugués
Era uma vez... meninas que engravidaram: histórias e trajetórias
Palabras clave en portugués
Adolescência. Gravidez em meninas. Gravidez na adolescência.
Resumen en portugués
Introdução A gravidez na faixa etária de 10 a 14 anos traz alguns desafios quanto à abordagem e análise do tema. Objetivo Compreender o significado da gravidez em meninas gestantes de 10 a 14 anos. Método Pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, com orientação analíticodescritiva, por meio de entrevistas individuais, abertas e semi-estruturadas, gravadas e transcritas pela pesquisadora, mediante prévia aprovação dos Comitês de Ética em Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da USP e do Hospital Municipal Maternidade-Escola Vila Nova Cachoeirinha, além de consentimento esclarecido assinado pelas entrevistadas e seus responsáveis legais. Resultados e Discussão Foram entrevistadas 10 meninas gestantes, nulíparas, em acompanhamento de pré-natal, no período de agosto a outubro de 2009. O tratamento dos dados foi realizado por meio da análise de conteúdo, com enfoque na análise temática. Foram definidas quatro categorias de análise: 1) A sexualidade como expressão do feminino; 2) Saúde: uma relação tão delicada; 3) Tecendo redes sociais e 4) Autopercepção e projetos de vida. No grupo entrevistado a maioria dos parceiros tem idade superior em pelo menos 20% a das meninas. Houve relato de sofrimento de violência psicológica e física causada por parceiros e familiares, em alguns casos, acarretando reações depressivas nas meninas. A maior parte delas interrompeu os estudos em decorrência da gravidez, e apresentam poucas perspectivas futuras de projeto de vida. Considerações finais A gravidez na adolescência tem sido considerada precoce, indesejada e/ou não planejada, ou inadequada para esse período de vida, além de ser vista como um problema de saúde pública a ser enfrentado. Além disso, o direito ao exercício da sexualidade na adolescência é mais valorizado quando associado à vida masculina, o que dificulta que essa temática seja contemplada nas questões associadas à gravidez em meninas. É necessário que o atendimento em saúde para adolescentes inclua discussões sobre questões de gênero e de saúde sexual e reprodutiva, possibilitando o fortalecimento dessas meninas enquanto sujeitos de direitos, criando recursos para que elas decidam quando, com quem desejam ter sexo, além de optar sobre o momento da gravidez. A falta de opções para projetos de vida pode conduzir essas meninas a situações de gestação que, mesmo quando consideradas desejadas, aumentam a vulnerabilidade a qual estão expostas. A ampliação do acesso a serviços de saúde, que contemplem temáticas próprias de adolescentes, muito além da atenção médica estrita, pode ajudar no fortalecimento da cidadania desses sujeitos.
Título en inglés
Once upon a time... girls who got pregnant: stories and paths
Palabras clave en inglés
Adolescence. Girls pregnancy. Teenage pregnancy.
Resumen en inglés
Introduction Pregnancy at the age range from 10 to 14 years old brings some challenges related to the approach and to the topic analysis. Objectives Understand the meaning of pregnancy in pregnant girls at the age of 10 to 14 years old. Methods Exploratory, qualitative research, with analytical-descriptive orientation, through individual interviews, open and semi-structured, recorded and transcribed by the researcher, upon authorization from the Committees of Ethics in Research from the College of Public Health of USP and from the Municipal Maternity School Hospital Vila Nova Cachoeirinha, and the agreement signed by the interviewees and their legal sponsors. Results and Discussion Ten nulliparous, pregnant girls during prenatal care were interviewed between August and October in 2009. The data treatment was made through content analysis, focusing on the topic analysis. Four categories were defined: 1) Sexuality as the female expression; 2) Health: a delicate relationship; 3) Building social networks and 4) Selfperception and life projects. In the interviewed group, most of the partners ages are at least 20% higher than the girls. There were reports about psychological and physical violence caused by partners and family, in some cases, leading to depressive reactions in the girls. Most of them interrupted the studies due to pregnancy, and present few prospects of life projects. Conclusions: Teenage pregnancy has been considered premature, unwanted and/or not planned, or inadequate to this period of life, and it is also seen as a Public Heath problem to be faced. Besides, the right of practicing sexuality during the adolescence period is more valuable when associated to male life, making it difficult to associate this issue on questions related to girls pregnancy. It is necessary the inclusion of discussions about gender and sexual and reproductive health in the health care for teenagers, allowing the strengthening of these girls as subjects of rights, creating resources for them to decide when, whom to have sex with, and also choose about the time for pregnancy. The lack of options related to life projects may lead these girls to pregnancy situations that, even when they are considered desired, raise the vulnerability to which they are exposed. The improvement of the access to health services, having proper issues for teenagers, beyond the strict medical attention may help strengthening citizenship of these individuals.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
LuciliaNunes.pdf (2.64 Mbytes)
Fecha de Publicación
2013-04-01
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.