• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2012.tde-15032012-104625
Documento
Autor
Nome completo
Claudia de Azevedo Aguiar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Tanaka, Ana Cristina D'Andretta (Presidente)
Gonçalves, Roselane
Osava, Ruth Hitomi
Título em português
Práticas obstétricas e a questão das cesarianas intraparto na rede pública de saúde de São Paulo
Palavras-chave em português
Assistência à Saúde
Cesáreas
Salas de Parto
Trabalho de Parto
Resumo em português
Introdução - As práticas obstétricas têm sido determinadas pela noção de risco, resultando em altas taxas de intervenções intraparto e de cesarianas no país. As indicações desta cirurgia não têm seguido um critério clínico-obstétrico fundamentado nos diferentes cenários de assistência, reduzindo o seu potencial protetor. Objetivos - Identificar e comparar as indicações de cesarianas intraparto em mulheres de baixo risco, a partir da assistência e das intercorrências que antecederam o nascimento, em dois modelos de assistência (Centro de Parto Normal e Centro Obstétrico); e caracterizar os locais de estudo quanto à equipe de saúde, às práticas protocolares e à estrutura física para assistência à mulher e ao bebê. Métodos - Estudo transversal, realizado por coleta de dados secundários, em dois hospitais públicos de São Paulo. Foram incluídas no estudo 158 parturientes de baixo risco submetidas à cesariana intraparto, em 2010. Para análise dos dados, estimou-se a Odds Ratio. Resultados - Os achados foram discutidos à luz da Medicina Baseada em Evidências. Os melhores resultados estiveram associados ao Hospital que dispõe de Centro de Parto Normal, com significância estatística na internação oportuna da parturiente, na presença de um acompanhante, no uso de partograma e nos métodos não farmacológicos para alívio das dores. Constataram-se alguns registros de práticas obstétricas realizadas de modo questionável em ambas as instituições, como uso de ocitocina e de amniotomia. Quanto às intercorrências, as mais frequentes foram: sofrimento fetal, presença de mecônio, distocia funcional e desproporção céfalo-pélvica, embora parte dessas indicações tenha divergido dos achados registrados no decorrer do trabalho de parto. Considerações finais: Fragilidades nas práticas obstétricas estiveram presentes em ambas as instituições, embora o Hospital com Centro de Parto Normal tenha demonstrado assistência menos restritiva e mais personalizada às mulheres. Evidenciou-se a presença de intervenções desnecessárias, com vistas à aceleração do trabalho de parto, o que demonstra resistência dos profissionais e das instituições às evidências científicas, bem como às recomendações e diretrizes do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde
Título em inglês
Obstetric practices and the question of intrapartum caesarean section in public health system of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Cesarean Section
Delivery of Health Care
Delivery Rooms
Labor
Resumo em inglês
Background - The obstetrical practices have been determined by the notion of risk, resulting in high rates of intrapartum interventions and cesarean sections in the country. The recommendations of this surgery have not followed a wellfounded clinical and obstetric criterion in different assistance scenarios, reducing its protective potential. Objectives Identify and compare the recommendations for intrapartum caesarean sections in women with low-risk pregnancies from the assistance and the events that preceded the birth, in two models of care (Center for Childbirth and Obstetric Center); and characterize the study sites regarding the health team, protocol practices and the structure to assist the woman and the baby. Methods - A cross sectional study carried out by secondary data collection in two public hospitals in São Paulo. The study included 158 pregnant women with low-risk pregnancies, submitted to intrapartum cesarean section in 2010. For data analysis, we estimated the Odds Ratio. Results The findings were discussed from the Evidence-Based Medicine. The best results were associated with a hospital that has a Childbirth Center, with statistical significance in the timely admission of the mother, in the presence of a companion, the use of partogram and non-pharmacological methods for pain relief. There were records of obstetrical practices in a way questionable in both institutions, such as use of oxytocin and amniotomy. As for complications, the most frequent were: fetal distress, meconium, functional dystocia and cephalopelvic disproportion, although part of these records have diverged from findings reported in the course of labor. Conclusion: Weaknesses in obstetric practices were present in both institutions, although the Hospital Childbirth Center has demonstrated a more personalized and less restrictive care to women. It was noted the presence of unnecessary interventions, aiming at the acceleration of labor, which shows resistance of professionals and institutions to the evidence-based medicine, and also to the recommendations and guidelines of the Ministry of Health and World Health Organization
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ClaudiaAguiar.pdf (1.96 Mbytes)
Data de Publicação
2012-03-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.