• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2010.tde-24062010-164804
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Regina Lieto de Queiroz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Gallo, Paulo Rogerio (Presidente)
Leone, Claudio
Saito, Maria Ignez
Título em português
Facilidades e dificuldades à adesão de adolescentes obesos com deficiência intelectual e suas famílias, para cumprir programa de orientação e prevenção de complicações da obesidade
Palavras-chave em português
Adolescência
Deficiência intelectual
Intervenção
Obesidade
Resumo em português
Introdução - A obesidade é uma doença crônica de origem multifatorial, considerada como um dos principais problemas de saúde pública nos países desenvolvidos, que constitui fator de risco para outras doenças graves. Sua prevalência vem aumentando mundialmente e em especial, em crianças e adolescentes. Acredita-se que as principais causas estão ligadas tanto a fatores genéticos como ambientais. Objetivo - Identificar por meio do relato de pais e de equipe interdisciplinar as facilidades e as dificuldades à adesão de adolescentes obesos com deficiência intelectual e de suas famílias para cumprir programa de orientação e prevenção das complicações da obesidade. Métodos - Trata-se de estudo de coorte histórica, descritiva e quali-quantitativa com um número de 47 adolescentes obesos com deficiência intelectual, seus responsáveis e equipe interdisciplinar, que no período de 2006 a 2008, participaram de um programa de orientação e prevenção de complicações da obesidade (POPO), oferecido pela Sociedade Pestalozzi de São Paulo. Os dados foram coletados dos prontuários, das fichas de acompanhamento do programa, dos questionários de estudo sócio-econômico e por meio de entrevistas utilizando um roteiro de questões específicas dirigidas às famílias e profissionais envolvidos no processo. Resultados - A caracterização dos adolescentes envolvidos no estudo mostrou uma prevalência da Síndrome de Down representada em 19 (40,4%) deles. Observou-se também, concentração de maior grau de obesidade com aumento da idade sendo, 63,2% estão na faixa etária de 17 a 20 anos e foram conceituados ao Grupo 3 (IMC>35). As famílias estudadas foram caracterizadas em sua grande maioria moradoras da Zona Norte SP, condições sócio-econômicas precárias com renda familiar de 1 a 2 salários mínimos e grau de escolaridade da mãe apresentando na sua grande maioria o ensino fundamental incompleto. Os profissionais que compõem a equipe interdisciplinar são na maioria absoluta do sexo feminino, atuam as áreas da medicina, psicologia e fisioterapia e apresentam experiência na área da deficiência intelectual que varia de um a 21 anos. Os resultados foram apresentados e descritos segundo dois eixos norteadores: Conclusão - A falta de locais especializados para pratica de atividades físicas, preço elevado dos alimentos sugeridos, não colaboração dos demais familiares, falta de autonomia e independência dos deficientes intelectuais e pouca freqüência às reuniões de orientações realizadas pela equipe, foram apontados como sendo os principais fatores que dificultam uma maior adesão ao programa. E quanto aos aspectos facilitadores destacou-se a comodidade do programa ser na própria instituição, a persistência da equipe e preocupação com a saúde dos filhos.
Título em inglês
Facilities and the Difficulties that obese adolescents with intellectual disabilities and their families have in accessing the Obesity Education and Prevention Program (POPO)
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Intellectual disabilities
Intervention
Obesity
Resumo em inglês
Introduction - There are many factors that contribute to the chronic disease of obesity. It is regarded as a major public health problem in developed countries. It is also a risk factor for other serious diseases. It's prevalence is increasing worldwide and especially in children and adolescents. It is believed that the main causes are linked to genetic and environmental factors. Objective - To identify through the report of parents and interdisciplinary teams, the facilities and the difficulties that obese adolescents with intellectual disabilities and their families have in accessing the ***Obesity Education and Prevention Program (POPO). Méthodos - It refers to a historical cohort study, that was descriptive, qualitative and quantitative. It included 47 obese adolescents with intellectual disabilities, their caregivers and the multidisciplinary team that from 2006 to 2008, participated in an ***Obesity Education and Prevention Program (POPO), offered by the Pestalozzi Society of Sao Paulo. Data was collected from medical records, the monitoring reports of the program, questionnaires from a socio-economic study and through interviews using a script of questions targeted at families and professionals involved in the process. Results - The results were presented and described according to five guiding principles: The characterization of adolescents involved in the study showed a prevalence of Down syndrome represented in 19 (40.4%) of them. The results was also indicated a greater degree of obesity with increasing age and 63.2% are between the ages of 17 and 20 years, which was representede in the Group 3 (BMI> 35). The families studied were characterized mostly living in the North Zone - SP, the socio-economic situations indicated family income between 1 to 2 minimum wages, the majority of the mothers had elementary school education and the majority of the professionals who comprise the interdisciplinary team are female. They include medical professionals, psychologists and physical therapists who have between 1-21 years of experience in the area of intellectual disabilities.Conclusion - It was determined that the main factors that render lower adherence to the program are: the lack of places to practice physical activities, the high price of food, the lack of cooperation from other family members, lack of autonomy and independence of the intellectually disabled and the infrequently meetings for feedback from the team. However, it was indicated as a facilitie, that the program was convieniently located within the institution and the team was persistent and concerned about the health of the children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ClaudiaLieto.pdf (671.66 Kbytes)
Data de Publicação
2010-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.