• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-26032020-131908
Documento
Autor
Nome completo
Phallcha Luizar Obregon
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2001
Orientador
Banca examinadora
Buralli, Keiko Ogura (Presidente)
Bergamaschi, Denise Pimentel
Gimeno, Suely Godoy Agostinho
Schor, Néia
Souza, Sonia Buongermino de
Título em português
A prática da amamentação na região norte do município de Londrina - PR
Palavras-chave em português
Aleitamento Matemo
Educação em Saúde
Promoção da Saúde
Saúde da Criança
Resumo em português
Objetivo. Verificar a associação entre a situação sócio-demográfica, a orientação sobre aleitamento materno e a duração do aleitamento materno exclusivo em uma população que freqüenta Unidades Básicas de Saúde (U.B.S.) da região norte do Município de Londrina, Estado do Paraná. Métodos. O universo do estudo constituiu-se de 225 crianças menores de dois anos de idade, usuárias de duas U.B.S. (uma com programa de incentivo ao aleitamento materno e outra sem essa programação), no ano de 1997. F oram analisadas informações sobre a área de residência (micro-área de risco), U.B.S. que freqüenta, a idade, escolaridade, paridade e ocupação da mãe, a renda familiar, a orientação sobre aleitamento materno (local e época de orientação), dificuldades durante a amamentação. Estudou-se a associação entre essas variáveis e a duração do aleitamento materno exclusivo (AME), utilizando-se o método de Tábua de Sobrevida de Kaplan-Meier e realizando uma análise multivariada (Cox) para identificar condições preditoras da duração da amamentação. Resultados. A análise revelou que a duração mediana do aleitamento exclusivo foi de 90 dias. Na análise univariada, a duração do AME esteve significativamente associada com a referência a dificuldades, com 4 ou mais anos de escolaridade da mãe, com a orientação no pré-natal e pós-parto, com o local de orientação (hospital + UBS), com o trabalho fora do lar da mãe e com a U.B.S. que freqüenta. Na análise multivariada, a duração do AME esteve positivamente associada com a orientação no pré-natal e pós-parto (RR= 0,35; IC95%= O, 19-0,64) e negativamente com a referência a dificuldades durante a amamentação (RR= 2, 75; IC95% =1,98-3,84). Também esteve associada com a orientação em U.B.S. e hospital (RR=0,32; IC95%= O, 17-0,60) e com dificuldades (RR= 2,85; 1C95%= 2,04 - 3,98). Conclusão. A duração do AME na população estudada foi inferior ao recomendado internacionalmente, o que reforça a necessidade de se continuar estimulando a amamentação nos primeiros meses de vida junto a essa população.
Título em inglês
The breast-feeding practice in north region of Londrina - PR
Palavras-chave em inglês
Breast-Feeding
Child Health
Health Education
Health Promotion
Resumo em inglês
Objective. This study evaluates the association between social demographic situation, orientation on breast-feeding and breast-feeding exclusive duration in population user of health services in the north region of Londrina. Methods. This study was carried with 225 less than two years-old children currently living there, using two health services (with and without program of breast-feeding promotion) in 1997. These were analysed selected factors: residence (microarea in risk), age, education, occupation of mother, families per capita incomes, orientation on breast-feeding (site and period of orientation); difficulty during breast-feeding. Life table technique (Kaplan-Meier) was used to analysed breast-feeding duration and multivariated methods (Cox). Results. The median duration of breast-feeding exclusive was 90 days. The results of univariate analysis have shown association with difficulties during breastfeeding, 4 ou more years school, pre-natal and post natal orientation, UBS and hospital orientation, occupation of mother and UBS user. The multivariate analysed have show that mothers who received pre natal and post natal orientation a positive impact on breastfeeding duration (RR=0.35 IC95%= 0.19 - 0.64) and mothers who relate difficulties during breast-feeding a negative effect (RR= 2.75; IC95%= 1.98-3.84). Conclusions. The duration of breast-feeding continue distant of international recomendations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-03-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.