• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.6.2015.tde-06112015-134149
Documento
Autor
Nombre completo
Julia Mercedes Pérez Florido
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Bastos, Deborah Helena Markowicz (Presidente)
Fisberg, Regina Mara
Siqueira, Walter Jose
Título en portugués
Avaliação da diversidade de frutas e hortaliças frutosas comercializadas no município de São Paulo: composição nutricional de macro e micronutrientes
Palabras clave en portugués
Biodiversidade
Composição Nutricional
Frutas
Hortaliças
Resumen en portugués
Introdução- O conceito de biodiversidade para alimentação e agricultura inclui um conjunto de componentes, como variedade de alimentos, nível de recursos genéticos e gestão dos sistemas de produção dos diversos cultivos. Segundo a FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations), estudar e entender a biodiversidade é essencial para garantir a segurança alimentar e o desenvolvimento sustentável. Objetivos- Caracterizar a diversidade e disponibilidade de frutas e hortaliças frutosas para a população do município de São Paulo e verificar a disponibilidade de informação nutricional dos diferentes grupos de mercado. Métodos- Foram selecionadas as cinco frutas e hortaliças frutosas mais adquiridas (kg per capita/ano) segundo a POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares) 2008-2009 que apresentam ao menos três grupos de mercado comercializados na CEAGESP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo): Banana (Musa spp.), Laranja (C. sinensis L. Osbeck), Maçã (M. domestica Borkh.), Mamão (C. papaya L.), Abacaxi (A. comosus L.), Tomate (L. esculentum Mill.), Abóbora (Cucurbita spp.), Pimentão (C. annuum L.), Pepino (C. sativus L.), Berinjela (S. melongena L.). A presença dos grupos de mercado de cada espécie foi avaliada em estabelecimentos de comercialização de alimentos localizados em 18 distritos do município de São Paulo classificados por tercis de IDH. Foram avaliados um total de 73 estabelecimentos (18 feiras livres e 55 mercados, supermercados e hipermercados) em duas épocas distintas (julho-setembro de 2014 e fevereiro-março de 2015). A busca de dados de composição nutricional foi realizada nas principais bases de dados (Scielo, Lilacs, Bireme) e em dados publicados por organizações nacionais e internacionais (EMBRAPA, FAO, INFOODS), além das tabelas nacionais TACO, TBCAUSP e Fontes Brasileiras de Carotenoides. As informações nutricionais de macro e micronutrientes foram compiladas em uma única tabela. Resultados- Estabelecimentos localizados em distritos de alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) apresentaram maior diversidade para as espécies banana, mamão, maçã, tomate, pepino e pimentão em comparação aos distritos de médio IDH (p<0,05) em 2014. Em contrapartida, os distritos de alto e baixo IDH ofertaram quantidades semelhantes de grupos de mercado para as espécies estudadas, exceto o mamão e tomate que estiveram mais presentes no alto IDH. Em relação às frutas, a Banana Nanica, Banana Prata, Laranja Pera, Maçã Gala e Abacaxi Pérola estiveram presentes em quase 100 por cento dos estabelecimentos, nos três IDHs. Já em relação às hortaliças frutosas, o Pimentão Verde e Berinjela Comum estiveram presentes em quase 100 por cento dos estabelecimentos avaliados em 2014. Conclusões- Observaram-se diferenças de disponibilidade de grupos de mercado das espécies estudadas, conforme classificação do IDH do distrito. Verificou-se que as feiras livres mostraram ser melhores locais de escolha de compra pelos consumidores, já que de maneira geral, apresentaram maior diversidade, a preços inferiores aos praticados nos supermercados. Apesar das escassas informações nutricionais disponíveis na literatura, foi possível evidenciar as diferenças de concentração de certos nutrientes para diferentes grupos de mercado estudados. Dessa forma, acredita-se que a disseminação dessas informações pode ser benéfica para os consumidores realizarem escolhas de consumo mais inteligentes, aumentando a diversidade de nutrientes na dieta.
Título en inglés
Agrobiodiversity of fruits and vegetables commercialized in Sao Paulo municipality: evaluation of availability.
Palabras clave en inglés
Biodiversity
Fruits
Nutritional Composition
Resumen en inglés
Introduction- The concept of biodiversity for food and agriculture includes a set of components such as varieties of food, level of genetic resources and management systems used in culturally diverse populations. Understanding local food biodiversity is essential to ensure food security and sustainable development. Objective- To characterize the diversity and availability of fruits and vegetables in the Sao Paulo municipality and verify the availability of nutritional information of different market groups. Methods- the market-groups targeted in this study belong to the five most commonly purchased fruits and vegetables in São Paulo, according to the Brazilian Household Budget Survey (2008-2009): banana (Musa spp.), orange (C. sinensis L. Osbeck), apple (M. domestica Borkh.), papaya (C. papaya L.), pineapple (A. comosus L.), tomato (L. esculentum Mill.), pumpkin (Cucurbita spp.) , bellpepper (C. annuum L.), cucumber (C. sativus L.), eggplant (S. melongena L.). The representation of each market group was evaluated by checking the retail trades from 18 districts classified by tertiles (HDI). A total of 73 retailers were evaluated (18 street markets and 55 markets and supermarkets) in two different seasons (July-September 2014 and February-March 2015). To perform data collection of micro and macronutrients, terms were used, including the nutritional composition, biodiversity, variety, cultivar, in various combinations, with emphasis on recently published data in databases composition of conventional foods, scientific articles, data published by national and international organizations and agencies related. Nutritional information were compiled into a single table. Results- Retailers located in high districts Human Development Index (HDI) showed greater diversity for species banana, papaya, apple, tomato, cucumber and bellpeppers compared to the average HDI districts (p <0.05) in 2014. However, high and low HDI districts offered similar amounts of market groups for the species studied, except papaya and tomatoes that were more frequently found in high HDI. For fruit, Banana Nanica, Banana Prata, Orange Pera, Apple Gala and Pineapple Pérola were present in almost 100 per cent of the establishments in the three tertile. In relation to fruit vegetables, the Bellpepper Verde and Eggplant Comum were present in almost 100 per cent of retailers evaluated in 2014. Conclusions- Differences in the availability of market groups from the species studied were observed, according to the district HDI ranking. It was found that streets markets have proven to be better places in choice of purchase by consumers, since in general, had higher diversity at lower prices than in supermarkets. Despite the meager nutritional information available in the literature, differences in concentration of certain nutrients to different market groups studied were observed. Thus, it is believed that the dissemination of such information can be beneficial for consumers make more intelligent consumer choices, increasing the diversity of nutrients in the diet.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2015-12-22
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.