• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2009.tde-08012010-144907
Documento
Autor
Nome completo
Evelyn Fabiana Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Florindo, Alex Antonio (Presidente)
Barros, Marilisa Berti de Azevedo
Cardoso, Marly Augusto
Título em português
Prática de atividade física e sua relação com a escolaridade em adultos de Ermelino Matarazzo, Zona Leste de São Paulo, SP
Palavras-chave em português
Adultos
Atividade Física
Escolaridade
Nível Socioeconômico
Resumo em português
Objetivo: Verificar a associação da prática de diferentes domínios da atividade física com a escolaridade em pessoas adultas. Métodos: Este estudo foi do tipo transversal de base populacional. Foi realizado um inquérito domiciliar em uma amostra de 890 adultos com 18 anos ou mais moradores do distrito de Ermelino Matarazzo na Zona Leste do município de São Paulo. As atividades físicas no lazer e como forma de locomoção/deslocamento foram avaliadas através do questionário internacional de atividades físicas (IPAQ) versão longa e a limpeza pesada de casa e as atividades físicas no trabalho foram avaliadas utilizando os módulos do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL). A escolaridade foi avaliado pelo grau de formação e padronizada posteriormente em anos de estudo. Análise estatística: Foi utilizado análise de regressão de Poisson para verificar a associação entre a prática de atividades físicas nos diferentes domínios e o nível de escolaridade. Foram elaborados modelos separados para homens e mulheres. As variáveis dependentes foram: ativos no lazer (150 minutos semanais de atividades moderadas ou vigorosas), ativos como forma de locomoção/deslocamento (150 minutos semanais de atividades de caminhada e de bicicleta), ativos no trabalho (trabalhar ao menos cinco vezes na semana, andar bastante a pé e carregar peso no trabalho) e ativos no ambiente doméstico (realizar sozinho a faxina pesada de casa ao menos um dia na última semana). A variável independente foi a escolaridade em anos de estudo (0 a 3, 4 a 7, 8 a 11 e 12 anos ou mais) e a idade foi utilizada como variável de ajuste. Resultados: Os homens foram mais ativos que as mulheres no lazer, na locomoção/deslocamento e no trabalho, porém, as mulheres foram mais ativas na limpeza pesada em casa. Para a prática de atividades físicas no lazer, tanto os homens (RP=3,04 IC95 por cento 1,00;9,31 e com ptendência= 0,003 para a categoria de 12 anos ou mais), quanto as mulheres (RP=4,04 IC95 por cento 1,33;12,20 para a categoria de 12 anos ou mais e com p-tendência=0,006) com maior escolaridade, tiveram uma tendência para serem ativos no lazer. Para a prática de atividades físicas como forma de locomoção/deslocamento, os homens com maior escolaridade (12 anos ou mais) foram protegidos contra este tipo de atividade física (RP=0,26 IC95 por cento 0,11;0,61 p-tendência=0,002). Na limpeza pesada de casa, as mulheres com maior escolaridade tiveram proteção contra a prática deste tipo de atividade física (RP=0,65 IC95 por cento 0,43;1,00 p-tendência=0,017 para a categoria de 12 anos ou mais). Conclusões: A escolaridade foi associada de forma significativa e positiva com a prática de atividades físicas no lazer em ambos os sexos, porém, foi inversamente associada com a prática de atividades físicas como forma de locomoção/deslocamento nos homens e com a limpeza pesada de casa nas mulheres. Estes resultados indicam que pessoas com maior nível de escolaridade são mais ativas no lazer e menos ativas como forma de locomoção/deslocamento e na limpeza pesada em casa e são importantes para um melhor entendimento destas relações em populações residentes em regiões consideradas de baixo nível socioeconômico como Ermelino Matarazzo.
Título em inglês
Physical activity and its relationship with schooling in adult Ermelino Matarazzo, Eastern Zone of São Paulo, SP
Palavras-chave em inglês
Adults
Physical Activity
Schooling
Socioeconomic Level
Resumo em inglês
Objective: to investigate the association between different domains of physical activity and schooling among adult subjects. Methods: the present study had a crosssectional design. We carried out a household study of a sample of 890 adults aged 18 years or older living in the Ermelino Matarazzo district in the Eastern area of the city of Sao Paulo, Brazil. Physical activity during leisure and for locomotion/transportation was measured using the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ), long version, and heavy cleaning at home and work-related physical activity were measured using sections of the System for Surveillance of Risk Factors and Protection against Chronic Diseases by Telephone Survey [Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico] (VIGITEL). Schooling was classified according to highest degree obtained, and later converted into years of study. Statistical analysis: we used Poisson regression to determine the association between physical activity in its different domains and schooling. Separate models were created for men and women. Dependent variables were as follows: active in leisure (150 min/week of moderate or vigorous physical activity), active for locomotion/transportation (150 min/week of walking or bicycling), active at work (working at least five days/week, substantial walking and/or load carrying during work), and active at home (unaided heavy home cleaning, at least one day in the previous week). The independent variable was schooling, in years of study (0-3, 4-7, 8-11, and 12 or more years), and age was used as an adjustment variable. Results: men were more active than women in leisure, locomotion/transportation, and work; however, women were more active at home. For physical activity during leisure, both men (PR=3.04 95 per centCI 1.00;9.31 and plinear trend=0.003 for the 12 years or more category), and women (PR=4.04 95 per centCI 1.33;12.20 and p-linear trend=0.006) with greater schooling showed a trend towards being more active during leisure. Regarding physical activity for purposes of locomotion/transportation, men with greater schooling (12 years or more) were protected against this type of activity (PR=0.26 95 per centCI 0.11;0.61 p-linear trend=0.002). As to heavy housecleaning, women with greater schooling were protected against this type of physical activity (PR=0.65 95 per centCI 0.43;1.00 p-linear trend=0.017 for the 12 years or more category). Conclusions: schooling was significantly and positively associated with physical activity during leisure among both sexes; however, it was inversely associated with physical activity as a form of locomotion/transportation among men and with heavy housecleaning among women. These results indicate that persons with greater schooling are more active in leisure and less active during locomotion/transportation and heavy housecleaning, and are important for a better understanding of these relationships in populations living in regions considered as of low socioeconomic level, such as Ermelino Matarazzo.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EvelynFabiana.pdf (478.70 Kbytes)
Data de Publicação
2010-01-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.