• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Adélia da Costa Pereira de Arruda Neta
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Marchioni, Dirce Maria Lobo (Presidente)
Fujimori, Elizabeth
Hinnig, Patricia de Fragas
Villar, Betzabeth Slater
Título em português
Padrões alimentares e fatores de risco cardiovasculares em adolescentes
Palavras-chave em português
Adolescentes
Estudo Longitudinal
Fatores de Risco Cardiovascular
Padrões Alimentares
Resumo em português
Introdução: os hábitos alimentares são formados, boa parte, no período da adolescência, sendo esta fase considerada um risco para o desenvolvimento de fatores de risco cardiovascular, como o excesso de peso e dislipidemia, os quais podem ter implicações imediatas e a longo prazo na saúde dos adolescentes. Objetivo: identificar os padrões alimentares e avaliar, prospectivamente, seu impacto no estado nutricional e no perfil lipídico de adolescentes. Métodos: esta tese foi composta de três artigos, um de corte transversal e dois de corte longitudinal, todos utilizando dados do Estudo Longitudinal sobre Comportamento Sedentário, Atividade Física, Hábitos Alimentares e Saúde de Adolescentes - Estudo LONCAAFS. Foram analisados 1431 adolescentes em 2014, 1178 adolescentes em 2015, 959 em 2016 e, por fim, 773 adolescentes em 2017, pertencentes a rede pública de ensino de João Pessoa, cidade do Nordeste brasileiro. Para a obtenção de dados de consumo alimentar, aplicou-se o recordatório de 24 horas, duplicado em 30% da amostra, em todos os anos. Os padrões alimentares foram identificados por meio de análise fatorial exploratória por componentes principais. O estado nutricional foi obtido e classificado de acordo com a recomendação da Organização Mundial de Saúde, por meio do índice de massa corporal (IMC) para o sexo e a idade. As concentrações de colesterol total (CT), lipoproteína de alta densidade (HDL) e triglicerídeos (TG) foram determinadas pelo método de turbidimetria e a lipoproteína de baixa densidade (LDL) foi determinada pela equação de Friedwald, sendo posteriormente classificados de acordo com a Diretriz Brasileira de Dislipidemia e Aterosclerose. Foram coletados dados socioeconômicos, sobre comportamento sedentário e atividade física. As associações entre os padrões alimentares e estado nutricional, perfil lipídico e variáveis de interesse foram realizadas por equações de estimativas generalizadas (GEE). Resultados: a análise longitudinal do presente estudo identificou três padrões alimentares distintos que se mantiveram ao longo do estudo: o padrão "Tradicional", composto principalmente por alimentos típicos da dieta tradicional brasileira, como o arroz e o feijão, mas também por alimentos típicos da cultura nordestina, como mandioca e cuscuz; um padrão "Lanches" caracterizado pelo consumo de pães, manteigas e margarinas, queijos, carnes processadas e café; e um padrão "Ocidental" caracterizado pelo consumo de alimentos com alta densidade energética e pobres em nutrientes. Adolescentes do sexo masculino apresentaram uma maior redução no escore-z do IMC, ao longo do estudo. A prevalência de dislipidemia foi elevada, independentemente da idade. O sexo feminino foi positivamente associado a níveis elevados de CT e LDL e o sexo masculino com níveis baixos de HDL. O padrão alimentar "Ocidental" foi positivamente associado ao escore-z do IMC, independente do sexo e do nível de atividade física, ao longo do tempo e adolescentes com maior aderência aos padrões alimentares "lanches" e "ocidental" apresentaram maior chance de alterações nos níveis séricos de colesterol total. Conclusão: Estes resultados indicam que um padrão alimentar que é rico em densidade de energia, alto teor de gordura e açucares, além de baixo teor de fibra contribui para um estado nutricional e perfil lipídico que sinaliza risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares nestes adolescentes. Além disso, os resultados desta tese sugerem a necessidade de ações de saúde pública multidisciplinar que estimulem mudanças nos hábitos alimentares e estilo de vida, prevenindo, desta forma, o desenvolvimento de doenças cardiovasculares na vida adulta.
Título em inglês
Dietary patterns and cardiovascular risk factors in adolescents
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Cardiovascular Risk Factors
Dietary Patterns
Longitudinal Study
Resumo em inglês
Introdução: eating habits are mostly formed during adolescence, and this phase is considered a risk for the development of cardiovascular risk factors, such as overweight and dyslipidemia, which may have immediate and long-term implications for the health of adolescents. Objetivo: identify dietary patterns and prospectively assess their impact on nutritional status and lipid profile in adolescents. Métodos: this thesis was composed of three articles, one cross-sectional and two longitudinal, all using data from the Longitudinal Study on Sedentary Behavior, Physical Activity, Eating Habits and Adolescent Health - LONCAAFS Study. We analyzed 1431 adolescents in 2014, 1178 adolescents in 2015, 959 in 2016 and, finally, 773 adolescents in 2017, belonging to the public school system of João Pessoa, city of Northeast Brazil. To obtain food consumption data, the 24-hour recall was applied, duplicated in 30% of the sample, every year. Dietary patterns were identified by exploratory factor analysis by principal components. Nutritional status was obtained and classified according to the World Health Organization recommendation through BMI for gender and age. The concentrations of total cholesterol (TC), high density lipoprotein (HDL) and triglycerides (TG) were determined by turbidimetry method and low density lipoprotein (LDL) was determined by Friedwald's equation, and were later classified according to the Brazilian Dyslipidemia and Atherosclerosis Guideline. Socioeconomic data, on sedentary behavior and physical activity were collected. Associations between dietary patterns and nutritional status, lipid profile and variables of interest were made by generalized estimation equations (GEE). Resultados: the longitudinal analysis of the present study identified three distinct dietary patterns that were maintained throughout the study: the "Traditional" pattern, consisting mainly of typical foods of the traditional Brazilian diet, such as rice and beans, but also typical foods of the Northeastern culture, as cassava and couscous; a "Sandwuiches" pattern characterized for the consumption of breads, butters and margarines, cheeses, processed meats and coffees; and a "Western" pattern characterized for the consumption of high energy density and nutrient poor foods. Male adolescents showed a greater reduction in BMI z-score throughout the study. The prevalence of dyslipidemia was high, regardless of age. Females were positively associated with elevated TC and LDL levels and males with low HDL levels. The "Western" dietary pattern was positively associated with BMI z-score, regardless of gender and level of physical activity over time and adolescents with greater adherence to "Sandwuiches" and "Western" dietary patterns were more likely to have changes in serum total cholesterol levels. Conclusão: these results indicate that a dietary pattern that is rich in energy density, high fat and sugars, and low fiber contributes to a nutritional status and lipid profile that signals risk for the development of cardiovascular disease in these adolescents. In addition, the results of this thesis suggest the need for multidisciplinary public health actions that stimulate changes in eating habits and lifestyle, thus preventing the development of cardiovascular disease in adulthood.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-11-05
Data de Publicação
2019-11-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.