• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.6.2012.tde-17012013-104018
Document
Auteur
Nom complet
Emanuel Péricles Salvador
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2012
Directeur
Jury
Florindo, Alex Antonio (Président)
Farias Junior, José Cazuza de
Kokubun, Eduardo
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira
Vivolo, Sandra Roberta Gouvea Ferreira
Titre en portugais
Avaliação de intervenções para a promoção da atividade física no tempo de lazer em adultos atendidos pela Estratégia de Saúde da Família
Mots-clés en portugais
Atividade Motora
Cuidados Primários com a Saúde
Estudo de Intervenções e Ambiente
Resumé en portugais
Objetivos: Testar a efetividade de duas intervenções para a promoção da atividade física no tempo de lazer para adultos atendidos pela Estratégia Saúde da Família/ Sistema Único de Saúde. Métodos: Estudo de intervenção não randomizado e controlado. A pesquisa foi realizada com 157 adultos que residiam em domicílios atendidos pela ESF em Ermelino Matarazzo, São Paulo, SP, que não praticavam nenhuma atividade física no lazer (AF no lazer) e que não tinham nenhuma doença crônica no início do estudo. A tese foi composta por um artigo metodológico e três artigos originais. O primeiro manuscrito teve como objetivo descrever os resultados obtidos quanto à seleção inicial da amostra com base no cadastro das famílias da ESF. O segundo manuscrito descreveu as metodologias utilizadas nas duas intervenções. O terceiro manuscrito teve como objetivo verificar os efeitos das intervenções na prática de AF no lazer após seis meses de intervenção e o quarto manuscrito teve o objetivo de verificar a associação desta prática com as variáveis ambientais. Para as análises estatísticas foram usados o teste de quiquadrado para comparação de proporções nas variáveis socioeconômicas e de AF no lazer, o teste de Kruskal-Wallis para verificar as diferenças de médias dos minutos de AF no lazer e modelos de regressão logística tendo como variável dependente a AF no lazer e como variáveis independentes as intervenções e os escores de percepção do ambiente para a prática de atividade física. Resultados: Manuscrito 1: A seleção da amostra durou quatro meses e do total de 966 sujeitos abordados, foram excluídas 541 pessoas (56,0 por cento do total), ocorreram 147 recusas (15,2 por cento ) e 25 perdas (2,6 por cento ). De 243 pessoas elegíveis, 157 sujeitos iniciaram o estudo (16,3 por cento do total de abordados), sendo 108 mulheres e 49 homens. Manuscrito 2: Este estudo descreveu as duas intervenções para promover a atividade física em adultos atendidos pela ESF. A primeira intervenção baseou-se em educação para a atividade física e saúde e consistiu em 16 encontros temáticos para grupos e em atendimento individual por telefone, além de material impresso de apoio. A segunda intervenção consistiu de um programa de exercícios físicos em grupos que constou de treinamento de força muscular e cardiorrespiratório realizado em três sessões semanais com supervisão profissional e teve duração de 12 meses. Manuscrito 3: Após seis meses de estudo, o tempo médio semanal de AF no lazer do grupo de intervenção supervisionada (78,1 minutos) e de educação em saúde (65,7 minutos) tiveram maior média em comparação ao grupo controle (14,8 minutos). Foram encontradas diferenças significativas entre os três grupos na proporção de sujeitos que realizaram ao menos 10 minutos semanais de AF no lazer (supervisionado: 57,4 por cento ; educação em saúde: 29,6 por cento ; controle: 12,2 por cento ) e o grupo supervisionado apresentou diferença significativa em comparação com o grupo controle na proporção de sujeitos que praticaram ao menos 150 minutos semanais de AF no lazer (22,2 por cento versus 4,1 por cento ). As análises de regressão logística mostraram que, independente do sexo, idade e escolaridade, houve uma maior chance dos participantes dos grupos das intervenções praticarem alguma AF no lazer (OR=10,2 para o grupo de exercício físico e OR=3,4 para o grupo de educação para atividade física) e uma maior chance do grupo de exercício supervisionado realizar pelo menos 150 minutos (OR=6,2) em comparação ao grupo controle. Manuscrito 4: Maiores escores de ambiente relacionados ao acesso à facilidades/conveniências aumentaram as chances das pessoas praticarem alguma AF no lazer (OR=1,3) e a entrada dessa variável no modelo modificou o efeito da resposta da intervenção em educação em saúde na prática de alguma AF no lazer. Conclusão: Ambos os grupos aumentaram o tempo de prática e as chances para praticar AF no lazer após seis meses de intervenção em comparação com o grupo controle, porém, o grupo supervisionado apresentou melhores resultados quanto à proporção de sujeitos que realizaram ao menos 150 minutos semanais de AF no lazer, e as variáveis ambientais como o acesso à facilidades/conveniências podem influenciar no resultado final das intervenções. A intervenção baseada em supervisão de exercícios é recomendada para a promoção da atividade física no Sistema Único de Saúde pela ESF, porém, em locais sem a estrutura adequada para essa intervenção, recomenda-se a estratégia por meio da educação em saúde, pois também apresentou resultados positivos no aumento da AF no lazer
Titre en anglais
Evaluation for promoting physical activity during leisure time in adults served by the Family Health Strategy [PhD thesis].
Mots-clés en anglais
Interventions Studies and Environment
Motor Activity
Primary Health Care
Resumé en anglais
Objectives: To test the effectiveness of two interventions to promote physical activity in leisure time for adults served by the Family Health / National Health System Methods: Non-randomized controlled intervention trial. The survey was conducted with 157 adults living in households served by the FHS in Ermelino Matarazzo, São Paulo, SP, who did not practice any physical activity during leisure time (leisure PA) and who had no chronic disease at baseline. The thesis consisted of an article methodological and three original articles. The first manuscript aimed to describe the results on the selection of the initial sample based on the families register of FHS. The second manuscript describes the methodologies used in the two interventions. The third manuscript aimed to determine the effects of interventions on PA during leisure after six months of intervention and the fourth manuscript aimed to investigate the association of this practice with environmental variables. For statistical analyzes we used the chi-square test to compare proportions in socioeconomic variables and leisure PA, Kruskal-Wallis test to check the differences in average minutes of leisure PA and logistic regression models with variable dependent on leisure PA, and the interventions and the scores of the environment perception for physical activity as independent variables. Results: Manuscript 1: The sample selection lasted four months and covered total of 966 subjects, 541 persons (56.0 per cent of total) were excluded, there were 147 refusals (15.2 per cent ) and 25 losses (2.6 per cent ). From 243 eligible persons 157 subjects began the study (16.3 per cent of total discussed) of whom were 108 women and 49 men. Manuscript 2: This study described the two interventions to promote physical activity in adults served by the FHS. The first intervention was based on education for physical activity and health, which consisted of 16 thematic meetings for groups and individual assistance by phone, in addition to printed material support. The second intervention consisted of a program of physical exercise in groups that consisted of muscle strength training and cardio done in three weekly sessions with professional supervision and lasted 12 months. Manuscript 3: After six months of study, the average weekly Leisure PA in the intervention group supervised (78.1 minutes) and health education (65.7 minutes) had higher mean compared to the control group (14, 8 minutes). Significant differences were found between groups in the proportion of subjects who took at least 10 minutes of weekly leisure-PA (supervised: 57.4 per cent ; health education: 29.6 per cent , control: 12.2 per cent ) and supervised group showed significant difference compared with the control group in the proportion of subjects who practiced at least 150 minutes of weekly leisure PA (22.2 per cent versus 4.1 per cent ). The logistic regression analyzes showed that, regardless of sex, age and education, there was a greater chance of intervention group participants practice some leisure PA (OR = 10.2 for group exercise and OR = 3.4 for the education group for physical activity) and a greater chance of supervised exercise group perform at least 150 minutes (OR = 6.2) compared to the control group. Manuscript 4: Higher scores for environment related to access to facilities / conveniences increased the chances of people practicing some leisure PA (OR = 1.3) and the entry of this variable in the model changed the effect of the intervention response in health education practice in any leisure PA. Conclusion: Both groups increased their practice time and chances to practice PA in leisure after six months of intervention compared with the control group, however, the supervised group showed better results on the proportion of subjects who performed at least 150 minutes weekly PA at leisure, and environmental variables such as access to facilities / conveniences may influence the final result of the interventions. The intervention based in monitoring exercise is recommended to promote physical activity in health system by FHS, but in sites without the appropriate structure for this intervention, strategy is recommended by health education, also presenting positive results in the increase of PA at leisure
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Emanuel.pdf (3.08 Mbytes)
Date de Publication
2013-03-19
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2019. Tous droits réservés.